Fala meu povo! Tudo na paz? Espero que sim! Hoje eu tô aqui para compartilhar com você as minhas impressões sobre o passeio para as piscinas naturais de Maragogi que eu fiz recentemente.

Eu estive alguns tempos atrás visitando a belíssima cidade de Maragogi Alagoas, com a oportunidade de hospedar no Salinas de Maragogi e dessa vez eu acredito que o melhor passeio foi para as piscinas naturais.

Quero te contar nesse post como foi o passeio com mais detalhes. Como eu contratei o tour, de onde partiu, quanto custou, quanto tempo durou, essas coisas básicas. Bora lá?!

Piscinas naturais de Maragogi: vale a pena?!

A primeira pergunta que eu ficava me fazendo a todo o momento que eu estive em terras alagoanas: será que vale a pena fazer o passeio para as piscinas naturais de Maragogi?!

Passeio de Lancha ou de Escuna em Maragogi
Passeio de Lancha ou de Escuna em Maragogi

Eu pensava que seria coisa de turista demais!

Até o último momento eu relutei, mas acabei me dando por vencido. Afinal de contas eu estava ali tão perto, não fazia sentido ir embora de Maragogi sem conhecer umas das mais renomadas piscinas naturais do nordeste brasileiro!

Passeio de lancha em Maragogi
Passeio de lancha em Maragogi

Tudo começou logo depois que a gente fez o checkout do Salinas. Nosso itinerário estava aberto, tinha mais um dia para gastar com o que fosse melhor. Na noite anterior decidimos que antes de partir a gente resolveria se ia mesmo nas piscinas ou deixava para lá.

Galés de Maragogi ou Taocas

Antes de seguir adiante e reservar um passeio, foi preciso decidir qual seria a piscina natural que visitaríamos nesta oportunidade: é isso mesmo! Em Maragogi é possível visitar as famosas Galés de Maragogi ou então Taocas que são piscinas naturais que ficam logo ao lado das Galés.

Corais nas Galés de Maragogi
Corais nas Galés de Maragogi

Ainda próximas a Taocas estão outras piscinas naturais, as de Barra Grande. Sendo assim é possível fazer o passeio 3 vezes e sempre combinar para ir a um lugar diferente. Esse é o primeiro tópico a ser analisado antes de seguir adiante e reservar o passeio em Maragogi.

Como eu teria só uma chance, apostei nas Galés, afinal de contas elas são as piscinas naturais mais renomadas de Maragogi. Eu queria uma piscina natural com água calminha pra brincar de snorkel e de preferência em um lugar sem muita gente.

Lanchas nas Galés de Maragogi
Lanchas nas Galés de Maragogi

Para fechar o passeio eu explorei a orla de Maragogi de ponta a ponta. Encontrei vários lugares vendendo passeios e acabei combinando com uma vendedora muito simpática que nos explicou todos os detalhes sobre cada uma das piscinas. A banquinha dela ficava no meio da orla próximo a uns quiosques e barzinhos.

Melhor forma para conhecer as piscinas naturais de Maragogi

Mar de Alagoas, próximo a Maragogi
Mar de Alagoas, próximo a Maragogi

Nesta oportunidade eu peguei o contato da vendedora e por mensagem ela me instruiu um pouco mais sobre o passeio e também sobre outra questão muito importante: a tábua de marés.

Acontece que os passeios para as piscinas naturais de Maragogi só acontecem durante a maré baixa. Não dá pra sair na maré alta e encontrar essas piscinas, pelo contrário, elas se formam sempre na maré baixa, então praticamente todas as embarcações e passeios vão flexibilizar seus horários para levar os turistas sempre no momento do dia em que a maré estiver na maior baixa.

Na minha vez a maré estava mais baixa às 7 horas da manhã!

Snorkel nas piscinas naturais de Maragogi
Snorkel nas piscinas naturais de Maragogi

Então com essas informações em mente eu já sabia como proceder no dia seguinte. A minha ideia era chegar uns 30 minutos antes e barganhar pelo preço do passeio da melhor forma possível.

Mas como isso seria feito? Como eu encontraria os barcos? De onde saem? Eu precisaria de ingresso antecipado? Bom, vai lendo que aos poucos eu vou te contando tudo como foi…

Como chegar nas piscinas naturais de Maragogi

Existem duas formas mais básicas e econômicas de chegar nas piscinas naturais. E a primeira delas não é nadando! kkkk

Acredita que teve gente me recomendando pra ir no braço! Eu nem sabia direito onde ficavam essas piscinas, então eu queria algo para desfrutar e não pra sofrer no meio do mar né não?!

