Depois de desembarcar do belíssimo voo entre Oahu e Maui, estávamos em Kapalua, sem hotel reservado, sem carro alugado, apenas com os 7 quilos da mochila, câmeras e disposição alucinante por conhecer tudo que nos era possível com os 4 dias e meio que teríamos.

O que fazer em Maui

Foi incrível chegar naquele aeroporto, com Lanai ao fundo e aquele visual inacreditável do oceano ao fundo – apenas aguçou um pouco mais o desejo de explorar esta nova ilha.

Depois de encontrar o ponto de coletivos mais próximo do pequeno aeroporto de Kapalua, aguardamos por alguns momentos enquanto decidíamos qual seria a melhor opção para iniciar a exploração deste mais novo destino.

Era preciso encontrar primeiramente uma base de apoio, um bom albergue que nos permitisse uma boa noite de descanso, conexão com a internet e uma boa e barata refeição.

Foi decidido que iríamos para a região da capital da Ilha de Maui, a cidade de Kahului.

Ali está o principal aeroporto, bem como grandes shopping centers, estrutura para atender o turista, hotéis, resorts e alguns albergues. Antes de chegar até lá o coletivo fez uma parada em um shopping próximo da cidade de Lahaina, onde indícios nos preparavam para o que viria pela frente: as baleias jubarte são presenças confirmadas em qualquer mergulho nas redondezas dessa ilha havaiana – encontramos uma maquete com os ossos de uma delas e isso fez com que o desejo de encontrar animais como esses aumentasse bastante.

Maui suas praias e baleias
Maui suas praias e baleias

Belas praias! Justamente, leitor, Maui possui belíssimas praias, consegui perceber isso sem muito esforço, ainda pela janelinha do ônibus que nos levou até Kahului. Mas só há condições de conhecer essas praias e observar as baleias investindo certo tempo, disposição e a ajuda de um veículo alugado – sem um carro nas mãos, o jogo fica totalmente desproporcional e o visitante acaba partindo de Maui sem conhecer os destaques!

E por falar nas Jubartes, esses incríveis mamíferos transformam as águas de Maui em sua residência oficial de inverno! É possível observar seus jatos de água aparecendo no meio do oceano em qualquer ponto próximo da praia! É comum encontrar turistas parados apreciando o horizonte com bastante paciência à espreita dessas gigantes dos oceanos!

Comum encontrar com baleias-jubarte em Maui
Comum encontrar baleias-jubarte em Maui

O percurso do coletivo durou cerca de 2 horas. Ficamos em um dos Shoppings próximo do aeroporto pois precisávamos adquirir SIM Cards de operadoras telefônicas dos EUA para auxiliar nas correrias dos próximos dias de viagem. Depois voltamos caminhando (uma longa caminhada a propósito) até a região central de Kahului – estávamos em busca de um albergue para a primeira noite. Foi difícil conseguir hospedagem sem reserva prévia! Um dos donos de um dos hostels visitados simplesmente gargalhou na cara do viajante aqui ao ver que estávamos completamente rodados e sem hospedagem para a noite que já estava bem próxima.

Kahului - Maui - Havai
Kahului – Maui – Havai

Conseguimos duas camas no NorthShore Hostel, considerado por várias reviews como o melhor albergue de Maui.

Lá conheci um brasileiro e uma argentina que estavam completamente decepcionados com Maui – eles não conseguiram dias de sol e para completar estavam por conta dos serviços de transporte coletivo – grande problema nesta ilha – desde que os ônibus demoram uma eternidade para passar nos pontos e nisso o tempo vai indo embora.

No princípio fiquei um tanto quanto preocupado pois não tinha sequer a ideia de como conseguiria encontrar um veículo para alugar num custo acessível e bateu aquele receio gigantesco de ir embora de Maui sem conhecer direito ao menos os maiores destaques turísticos deste destino tão paradisíaco.

Kapalua, parques e praias de Maui
Kapalua, parques e praias de Maui

O problema com o aluguel do carro foi resolvido rapidamente logo no segundo dia pela manhã.

Com certeza sem o veículo alugado não teria sequer a metade das fotos que ilustram essa bela introdução à Ilha de Maui.

Seus belos beach-parks foram a minha residência durante os quatro dias completos em que estive nessa ilha e vou contar em detalhes em novas matérias sobre como consegui alugar um carro pagando barato e como eu consegui sobreviver sem muito sofrimento com esse carro, eliminando o custo com as hospedagens e maximizando as oportunidades de conhecer novos lugares nesse curto período de tempo.

Foi com a ajuda deste veículo alugado que conseguimos conhecer a belíssima Road to Hana (estrada para Hana), uma rodovia cênica, construída na orla dos desfiladeiros, com cerca de 95% de curvas conectando a cidade mais ao sul de Maui, a bela Hana.

Belas cachoeiras e muita água doce
Belas cachoeiras e muita água doce na Rodovia para Hana

Uma ilha de contrastes naturais, diversidades, cores e sabores inigualáveis. Poder em um mesmo dia sair do meio das curvas da rodovia para Hana e pegar uma nova estrada, também com muitas curvas, mas que levam até o topo da cratera do Haleakala.

Nas alturas da cratera do vulcão Haleakala
Nas alturas da cratera do vulcão Haleakala

A Maui da impressionante Cratera Molokini (Molokini Crater), em forma de meia-lua, com a altura de um prédio de 40 metros – definitivamente um dos mais emocionantes mergulhos que pude experimentar na vida até então, desde que fora realizado com direito a trilha sonora emitida pelas Baleias Jubarte!

Mergulho no Molokini Crater
Mergulho no Molokini Crater

Muito mais sobre o Havaí, as dicas que você não encontra nos outros blogs, os segredos para se dar bem e pagar o preço justo só é possível encontrar aqui no Blog Boa Viagem! Hana, Molokini Crater, vulcão Haleakala e muito mais nos próximos capítulos deste #AlohaTour! Curtiu? Sou fã de leitor que comenta!! Deixa uma mensagem aí vai!

Autor
Luiz Jr. Fernandes
Luiz Jr. Fernandes
Sou um analista de sistemas, fotógrafo, autor deste blog e viajante profissional. Já conheci mais de 70 países em todos os continentes do mundo. As minhas matérias são 100% exclusivas, inspiradas em experiências reais adquiridas nos destinos que visito. Obrigado por ler e acompanhar o meu trabalho.
Comentários do Facebook
6 comentários publicados
  1. Fala Luiz viajante…rsss….muito bacana seu life style no hawai…pretendo ir a MAUI, mas, assim como o brasileiro e a argentina, também não terei acesso a carro….fobias ao volante….há um hostel por lá com tours diários para várias atrações (vulcão, hana road, mergulho….) Você me aconselharia? Abraços

    1. Fala Ricardo, tudo joia?! Obrigado por seu comentário e visita aqui no blog. É possível conhecer bem Maui sem alugar um carro, mas sinceramente você vai gastar um dinheirão em cada um dos passeios que fizer, as melhores praias são sempre distantes e não tem transporte coletivo passando toda hora. Você pode até conseguir umas caronas e se virar do jeito que der aproveitando apenas o que quiser fazer pelos passeios, mas sinceramente cara? Não vale a pena perder a chance de dirigir você mesmo a rodovia para Hana e os caracóis da estrada que leva até o topo do vulcão. Aluga um carro e vai na fé amigo, ou se tiver mesmo realmente com receio disso, você encontrará alguns albergues em Kahului, mas prepare-se para caminhar por horas ou pagar vários dólares de táxi (a propósito a hospedagem no hostel deve estar em uns U$ 40,00 – para quarto compartilhado), eu consegui alugar carro por U$ 25 a diária 🙂

  2. Luiz, Que delícia seus posts, por coincidência vamos fazer as mesmas ilhas que você, chegamos por Maui, e eu quero no próximo dia viajar para Big Island, alguma dica de hostel barato de fácil acesso para o aeroporto de Kahului?? A dica do Craiglist será fundamental para nosso planejamento. Obrigadão

    1. Olá Fabiane, tudo joia?! O bom seria alugar um carro e ficar em Lahaina, porém lá não há hostels baratos…, eu fiquei uma noite no North Shore Hostel, acredito que um dos únicos albergues mais econômicos da ilha…, mas vale a pena dar uma googlada 🙂

  3. Olá Luiz! To com uma duvida…Vou ficar do 7 dias (6 noite) n Havai chegando em Oahu. Voce acha que vale a pena visitar Maui? E gostaria de ver o nascer o dos de cima do vulcão também, mas não queria que toda a viagem fosse muito cansativa devido aos poucos dias… ai não sei se dividis 3 e 3 dias em Oahu e Maui ou ficar a semana inteira em Maui. Abs!

    1. Oi Matteo, tudo joia?! Obrigado por visitar e comentar no blog. Eu ficaria 2 dias em Oahu e escolheria duas atrações para cada dia (que tal um dia na North Shore e outro em Kahului/Lanikai ou Hanauma Bay!?) e o resto em Maui, vai valer a pena! Abração!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.