Foram os últimos 33 dias mais intensos da minha vida. Sinceramente não antecipei nada por aqui justamente por não ter nada totalmente planejado e principalmente pois acredito na idéia de que planos foram feitos para serem contrariados. E assim foram alguns dos meus planos nessa minha viagem pelo sudeste do continente asiático. A princípio havia planejado visitar 4 países, marquei centenas de lugares que queria conhecer, mas no fim boa parte dos meus planos foram frustrados e percebi que melhor e mais proveitoso seria utilizar um jargão clássico para mochileiros de todo o planeta e aplicá-lo em sua totalidade nesse meu périplo pela Ásia – “travel slow”, e foi assim que eu embarquei no último dia 27 de dezembro de 2011 rumo a Bangkok, com a South African Airways.

Confesso que há tempos, desde o mês de março de 2011, quando efetivei a compra da passagem aérea que me lançaria no continente asiático que ensaio em escrever esse primeiro post dessa nova série de matérias que o Blog Boa Viagem vai ilustrar em suas páginas. Meu objetivo com essa viagem era conhecer o que existe depois do mar. Nunca havia feito uma viagem transatlântica em minha vida até então. Ter a oportunidade de experimentar o gosto da África em uma viagem tão fantástica quanto foi essa foi o algo mais que eu esperava. E eu poderia muito bem resumir esses últimos dias…, e isso vou tentar fazer no próximo parágrafo…

Soccer City - Johannesburg
Eu e meus companheiros de viagem na Africa do Sul

Viajei de Goiânia para Guarulhos e de lá parti rumo a Johannesburg, na África do Sul onde faria uma escala de 6 horas antes de embarcar para Bangkok na continuação desta viagem com a Thai Airways. Nessas 6 horas eu consegui fazer a imigração, loquei um taxista no aeroporto para visitar o Lion Park e de lá uma passadinha rápida no Soccer City. Como estávamos viajando em 5 pessoas acabou ficando muito barato e valeu a pena ter sentido esse gosto de quero mais voltar pra África =D. Depois disso, embarcamos no charmosíssimo Boeing da Thai para uma viagem noturna de 10 horas rumo a BKK. E como foi fabuloso o atendimento desse pessoal, já nos dando a previsão do que iríamos encontrar horas a frente em solo tailandês.

Big Buda - Koh Samui - Thailand
Big Buda – Koh Samui – Thailand

Chegando em Bangkok, na mesma noite viajamos para as ilhas Samui (Koh Samui e Koh Phangan), viramos o ano na full moon party e descemos para Koh Phi Phi para 5 dias com direito a caminhadas, praias, snorkelling, passeios, festas e tudo mais. Em Samui fizemos o planejamento rápido do que seria “must-see” nessa viagem. E foi nesse momento que nos pareceu mais favorável voar para o sul do que voltar ao norte e explorar mais o que seria o proposito inicial dessa viagem, os quatro países que meio que são uma rota padrão para aqueles que querem conhecer melhor essa região – Tailândia, Laos, Vietnam e Cambodia. Pois bem, nessa altura resolvemos em nosso grupo trocar o Laos pela Indonésia e compramos um voo de 200U$ da AirAsia desde Phuket(Tailândia) para Denpasar(Bali – Indonésia) e fizemos a escolha mais acertada dessa viagem.

