Mergulho com cilindro em Anguilla

Aproveitando a deixa de ontem sobre Anguilla, hoje complementamos os relatos sobre esta micro nação caribenha documentando o mergulho com cilindro que realizei em um navio naufragado próximo à ilhota chamada Sandy Island.

Já que toquei no assunto Anguilla aqui no blog ontem, quando falamos sobre a Little Bay, um dos lugares mais lindos do mundo, apareceram alguns visitantes desejando conhecer um pouco mais sobre esse destino turístico no Caribe, eis que consegui compilar finalmente os resultados de uma das atividades que realizei nesta oportunidade. Este é um micro país insular encravado em uma área realmente muito privilegiada do Caribe, uma região chamada de West Indies (Índias Ocidentais), denominação de algumas ilhas das Antilhas e Bahamas.

Estamos relando a verdadeira experiência obtida em mergulhos com cilindro em um dos lugares mais propício para esta atividade no entorno de St. Maarten, St. Barths e Anguilla, sinceramente este lugar deveria estar no topo da lista de desejo de qualquer mergulhador ávido por desbravar as profundezas dos oceanos mais paradisíacos de todo nosso planeta.

Mergulho em Anguilla com Shoal Bay Divers
Mergulho em Anguilla com Shoal Bay Divers

Com águas claríssimas, areia branca no fundo do mar, sol e céu azul constantes e poucas correntes marinhas, Anguilla oferece um cenário bem confortável para iniciantes, se transformando em um verdadeiro parque de diversões para mergulhadores avançados. Veja nas fotos da montagem anterior que o ponto de partida dos mergulhos (Crocus Bay) parece uma gigantesca banheira com água represada, algo típico da topografia plana de Anguilla, é realmente normal encontrar praias incrivelmente planas, com o bônus de não ter praticamente ninguém na água.

Esvaziei dois tanques com a galera da Shoal Bay Divers, uma das únicas operadoras de mergulho do país. Sinceramente eu gostei do trabalho realizado por eles, realmente muito profissionais, porém tenho algumas ressalvas a expressar: para mergulhar com eles é preciso fazer uma reserva antecipada no valor da metade do mergulho (que me custou 100 dólares). Achei um absurdo ter que fazer isso tudo meio que de última hora, quando eu poderia muito bem visitá-los no dia do mergulho e pagar tudo a vista. Bem foi apenas um detalhe e que acredito que deve ser mencionado por aqui. Se você for mergulhar em Anguilla, vai ter que reservar antes pela internet e pagar a metade para ter a garantia de realizar o mergulho no dia planejado.

Detalhes à parte, vamos ao mergulho. Nosso primeiro ponto foi próximo à Sandy Island (ou Sandy Ground), considerado um dos lugares mais bonitos do país, foi um mergulho em naufrágio, mais especificamente no maior naufrágio de Anguilla...

Mergulho em naufrágio no Caribe
Mergulho em naufrágio no Caribe

Mergulhar no The Sarah foi uma grande diversão para todos nós. A embarcação encontra-se verdadeiramente intacta a uma profundidade que pode variar entre os 10 e 25 metros de profundidade. Assim como a grande maioria dos naufrágios que circundam esta belíssima ilha caribenha, este navio foi vítima de um furacão, que o fez ir por água abaixo, uma pena para os donos do navio, porém atualmente a natureza agradece a possibilidade de utilizar os resquícios como terra fértil para a criação de recifes artificiais.

