10 ilhas do Oceano Pacífico que eu e você devemos conhecer agora mesmo!

Algumas estão prestes a sumir do mapa por conta do aquecimento global, outras possuem difícil acesso, com poucos voos conectando-as na nossa realidade. De uma forma ou de outra, compartilho hoje algumas das ilhas do Oceano Pacífico que estão encabeçando a minha lista de desejos.

Sou um apaixonado por ilhas e destinos de aventura. Confesso todo meu amor por cada pedacinho de terra com um coqueiro à deriva nos oceanos do planeta. Particularmente tenho uma afeição gigantesca e desejo até certo ponto incontrolável por conhecer as principais ilhas cravadas ao longo da gigantesca extensão do Oceano Pacífico.

Hoje venho compartilhar alguns dos meus sonhos com você. Por vários anos tenho estudado possibilidades, lido muito sobre a cultura e costumes, vivenciado cada experiência de mergulho compartilhada nos vídeos que tenho visto internet a fora. Acredite em mim: alguns dos destinos mais lindos do mundo estão à deriva no Oceano Pacífico. A seguir você confere uma relação com algumas das principais ilhas que ainda não conheço e que se um dia conseguir ter a oportunidade, não vou desperdiçar com toda certeza. Estas são 10 das ilhas que eu ainda um dia vou tentar conquistar com meus próprios pés (e alguns voos é claro), todas localizadas no Oceano Pacífico. Bora ficar encantado com a beleza desses lugares?!

10 - Molokai/Havaí

Junto com Lanai, Molokai encabeça minha lista de desejos no Havaí. Já visitei as outras ilhas algumas vezes (Oahu, Maui, Big Island e Kauai), mas essa imagem da foto compartilhada acima define bem um pouco dos meus sonhos de mergulhar com snorkel em águas cristalinas paradisíacas e repletas de corais. Pouco explorada por turistas e locais, a costa de corais de Molokai é de dar inveja a qualquer amante de esportes aquáticos.

9 - Ilhas da Polinésia Francesa

Estive em dois dos arquipélagos que compõem as ilhas da Polinésia Francesa e posso afirmar que este é um dos lugares que parece ter saído dos sonhos de qualquer viajante intrépido, ou então até mesmo das paisagens de capas de caderno. Acontece que a Polinésia é composta por várias ilhas incríveis, que podem proporcionar experiências distintas a viajantes de qualquer perfil. Ainda quero voltar para conhecer mais, principalmente as Ilhas Australes e explorar um pouco mais das Tuamotu.

8 - Fiji

A photo posted by Ana (@perfect_places2go) on

Sonho de viajantes aventureiros, amantes de mergulhos, de exploradores de qualquer estilo. Visitar Fiji é algo que parece estar tão além da nossa distante terra canarinha, mas é totalmente possível com planejamento estruturado, partindo dos Estados Unidos ou Auckland. Acontece que os custos dos voos é tão alto que inviabiliza o nosso desejo de conhecer as praias e vida selvagem marinha desse lugar tão excepcional. Na foto você pode ver a Bounty Island, um dos lugares mais lindos do Oceano Pacífico.

7 - Tuvalu

A photo posted by Hansheng Chen (@denza33) on

Não sei se é pelo desespero de saber que Tuvalu não existirá para que os meus filhos ou netos o conheçam, ou se é por sua beleza paradisíaca espetacular, Tuvalu consequentemente acabará sendo a nação que fatalmente naufragará por conta da ação do aquecimento global. Cravada no meio do Pacífico, Tuvalu é formalmente conhecida por Ellice Islands e é uma ilha nação vinculada à Polinésia. Composta por 6 ilhas de recifes de corais e 6 atóis, este país possui uma área equivalente a 26 quilômetros quadrados.

6 - Tonga

O Reino de Tonga é formado pela união de 177 ilhas que levam o mesmo nome. Seu território, faz fronteira ao norte com o território ultramarino francês de Wallis e Futuna e com a Samoa (também citada nesta matéria); a nordeste com a Samoa Americana; a leste com os territórios de Niue e das Ilhas Cook (que também aparecem nesta relação), pertencentes à Nova Zelândia; e a oeste com Fiji (engraçado que elas também estão aqui né?!). Ao sul, as ilhas mais próximas são as Kermadec, também sob domínio da Nova Zelândia. Atualmente, o turismo desempenha um papel importante na economia de Tonga, constituindo-se em uma das principais fontes de ingressos de moeda estrangeira.

