Reflexões de um viajante solitário - o retorno

Compartilho nesse post algumas das mais sinceras reflexões obtidas no decorrer destes últimos dias em minha viagem solitária ao México e Estados Unidos.

Hoje escrevo este post do chão do aeroporto internacional de Fort Lauderdale, na Flórida, bem pertinho de Miami. Escrevo para compartilhar os meus sentimentos solitários como um viajante que está quase por finalizar uma viagem de 15 dias entre Cancun, Playa del Carmen, Cozumel e Flórida Central. E com muito orgulho, satisfação e alívio escrevo este post. Isso pois acabo de devolver o carro alugado aqui na locadora, com sucesso absoluto! Foram cinco dias sozinho nos Estados Unidos, e pela primeira vez na minha vida com um carro alugado por minha conta. Exatamente pessoal! Já conheço mais de 20 países (até o presente momento) e só agora consegui obter mais essa experiência! Foi incrível e tenho muito a compartilhar com vocês!

Aos ouvidos de muitos viajantes experientes pode ser até um tanto quanto de imaturidade da minha parte! Um jovem rapaz de 30 anos de idade que só agora conseguiu se ver livre dos transportes públicos e proclamou sua própria independência, optando por estar em um carro alugado, ganhando mobilidade e autonomia, mas assim me sinto hoje - um tanto quanto aliviado e contente, por ter conseguido obter sucesso absoluto, sem uma multinha sequer, e totalmente invícto nessa situação. É sem dúvidas uma vitória a mais em minha vida.

Até já havia experimentado locações de automóveis (e principalmente de motos) em outros países, mas dessa vez confesso estar sentindo um certo prazer em escrever esse post logo depois de devolver o veículo intacto para a locadora. Por mais que possamos cometer erros, é bom ver que também temos força suficiente para superar novas empreitadas, tal como essa. Não é tão fácil estar sozinho e ter apenas você mesmo para palpitar em suas decisões (ao entrar em uma avenida errada, por exemplo). É evidente que aprendizado e experiência andam juntos, mas hoje acredito com total firmeza que temos que nos submeter ao novo para evoluirmos um pouco mais como pessoas.

E confesso ainda que tinha um certo receio quanto a carros alugados. Sempre tive medo de alugar um veículo e no primeiro cruzamento, logo na saída do aeroporto vir um louco e comprometer o sucesso da viagem. Pois esse receio foi constante nos cinco dias que estive com o veículo da locadora, e foi uma sensação intensa de alívio ao devolver o carro sem um arranhão sequer ( e obter meu depósito de U$ 250,00 de volta ). E tudo aconteceu com muita naturalidade. Foi ótimo. Mas minhas reflexões deste post vão além dessa premissa.

Ontem a noite escrevi o seguinte em minha página pessoal da rede social "facebook":

VIAJAR, rodar o mundo, conhecer lugares INCRÍVEIS, não por vê-los na TV ou internet, mas pelo orgulho de dizer que a planta dos meus pés tocaram aquele solo. Muitas pessoas acham que tenho grana, sou rico, mas quem me conhece de verdade sabe que vivo no limite das finanças, a questão, meus prezados, é única: OPTAR por não perder a vida inteira trabalhando, ou brigando, ou se corrompendo, e investir o tempo que temos nesse mundo nos libertando de nós mesmos e indo além das fronteiras impostas pelos países. Deus fez o mundo para que possamos desfrutar do melhor dele. And is up to me, and up to you as well, you MUST CHOOSE A BETTER LIFE TO YOU ;)

E o que me motivou a escrever essas palavras foi um sentimento muito sincero e verdadeiro! Muitas pessoas são acomodadas, acreditam ser melhor estar sempre no mesmo lugar, não se colocam a prova! Estão sempre dentro de seu círculo de confiança. Pois eu sou o tipo de pessoa que ama quebrar paradigmas e me coloco a prova diariamente. Viajar não é sempre mil maravilhas! Muitas pessoas curtem as fotos bonitas, as paisagens, mas pouco sabem como é dormir no chão frio de um aeroporto para poder conseguir alcançar seus objetivos.

