Rolé noturno com alguns amigos em São Francisco

Concordo plenamente que viajar é muito bom para fazer amigos, porém faço questão de registrar que o excelente não é apenas fazer, pois sim rever amigos feitos em viagens ao redor do mundo. Essa matéria conta a história dos encontros e desencontros de amizades estabelecidas pelas rodovias do planeta.

Hoje eu venho escrever para vocês um relato sobre a importância em se fazer amigos enquanto viajamos. Cinco anos atrás, quando fiz a minha primeira viagem internacional, conheci uns caras de SF em uma cidadezinha nicaraguense chamada San Juan del Sur. Foi uma noite bem legal de bebedeira em um barzinho à beira-mar! Conversamos bastante, tomamos altas e na oportunidade eu disse para eles que eu tinha muito interesse em conhecer o país deles, mas definitivamente tinha desejo de conhecer São Francisco. O nome deles era Juan Herrera e Irving Garcia. Os caras estavam também fazendo uma viagem de mochilão por vários países da América Central e depois dessa noite, já no dia seguinte sabíamos que estaríamos nos despendindo não com um "Adeus", mas sim com um "até breve!".

Com a ajuda das redes sociais, mantivemos contato desde essa época - vi eles fazendo outras viagens, eles também interagiram com as nossas fotos, mas fato é que na oportunidade em que nos conhecemos eu sequer imaginava que teria um visto americano tão rápido colado em meu passaporte e que tampouco em 5 anos eu estaria embarcando para a cidade deles. E que cidade diga-se de passagem! Eu já havia conhecido boa parte dos marcos da cidade deles, quando eles acabaram me achando as minhas atualizações no facebook com fotos da cidade deles. Não precisei fazer esforço e logo o Juan me mandou uma mensagem marcando um encontro pela noite! Eles foram me buscar por volta das 9 da noite para que eu pudesse conhecer a "São Francisco deles!". E o resultado dessa noite maluca vocês conferem nessa matéria :)

Partímos do centro de SF para uma rua lotada de vida noturna, bares, restaurantes, grafittes e muita badalação. Primeiramente fomos a uns bares para experimentar um pouco de Sangria, tomar umas cervejas, tequilas e conversar um pouco sobre as viagens :)

Bebendo com os amigos de São Francisco - California
Bebendo com os amigos de São Francisco - California

Depois partimos caminhando pelas ruas para conhecer uns pubs. O grande problema era estacionamento (assim como em toda cidade!), então o carro ficou parado no mesmo lugar e saímos pingando de boate em boate. O som da california era constante e o mesmo: hip-hop de 2pac a Biggie Smalls, passando pelo calor latino do Regaeton de Daddy Yankee e Calle 13.

Mission Street e um passeio pela vida noturna de SF
Mission Street e um passeio pela vida noturna de SF

Lá pelas tantas da manhã eu pedi a eles que me levassem a um lugar diferente, que eu conseguisse ter uma boa vista da cidade. Eu poderia ter pedido a eles para ir ver a Golden Gate pela noite, mas eu queria algo diferente, algo que os locais faziam com frequência. E foi quando partimos, literalmente voando pelas ladeiras de SF.

Apreciando a vista noturna de São Francisco
Apreciando a vista noturna de São Francisco

Depois de ficar ali de conversa com uma das vistas mais incríveis da cidade, Juan e Irving decidiram que eu deveria experimentar a verdadeira comida mexicana que eles tanto apreciam em SF. Partimos novamente para a região da rua Mission onde fizemos uma paradinha em um restaurantezinho que segundo eles possui o melhor burrito de toda região da baía de São Francisco.

Fim de noite comendo os melhores burritos de SF
Fim de noite comendo os melhores burritos de SF

Definitivamente não discuti com eles! Comi dois burritos gigantes e me arrependo de não ter tido espaço no meu estômago para comer o terceiro. O Juan não aguentou a nossa farra, um cara casado, que já abandonou as pistas definitivamente e capotou no banco de trás do carro na nossa volta pra casa.

Mundo pequeno? Eu não acredito em um futuro planejado. Tenho acreditado que nossas ações implicam definitivamente no rumo que nossas vidas levarão no dia de amanhã. Se eu nunca tivesse partido para a América Central, definitivamente não teria vivido essa noite tão especial com esses dois amigos que tenho certeza que ficarão para a posteridade dos meus dias :) Legal ver que amizades de viagem podem ser realmente sólidas fontes de futuras aventuras intensas em lugares impressionantes, não é mesmo!? E você? Já fez amigos pelas estradas da vida?! Acredita que é possível fazer amizade enquanto viaja por diferentes lugares? Expresse sua opinião logo a seguir!

Luiz Jr. Fernandes
Autor

Luiz Jr. Fernandes

Analista de TI, empresário, fotógrafo e viajante.
Perfil do autor no , facebook e twitter.

Veja nossas últimas matérias
Clique para ver mais matérias