5 - Nova Caledônia

Território francês insular considerado um país ultramarino, localizado na Melanésia, a Nova Caledônia é a nação que está mais distante do país soberano, são mais de 16.000km da França! Os principais destinos que podem ser visitados nesta região são os seguintes: Nouméa, Ouvéa, Ilha de Pines, Lifou (perfeita para mergulho em cavernas), entre tantos outros lugarzinhos paradisíacos.

4 - Truk Lagoon

Sonho de qualquer mergulhador! Truk é algo mágico. É algo que não se explica. Algo que não possui lógica. Maior cemitério náutico do planeta, Truk Lagoon, na ilha de Chuuk é onde estão amontoados boa parte dos destroços da segunda guerra mundial, é possível vasculhar desde carcaças de navios cargueiros até conhecer os detalhes de aviões de guerra. Truk está localiado na Micronésia, região do Pacífico composta pelos estados de Kosrae, Pohnpei, Chuuk e Yap. Chuuk é o mais populoso deles e fica localizado no Pacífico Norte, um pouco acima da Papua Nova Guiné.

3 - Ilhas Salomão

A photo posted by Solomon Islands (@divesolomonislands) on

Tá aí mais um lugar espetacular cravado no coração do Pacífico. As Ilhas Salomão são uma pequena nação insular que se situa a leste da Papua-Nova Guiné e consiste-se por várias ilhas: Choiseul, ilhas Shortland, ilhas da Nova Geórgia, Santa Isabel, ilhas Russell, ilhas Florida, entre tantas outras. Apesar de parecer tão pequenina no meio da imensidão do oceano, dá pra fazer muita coisa legal nessas ilhas, em especial conhecer a Kennedy Island, uma ilhota que não possui habitantes porém que é realmente muito paradisíaca e leva esse nome por conta de um acidente que aconteceu com o presidente dos EUA nessa região.

2 - Samoa

Perdida entre Tonga e Tuvalu estão as Ilhas Samoa. Antigamente eram chamadas de Samoa Ocidental, e também um Estado soberano da Polinésia na Oceania. Este país é constituído por duas ilhas das Ilhas Samoa: Savai'i e Upolu. O seu vizinho mais próximo é a Samoa Americana, a leste, e os restantes são Tonga a sul, Tuvalu a noroeste, Wallis e Futuna a oeste e Tokelau a norte. Samoa conseguiu sua independência da Nova Zelândia em 1962; neste mesmo ano a Samoa Ocidental tornou-se a primeira nação suboceânica independente, passando a ter dois reis por um tempo. Na foto incrível que compartilhamos anteriormente, você pode conferir o cartão postal destas ilhas, um buraco com água que lembra muito os cenotes mexicanos e que atrai visitantes de todo o planeta para as pequeninas Samoa.

1 - Ilhas Cook

As Ilhas Cook são o paraíso na terra. Definitivamente toda foto que vejo desse lugar me lembram alguns dos lugares espetaculares que visitei na Polinésia. As ilhas, anteriormente exploradas e povoadas por polinésios e espanhóis, receberam seu nome do navegante britânico James Cook que, em 1770, traçou o primeiro mapa do arquipélago. Raratonga é o principal desta nação insular e consequentemente uma das melhores coisas pra fazer por lá e pular no mar com cilindro de scuba dive e explorar a riqueza dos corais, recifes e vida marinha presente na região.

Bônus: Palau (já conheço mas tenho que REconhecer)

Acredito que este é sem dúvidas um dos lugares mais espetaculares que já visitei na vida. Não somente por ter um dos melhores pontos de mergulho do mundo (Blue Holes e Blue Corner, sem contar os Big Dropp Ofss da vida), nesta micro nação localizada entre as Filipinas e a Micronésia é possível ter uma experiência de imersão em uma realidade aquém do nosso planeta. A grande atração desse lugar é um lago onde águas vivas foram represadas por milhares de anos, perdendo sua capacidade nociva e se transformando em um dos lugares mais malucos para praticar snorkel em que já estive na vida.

Concluindo...

Poderia escrever outros 20 posts como esse, relatando apenas ilhas do Pacífico, que ainda teria o que escrever no dia seguinte. Existem ilhas pouco exploradas, verdadeiramente intocadas pela mão devastadora das massas humanas, existem paraísos preservados, vida selvagem em abundância, explosão de cores nos recifes preservados e acima de tudo: existe um povo único, com a capacidade de receber maravilhosamente bem a todos que se aventurarem por essas bandas do planeta. E aí? Quando partimos?! Qual a sua ilha preferida?! Conta pra gente logo mais nos comentários vai! ;)

Luiz Jr. Fernandes
Autor

Luiz Jr. Fernandes

Analista de TI, empresário, fotógrafo e viajante.
Perfil do autor no , facebook e twitter.

Veja nossas últimas matérias
Clique para ver mais matérias