Diversão nas piscinas naturais de Maragogi
Diversão nas piscinas naturais de Maragogi

Bom, voltando ao assunto das embarcações: você pode ir de lancha ou de catamarã.

Quase todo mundo em Maragogi escolhe ir de lancha, por ser mais rápido no deslocamento até as piscinas, por poder aproveitar mais tempo no que de fato interessa (que é mergulhar até ficar cansado!) e também pelas comodidades proporcionadas por estar em um grupo menor.

Piscinas naturais - Galés de Maragogi
Piscinas naturais – Galés de Maragogi

Eu voltei então pela manhã bem cedinho ao lugar onde a moça dizia ser o ponto de encontro, no meio da avenida principal da praia central de Maragogi.

Ali eu negociei com a dona dos passeios, uma senhora que era dona de um restaurante. O valor ficou em 70 reais por pessoa, nós pagamos para a senhora no cartão de crédito e esperamos até que o barco saísse. A gente também podia ter ido de Catamarã, por uns 50 reais se não me engane (por pessoa), mas achamos mais conveniente ir de lancha.

Snorkel nas piscinas naturais de Maragogi

O passeio durou cerca de duas horas e pouco e foi sensacional, valeu cada centavo.

Mergulho livre em Maragogi
Mergulho livre em Maragogi

As piscinas ficam bem pertinho do centro de Maragogi então não demorou mais do que uns 15 minutos para chegar até ao ponto de ancoragem.

Quando paramos e lançamos a âncora ao mar foi só alegria! É bom ficar esperto pois eu vi muito ouriço em cima dos corais, então é importante não encostar os pés no chão para evitar qualquer problema.

Ouriços nas piscinas naturais de Maragogi
Ouriços nas piscinas naturais de Maragogi

As piscinas não passam dos 1 metro e pouco. Perfeitas para famílias que estão viajando com crianças. Os guias são muito bons, costumam sempre levar câmera e oferecem serviços fotográficos que são cobrados à parte.

O que levar para o passeio de lancha

Eu sempre levo meu próprio equipamento para mergulhar: minha máscara que tem lentes com grau, meu snorkel, minha câmera à prova d’água e dessa vez levei também um bastão para apoiar a minha câmera enquanto mergulhava.

Vale a pena visitar as piscinas naturais?!
Vale a pena visitar as piscinas naturais?!

Acredito que é fundamental ter seu próprio equipamento de mergulho para em casos como esse não precisar gastar nada a mais para conseguir ter conforto no seu mergulho livre. Apesar de todo mundo ser muito gente fina, eles estavam cobrando cerca de 20 reais para alugar máscara e snorkel.

Águas cristalinas nas piscinas naturais de Maragogi
Águas cristalinas nas piscinas naturais de Maragogi

Eu também não iria a um passeio como esse sem o meu próprio equipamento fotográfico. Sabe como é, eu não sou muito fã de ficar pedindo para outras pessoas me emprestarem equipamento, prefiro confiar no que eu tenho.

Sempre antes de partir para passeios como esse eu tenho um ritual de separar a roupa de mergulho, o material fotográfico e o equipamento para mergulhar. Isso traz economia e conforto para as minhas viagens e também recomendo que você faça o mesmo sempre!

Hora de voltar para a cidade, valeu a pena o passeio?!

Conseguimos curtir bem o passeio, foi muito bom mergulhar nos corais e aproveitar a temperatura da água que estava bem refrescante já às 8 da manhã.

Maragogi em Alagoas
Maragogi em Alagoas

Procuramos sempre mergulhar mais afastado dos grupos, encontramos nosso cantinho nas piscinas e divertimos bastante. Eu acho que fiquei foi com pesar no fim do passeio pois se eu tivesse mais tempo com certeza eu teria aproveitado para conhecer as outras piscinas naturais de Taocas e Barra Grande.

Você já conhece as piscinas naturais de Maragogi?! Já fez algum passeio por ali que foi diferente do meu e valeu a pena?! Quero ouvir de você! Conta pra mim se tem alguma experiência por lá!

Agora se você está doido querendo visitar essas piscinas, então não perde tempo vai, rola mais um pouco a página e deixa seu comentário na caixa que vem logo a seguir.

Abração e até a próxima!


Autor
Luiz Jr. Fernandes
Sou um analista de sistemas, fotógrafo, autor deste blog e viajante profissional. Já conheci mais de 70 países em todos os continentes do mundo. As minhas matérias são 100% exclusivas, inspiradas em experiências reais adquiridas nos destinos que visito. Obrigado por ler e acompanhar o meu trabalho.
Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *