Lugares imperdíveis em uma viagem na América Central

Hoje reunimos nesta matéria alguns dos lugares que não devem nunca faltar em uma viagem até a América Central. Ali estão alguns dos destinos mais baratos do mundo, viagens de mochilão podem começar no Panamá e terminar em El Salvador a preços acessíveis e com paisagens espetaculares.

Alguns anos atrás realizei um dos maiores feitos da minha vida viajante - peguei a mochila com uma passagem só de ida para Bogotá. Eu não sabia bem ao certo o que estava fazendo, desde que essa era apenas a minha primeira experiência em um país da "Gringolândia", mas uma certeza era maior entre as minhas dúvidas e dificuldades de viajante amador: eu queria conhecer os países da América Central, que parece ser tão pequenina quando a contemplamos em um mapa, porém que é tão imensa em sua extensão territorial.

Hoje acordei relembrando da minha primeira viagem em um chicken bus, velhos ônibus escolares que conectam os destinos mais incríveis entre os países centro-americanos e confesso a você que poderia pegar a minha mochila novamente e sumir sem ticket de volta rumo a este incrível continente para explorar os lugares que não consegui visitar nesta primeira oportunidade. Além de lugares muito baratos e experiências variadas, a América Central oferta um imenso leque de oportunidades de lazer, aventura, entretenimento e cultura aos intrépidos viajantes que se aventuram por suas carreteras. Bom confira no post de hoje alguns dos lugares que não podem faltar em sua viagem de mochilão pela América Central, misturamos praias, montanhas e cidades antigas para recomendar para você alguns dos pontos turísticos que não podem faltar de jeito nenhum em qualquer aventura nos países que compõem este continente no coração das Américas.

Panamá

La Perla, uma ilha paradisíaca no Panamá
La Perla, um arquipélago paradisíaco no Oceano Pacífico do Panamá

Não somente das eclusas de Miraflores vive o turismo do Panamá. Tampouco apenas de suas paisagens impressionantes nos destinos que estão cravados no mar caribenho (leia-se Bocas del Toro e San Blás). Descobri que o lado do Pacífico também pode ser bem interessante para os amantes de aventuras no oceano e belezas paradisíacas em ilhas isoladas do continente. Na minha última oportunidade consegui observar baleias jubarte saltando no meio do mar no meio do caminho rumo ao Arquipélago La Perla, mais especificamente para uma ilhota paradisíaca chamada Ilha Contadora, onde é possível relaxar e comer lagostas a um custo irrisório com os pés na areia, além de desfrutar de algumas alternativas de esportes aquáticos, tal como o mergulho com cilindro.

Costa Rica

Puerto Viejo de Talamanca, próximo à fronteira com o Panamá
Puerto Viejo de Talamanca, próximo à fronteira com o Panamá

E já que estamos falando de praia, avançamos para o próximo país deste pequeno, porém gigantesco continente no coração das Américas para falar de um dos destinos com as melhores praias na costa do Caribe que podem ser aproveitadas em uma viagem de mochilão pela América Central. Logo ao cruzar a fronteira entre Panamá e Costa Rica é possível entrar no clima do reggae curtindo um pôr do sol espetacular nesta pequenina cidade chamada Puerto Viejo de Talamanca, especialmente no caminho daqueles que estavam em Bocas del Toro (extremo norte do Panamá, em seu lado caribenho) e estão indo até a capital da Costa Rica. Festas animadíssimas regadas a muito rum e som típico do Caribe, Puerto Viejo pode ser um dos melhores lugares para se parar entre um destino e outro numa viagem mais longa por este continente.

Nicarágua

Sussego praieiro em San Juan del Sur
Sussego praieiro em San Juan del Sur

Seguindo ainda no clima praieiro, o ponto inicial de partida de qualquer viagem até a Nicarágua para aqueles que estão mochilando por este continente, provindos desde a Costa Rica é a belíssima cidade colonial de San Juan del Sur. Pequenina e extremamente econômica, esta cidade bomba como um dos destinos preferidos dos visitantes internacionais nesta nação centro-americana que desejam curtir boas ondas, pegar um sol e desfrutar das deliciosas comidas nicaraguenses (recomendo muito o gallo-pinto, uma espécie de baião de dois muito bom!). San Juan é um ótimo refúgio para recarregar as baterias, descansar, curtir a boa onda da cidade e seus espetaculares finais de dia na orla do Oceano Pacífico e sem dúvidas foi uma das melhores cidades que conheci em minha viagem de mochilão neste país.