Naufrágio Sarah, um dos mais preservados de Anguilla
Naufrágio Sarah, um dos mais preservados de Anguilla

Já tinha mergulhado em alguns naufrágios anteriormente e posso seguramente garantir a você, estimado leitor: explorar naufrágios em águas calmas como as de Anguilla é uma das coisas mais divertidas que você pode realizar em baixo da água :)

Visibilidade incrível e águas mornas no Caribe Britânico
Visibilidade incrível e águas mornas no Caribe Britânico

Era possível contemplar a beleza de cardumes de cores vívidas enquanto deslizávamos tranquilamente de proa à popa da embarcação no fundo do mar. Eu gosto muito de apreciar a "macro-vida" em ambientes como esse, é comum ver lesmas e outros animais estranhos grudados nos corais que foram se alastrando no convés do navio. Com a segurança de que não precisávamos seguir um dive master, já que nos ateríamos a explorar apenas o local do naufrágio, nos agrupamos dois a dois e tivemos a liberdade de conhecer cada canto na nau sem pressa, foi aí que consegui avistar colônias inteiras de lagostas sobrevivendo em meio aos destroços.

Explorando naufrágios em Anguilla
Explorando naufrágios em Anguilla

Realmente espetacular e não haveria melhor forma de transmitir a realidade dessa experiência do que filmando e compartilhando contigo os melhores momentos destes mergulhos em um vídeo que estou anexando ao final deste post, não deixe de assisti-lo!

Nosso primeiro tanque se esgotou com pouco mais de 50 minutos de exploração do navio naufragado. Fizemos a parada de segurança e voltamos para a embarcação que nos levou novamente até a Crocus Bay, onde desfrutamos um pouco do sol quente e das águas calmas para posteriormente voltar ao fundo do mar. Desta vez fomos conhecer um jardim de corais também localizado nas proximidades de Sandy Ground.

Segundo tanque de mergulhos explorando jardins de corais
Segundo tanque de mergulhos explorando jardins de corais

Vegetação marinha abundante com grande presença de cardumes de peixes exóticos caribenhos em um mar quentinho e com visibilidade espetacular, assim eu definiria um pouco do que foi o segundo tanque nos mares de Anguilla, haviam muitas espécies de esponjas, pepinos do mar e tipos variados de corais.

Explosão de cores em mergulho com visibilidade impressionante
Explosão de cores em mergulho com visibilidade impressionante

Era comum ver uma carcaça ou outra de lagosta enquanto deslizávamos acima dos corais e de toda vegetação. A sensação de gravidade zero em um mar tão transparente chegava a confundir um pouco os olhos, parecíamos voar em um céu de azul infinito repleto de vegetação e vida marinha.

Belos corais e vegetação marinha preservados em Anguilla
Belos corais e vegetação marinha preservados em Anguilla

Foram bons mergulhos e com certeza fica a minha recomendação para que se um dia você estiver nessa região do Caribe, não deixe de incluir ao menos dois dias em seu itinerário para conhecer as águas claras, quentes, calmas e repletas de vida marinha em Anguilla. A seguir você pode assistir ao vídeo completo desta atividade:


Explorando naufrágios em Anguilla

Todos os lugares que tocamos com as mãos foi com a consciência necessária de onde estávamos encostando. Somos cientes das regras básicas do mergulho autônomo que orientam a NÃO TOCAR EM NADA ABAIXO DA ÁGUA, tanto para preservação ambiental quanto para a própria segurança do mergulhador. A carcaça de lagosta que eu peguei para tirar uma foto estava vazia, eram restos de uma lagosta que com certeza foi devorada por algum animal maior. Nos naufrágios encostamos algumas vezes em algumas áreas do navio para tirar fotos, porém com toda a orientação e cautela necessária para não degradar o ambiente, tudo DEVIDAMENTE SUPERVISIONADO PELO DIVE MASTER desta expedição. Nós não motivamos ou fazemos apologias a qualquer tipo de degradação ambiental, ou egocentrismo fotográfico.  Os mergulhos são unicamente realizados para contemplação e documentação.

Luiz Jr. Fernandes
Autor

Luiz Jr. Fernandes

Analista de TI, empresário, fotógrafo e viajante.
Perfil do autor no , facebook e twitter.

Veja nossas últimas matérias
Clique para ver mais matérias