Quando estamos longe das pessoas que amamos, principalmente se estamos apenas com nós mesmos, acabamos ficando mais sensíveis! É fácil conseguir expressar a realidade dos sentimentos e acima de tudo: é óbvio fazer avaliações e colocar pesos e medidas para todas as circunstâncias da vida normal. E essa é uma das principais motivações que permanecem vivas, latentes dentro do meu interior. Sempre que posso me coloco a prova, tentando ir além, realizando objetivos que estão aquém da minha "zona de conforto pessoal".

Muitas pessoas curtem as minhas viagens, realmente amam o que faço e acompanham cada atualização aqui no blog e nas redes sociais, mas poucas são as pessoas que têm as mesmas motivações - que se colocam a prova, que optam por agregar conhecimento e experiência fora do seu círculo de confiança - e acredito que não há melhor lugar para sermos devidamente testados do que o mais distante possível das fronteiras de nosso país de origem.

Hoje minhas reflexões vão além do óbvio e tentam se superar! Espero que as pessoas que passam por aqui, que realmente lêem os posts e que comentam, que possam fazer como eu. Se superar. Gostaria muito de ser um exemplo para sua vida, prezado leitor. Que depois de ler mais essa publicação aqui no Blog Boa Viagem, que você opte por realizar façanhas, fazer coisas novas, estar além daquilo que você considera uma rotina pacata. Ponha-se a prova, acredite que você também é capaz de vencer as fronteiras do seu pensamento e evolua! Rompa com o comodismo, acredite que você é capaz de conhecer lugares inacreditáveis! No fim, o peão e o rei voltam sempre para a mesma caixa. Enquanto o fim não chega, faça a diferença e dê o cheque-mate em sua vida normal. Estes são meus mais sinceros votos de liberdade e evolução, a todos aqueles que admiram as loucuras que tenho realizado ultimamente. São elas as responsáveis por me manter sempre em constante movimento. Acredite que você também é capaz de explorar o novo, de conhecer uma nova cultura, de aprender novas línguas de experimentar do melhor do que existe nessa Terra. Faça hoje. Opte por viver novos rumos em sua vida pessoal. Assim tenho vivido nos últimos anos, com imensa satisfação e um belo sorriso no rosto ;)

 

Sobre o #ArribaTour

Esta foi uma excursão solitária realizada entre 23 de maio e 6 de junho do ano de 2012. Nesta oportunidade visitei as cidades mexicanas de Cancun, Playa del Carmen e Cozumel. Foram firmadas diversas parcerias entre este blog e algumas instituições do segmento hoteleiro do México. Experimentamos, com o objetivo de fazer as revisões dos seguintes hotéis: Quetzal Hostel e Hostal Chac Mool em Cancun, Hotel Lunata em Playa del Carmen e Mi Casa en Cozumel. Aos administradores dessas instituições, ficam nossos mais sinceros agradecimentos, por ter-nos recepcionado gentilmente sempre com o seu melhor! Todos os custos com diárias foram cortesia dos hotéis.

Após explorar o México por 7 dias, embarquei em um voo para os Estados Unidos (Fort Lauderdale), e desde esta cidade, em parceria com a Mobility - locadora de veículos, seguimos com nosso tour em uma incrível viagem de ida e volta até Kissimmee, cidade vizinha a Orlando. Aproveitamos nossa viagem a essa região dos Estados Unidos para conhecer o SeaWorld Parks, que também gentilmente ao conhecer nosso intinerários nos enviou os convites para seus parques sem custos adicinais de entrada.

Luiz Jr. Fernandes
Autor

Luiz Jr. Fernandes

Analista de TI, empresário, fotógrafo e viajante.
Perfil do autor no , facebook e twitter.

Veja nossas últimas matérias
Clique para ver mais matérias