Honduras

Ruínas Maia em Copán, Honduras
Ruínas Maia em Copán, Honduras

Deixando as praias para trás e mergulhando no oceano cultural composto basicamente por legados históricos que nos foram deixados pelos Maias, os povos pré-colombianos que habitaram vastamente as terras desta região do nosso continente, a próxima atração que não pode deixar de ser visitada em sua viagem até a América Central é inacessível, difícil de chegar e que pode escrever experiências em suas lembranças que durarão para toda a posteridade. As ruínas maias de Cópan estão em uma área remota de Honduras, longe da capital Tegucigalpa e também de San Pedro Sula, as duas principais cidades desta nação. É preciso viajar até próximo da fronteira com a Guatemala para conhecer a pequenina Copan Ruínas, portal de entrada para uma vasta cidade histórica que está em ruínas hoje e que foi antigamente uma das maiores metrópoles do Império Maia nas Américas.

Guatemala

Capital do Império Maia em Tikal, extremo norte da Guatemala
Capital do Império Maia em Tikal, extremo norte da Guatemala

Por falar em Império Maia, no próximo país de nossa viagem pela América Central, um dos lugares que não podem faltar em qualquer viagem por este continente é uma visita até a cidade de Flores, no extremo norte da Guatemala, lugar que serve como base para as explorações de uma das mais bem preservadas e espetaculares cidades históricas que reinou absoluta antes dos europeus chegarem ao nosso continente. Tikal é um dos destinos que todos os amantes de cultura e apreciadores da história antiga devem conhecer. Completamente isolada do desenvolvimento das grandes cidades da Guatemala neste nosso século, Tikal apresenta-se como um legado cultural que deve ser passado por todas as próximas gerações, justamente para incentivar a necessidade de preservação das culturas como patrimônio da humanidade.

El Salvador

Praia de El Tunco em La Libertad, El Salvador
Praia de El Tunco em La Libertad, El Salvador

Em El Salvador eu descobri a Liberdade! E isso com cada uma das letras que compõem o nome do balneário praieiro de La Libertad, uma das alternativas que os habitantes de São Salvador possuem para desfrutar do sol e calor que brinda as praias da costa do país. Alguns dos melhores pontos de surf de toda América Central estão localizados neste país, que é conhecido pela alegria e boa receptividade do seu povo. Pena que a economia é dolarizada e faz com que este seja um dos destinos mais caros da América Central.

E por falar em caro ou barato, se eu fosse classificar genericamente com base nas experiências que eu obtive viajando nesses países eu classificaria, do caro ao mais econômico: Panamá, El Salvador, Costa Rica, Guatemala, Honduras e Nicarágua, contudo é claro, o objeto "caro" ou "barato" varia para cada tipo de viajante (você pode fazer uma viagem na Nicarágua ser mais cara do que a minha viagem inteira na América Central, compreende!?)

Bônus: Caye Caulker em Belize

Caye Caulker / Belize
Caye Caulker / Belize (wikimedia)

Um lugar que ainda não tive a oportunidade de conhecer: Belize e seus cayes. Em meio à imensidão do mar caribenho, eis que existe um pequeno vilarejo de pescadores chamado Caye Caulker, pérola do turismo no continente centro-americano. E na sua opinião, qual é o lugar mais lindo da América Central?! Fala ae nos comentários vai! Abração e até amanhã ;)

Luiz Jr. Fernandes
Autor

Luiz Jr. Fernandes

Analista de TI, empresário, fotógrafo e viajante.
Perfil do autor no , facebook e twitter.

Veja nossas últimas matérias
Clique para ver mais matérias