Plantações de Arroz ao fundo em Ubud - Bali - Indonésia
Plantações de Arroz ao fundo em Ubud – Bali – Indonésia

Ao chegar na Ilha de Bali, locamos um carro e corremos em seis dias as seguintes cidades/vilarejos – Denpasar, Ubud, Tulamben, Kuta e Ulwata. Definitivamente esta foi a parte mais econômica e interessante. Tanto pelo estilo de vida dos balinenses quanto pela forte e constante presença da religião HINDU em todos os lugares em que passávamos. Esta vai ser uma das fases mais interessantes de se relembrar escrevendo aqui no meu diário de bordo. Em Ubud compramos o resto do que faltava para chegarmos de volta a Bangkok para nosso voo de retorno ao Brasil no dia 28 de janeiro do ano de 2012. E vocês têm noção do que foi que compramos? Pois bem – foram os seguintes ítens: a carta de pré-aprovação do visto vietnamita para conseguirmos adentrar o país via Aeroporto Internacional de Hanói; um voo com a Sriwijaya Air desde Denpasar até Jakarta; um voo internacional de Jakarta até Hanói com escala no Changi(Sigapore) e por fim mais um trecho com a Vietjet desde Hanói até Ho Chi Minh City, já no sul do Vietnam para enfim estar de volta no roteiro que nos levaria de ônibus até Bangkok. Maiores detalhes sobre como compramos, encaixamos e visitamos todos esses lugares virão com os tempos devidamente documentados nas páginas do Blog.

Halong Bay - Vietnam
Halong Bay – Vietnam

Em 33 dias e 13 boarding pass’s depois descobri tantas pessoas em vários lugares! Quantas informações catalogadas, tantas que até posso dizer que conheço um pouco da Tailândia, Indonésia, Vietnam e Cambodia. Um pouco pois quanto mais conheço, mais vejo que não conheço nada! Tanta alegria e tristeza, falsidade e também lealdade! Tanta poluição, fome e miséria em um planeta que luta contra o aquecimento global, mas que ao mesmo tempo destrói, mata e danifica seu próprio lar. Visitei lugares nojentos e paradisíacos, onde fome, miséria e turismo tentam viver em harmonia. Conheci lugares paradisíacos que sempre hostentavam sua proporção sensata de pobreza e desfalência. O mundo como conhecemos hoje não durará tanto tempo e nisso acabo sempre por entender que ficar á deriva nesse grande barco mundial pode ser um custo muito maior do que os meros U$ 1.200 que gastei nesses últimos 33 dias.

Ficou curioso?! Quer saber um pouco mais do que eu vi, senti e registrei nesse meu período longe da nossa pátria amada?! Pois então não deixe de acompanhar todas as nossas publicações, tanto por aqui, quanto no facebook e twitter. Hoje reconheço não conhecer nada daquilo que chamo de lar e me predisponho a aprender cada vez mais a entender as pessoas que populam esse mesmo ambiente em que vivemos.

Autor
Luiz Jr. Fernandes
Luiz Jr. Fernandes
Sou um analista de sistemas, fotógrafo, autor deste blog e viajante profissional. Já conheci mais de 70 países em todos os continentes do mundo. As minhas matérias são 100% exclusivas, inspiradas em experiências reais adquiridas nos destinos que visito. Obrigado por ler e acompanhar o meu trabalho.
Comentários do Facebook
5 comentários publicados
    1. Tenho acompanhado seu blog por algum tempo e essa sua nova aventura me chamou atenção, pois através da sua experiência iremos conhecer um pouco mais desse mundo desconhecido para a maioria de nós, visto que sempre ficamos presos aos Estados Unidos e Europa em se tratando de turismo. Espero que os próximos posts não demorem !! Parabéns !! 

  1. Poxa pessoal, mto obrigado pelos comentários! Realmente estou bastante motivado para compartilhar tudo sobre essa viagem o mais urgentemente possível! O negócio é que está sendo difícil processar os mais de 40Gb de dados capturados nesses paises! Mas com o passar dos dias as coisas vão se encaixando e os posts vão acontecendo 😉

    1. Tenho acompanhado seu blog por algum tempo e essa sua nova aventura me chamou atenção, pois através da sua experiência iremos conhecer um pouco mais desse mundo desconhecido para a maioria de nós, visto que sempre ficamos presos aos Estados Unidos e Europa em se tratando de turismo. Espero que os próximos posts não demorem !! Parabéns !! 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.