Direção automatizada em Palo Alto na California

Nosso segundo grande objetivo em terras californianas na Bosch World Experience foi conhecer o QG da Bosch em Palo Alto, onde conseguimos fazer um passeio por uma rodovia a mais de 120 km por hora em um carro que se dirige sozinho.

Um dia após o tour que nos levou a cruzar a Golden Gate Bridge em bicicletas movidas a motores elétricos com tecnologia Bosch, foi hora de conhecer o QG da Bosch na região mais tecnológica do planeta: Palo Alto na Califórnia. Nosso dia estava repleto de atividades interessantes; além de conhecer os laboratórios onde os engenheiros desta instituição desenvolvem o que há de mais atual nas tecnologias para a vida, nós tivemos a oportunidade de conhecer um protótipo de veículo com automação informatizada, ou seja: um carro que se guia sozinho.

Eu sou um cara realmente fanático por novas tecnologias e acredito que foi de grande valia ter caminhado pelos corredores que compõem a sede da Robert Bosch Research and Technology Center nos Estados Unidos. Logo no momento de nossa chegada, o grupo foi dividido para que a experiência fosse mais proveitosa. Junto com Hong Khay, meu amigo da Malásia exploramos primeiramente o setor onde são desenvolvidos os avanços tecnológicos em baterias e armazenadores de energia em geral, acredito que meu smartphone iria amar uma nova bateria que dure mais tempo...

Laboratórios onde acontecem os avanços tecnológicos em baterias Bosch
Laboratórios onde acontecem os avanços tecnológicos em baterias Bosch

Como boa parte das ferramentas elétricas da Bosch utilizam baterias, é fundamental que exista o avanço tecnológico nesse segmento tão complicado em evoluir devido às matérias primas disponíveis atualmente. É aqui que eles estudam as possibilidades de fazer uma bateria menor, mais leve, que dure mais tempo e que carregue com maior velocidade. Com certeza o futuro das baterias passa pelas paredes desse laboratório.

Posteriormente fomos conhecer o Alan, literalmente "O CARA" do departamento de robótica. Ele é um robô (PR2) que foi adotado pela Bosch desde outra empresa e o mais interessante foi saber que todas as linhas de código fonte que instruem as ações de Alan são open source. Disponíveis para o colaboração mútua via web, é possível editar novos recursos e criar instruções para que Alan possivelmente esteja limpando o chão da sua casa em alguns anos ;)

Robô Bosch controlado por realidade expandida
Robô Bosch controlado por realidade expandida

Nós utilizamos um dispositivo de realidade imergida chamado "Oculos", onde nos colocamos no lugar de Alan e tentamos manipular objetos com as próprias mãos deste robô. Seus olhos são duas câmeras de alta resolução. Em sua cabeça há um kinect como o utilizado nos videogames atuais. Foi legal estar próximo de tremenda tecnologia e o Hong Khai chegou a escrever algumas palavras com as mãos do robô (tudo remotamente!)

O grande destaque do dia ficou por conta do momento em que entramos na garagem de testes deste QG Bosch em Palo Alto/Califórnia. Uma BMW com o porta-malas abarrotado por dispositivos tecnológicos de última geração que é a base de estudos da direção automatica Este veículo é capaz de controlar a velocidade em percurso, trocar de faixas, evitar batidas de outros veículos e tudo por sua conta própria.

Carro com direção automatizada via software
Carro com direção automatizada via software

Nós fomos para uma rodovia e dirigimos a mais de 120 km por hora e o motorista do carro sequer encostou as mãos no volante durante todo percurso. Uma série de monitores mostrava a rodovia como um grande gráfico e interpretava os sinais enviados pelas câmeras adaptadas ao redor do carro, conseguindo reconhecer os veículos evitando assim qualquer impacto. Foi realmente interessante dar uma analisada por alguns momentos no cérebro deste carro que se dirige sozinho, tentando conseguir entender o que toda aquela parafernália fazia de tão mágico a ponto do carro conseguir até mesmo fazer ultrapassagens em segurança em uma das highways dos Estados Unidos.

Passeando em uma highway a mais de 100 por hora em um carro que se controla sozinho
Passeando em uma highway a mais de 100 por hora em um carro que se controla sozinho

O grande objetivo é sem dúvidas transformar o trânsito das grandes metrópoles em um ambiente mais seguro, você conseguiria imaginar um mundo onde os carros se dirigem por conta própria e são adaptados a agir sempre respeitando leis e sinalizações? Já pensou em um retrovisor que trás dados em tempo real sobre seu deslocamento, dispensando até a necessidade de um GPS? Pois a Bosch já pensou e está desenvolvendo todas essas tecnologias para melhorar a vida das pessoas lá em Palo Alto. Quer saber qual foi nosso próximo destino depois dessa excitante passagem por SF?! Então não deixe de acompanhar os próximos episódios desta viagem de volta ao mundo!


Automated Car Project - Palo Alto - California

Luiz Jr. Fernandes
Autor

Luiz Jr. Fernandes

Analista de TI, empresário, fotógrafo e viajante.
Perfil do autor no , facebook e twitter.

Veja nossas últimas matérias
Clique para ver mais matérias