30 razões para você planejar sua próxima viagem rumo à África

Relacionamos 30 motivos para você começar a prepara sua mochila pra África! Saiba quais são os motivos capazes de fazer você começar a planejar uma viagem pra algum destino africano agora mesmo!

Todos os dias eu amanheço com o mesmo desejo dentro de mim - voltar para a África. Há dias que ele está mais latente. Em outros dias eu consigo ficar mais tranquilo e aguardo com ansiedade pelo dia que conseguirei voltar às terras africanas - seja no país que for, conseguindo assim complementar as experiências que adquiri nos últimos anos.

Hoje ainda me falta aprender muito na vida. Tenho 35 anos e sou um homem que já conhece muito do mundo, porém poucos lugares me fizeram entrar em contato comigo mesmo da forma na qual fui tocado enquanto viajava pela África. Equivalente a entrar em uma máquina do tempo e voltar alguns anos no passado, visitar o continente africano é uma oportunidade hoje de estar exposto a muitos valores perdidos pelo desenvolvimento tecnológico e industrial ao qual estamos expostos aqui nas Américas (assim como em outras partes do mundo).

Hoje venho compartilhar com você um pouco do que eu aprendi durante as minhas experiências visitando o Egito, Zimbábue, Zâmbia, Malawi, Tanzânia, Quênia e África do Sul. São pedaços de aprendizados que adquiri ao longo das viagens realizadas por esses países. Aqui relaciono apenas alguns dos motivos que eu experimentei, desejando muito que possa gerar em você, a inspiração necessária para que também opte por planejar a sua próxima viagem internacional para qualquer um dos destinos africanos.

1 - Conhecer o valor de um pneu velho usado

Feira livre em Harare - Zimbábue
Feira livre em Harare - Zimbábue

Você dirige todos os dias para ir ao trabalho, estudo, academia, fazer compras e se divertir. Quando o pneu fica muito desgastado, você vai a uma loja e compra pneus novos, calibra, alinha, balanceia e está pronto para ir para um novo ciclo de rodagem. Sabe o que acontece com o pneu velho na África? Ele vira calçado, tapete, adornos, decoração e muito mais.

2 - Entender o valor de cada clique (e cada sorriso para a foto)

Garoto africano faz pose para a minha lente
Garoto africano faz pose para a minha lente

Sempre fui bem recepcionado nos mais diferentes lugares que conheci na velha mama África. De feiras a vilarejos passando por ruas e avenidas de grandes metrópoles africanas, nunca me passou nada. Quando chegava nos lugares com a câmera na mão e um sorriso no rosto, quase sempre era ovacionado pelos locais que queriam conversar, saber de onde eu era e sempre, quase sempre: amavam fazer fotos. E isso principalmente nos lugares menos turísticos e mais carentes de atenção, nos lugares mais pobres as pessoas pareciam ficar encantadas com a captura e nunca me deixavam ir embora sem antes passar vários minutos contemplando a sua imagem no LCD da câmera. Faz a gente entender o valor de cada clique.

3 - Visitar lugares intocados pela força do industrialismo turístico

Ilha no meio do Lago Malawi
Ilha no meio do Lago Malawi

Muitos lugares na África ainda estão longe de ver as famosas redes internacionais (hoteleiras, restaurantes e empresas vinculadas ao turismo). Até mesmo nos destinos mais visitados é complicado ver o turismo se alastrando de maneira tão voraz quanto acontece na Europa, Américas, Ásia ou Oceania. Isso faz com que você chegue em lugares como os da foto anterior, completamente isolados, de difícil acesso, com pouca estrutura turística (ou praticamente nenhuma) levando-te a ficar encantado com a beleza singular que ambientes assim ainda podem proporcionar aos viajantes mais intrépidos.

4 - Mergulhar em um mix de culturas que lhe fará ter sentimentos inexplicáveis

Meninas saindo de um colégio em Stone Town, Zanzibar
Meninas saindo de um colégio em Stone Town, Zanzibar

Já pensou em topar com 20 meninas africanas, muçulmanas saindo de um colégio de segundo grau? Foi mais ou menos o que resultou na foto anterior. A imersão nas culturas africanas gera momentos inexplicáveis, que grandiosamente complementam nosso perfil cultural, proporcionando uma visão mais global do planeta em que vivemos.

5 - Visitar os lugares que até então só via em livros de Geografia

Nas pirâmides do Egito
Nas pirâmides do Egito

Quando era criança sequer imaginaria que um dia visitaria as pirâmides do Egito. Ficava encantado com as histórias dos egípcios, com toda mitologia por trás das pirâmides e com a possibilidade de conhecer um dia a cidade do Cairo. Lugares assim fazem com que acreditemos que viajar é algo fundamental para a modelagem do caráter e da personalidade de uma pessoa.

6 - Gastar mais de 10 dólares em uma feira de comidas (sem ficar lotado antes)

Feira de comidas em Zanzibar na Tanzânia
Feira de comidas em Zanzibar na Tanzânia

Praticamente possível gastar mais do que 10 dólares em uma feira africana sem antes sentir-se saciado. As feiras estão por praticamente todas as cidades e vilarejos africanos. É muito comum encontrar refeições completas com direito a bebida por até 3 dólares.

7 - Comprar o estoque de uma vendinha e dar tudo pros outros

Fazendo a festa em um vilarejo no Malawi
Fazendo a festa em um vilarejo no Malawi

Quando você vê tanta gente sem absolutamente nada, você acaba tendo que fazer alguma coisa. Não há melhor sentimento de dever cumprido quando está associado a ajudar as pessoas. Nesta oportunidade compramos os estoques de balinhas e doces de um mercadinho e fizemos a festa com o povo desse vilarejo em Cape Maclear, no Malawi. Muito pouco perto do que eles precisam, mas ao menos conseguimos bons sorrisos e abraços com essa atitude. Queria conseguir fazer muito mais por esse povo tão sofrido.

8 - Explorar lugares fantásticos com poucos turistas

Cataratas Victoria - fronteira entre a Zâmbia e o Zimbábue
Cataratas Victoria - fronteira entre a Zâmbia e o Zimbábue

Dona de algumas das paisagens mais espetaculares do mundo, na África é possível explorar vários marcos históricos e destinos exóticos sem o "buzz" trazido pelas massas turísticas.

9 - Fazer o bem sem olhar a quem

A menininha estava surpresa pela cor da minha pele
A menininha estava surpresa pela cor da minha pele

É comum caminhar pelas feiras livres e as pessoas te pararem pra conversar. Querem saber quem é você, o que faz na África, querem te mostrar para as pessoas, querem te abraçar, tomar uma água ou café, querem te mostrar pras crianças, que ficam surpresas ao verem as diferenças entre a cor da pele. Parar por alguns minutos e dar atenção para as pessoas pode ser algo tão satisfatório para quem é nativo quanto para quem é viajante.

10 - Ser o único branco e sentir isso "na pele"

Sendo o branco no meio dos negros e sentindo o que é a diferença racial na pele
Sendo o branco no meio dos negros e sentindo o que é a diferença racial na pele

E por falar em cor de pele, aqui é fácil compreender o que é ser diferente de todo mundo. Em vários momentos senti que as pessoas me olhavam demais por ter a cor da pele diferente, outras faziam questão de se agrupar e tirar fotos comigo, eu me sentia como alguém que era diferente e isso fez com que eu aprendesse ainda mais sobre respeito e discriminação racial.

11 - Ser recebido por crianças com um sorriso no rosto e um olhar de esperança

Crianças sorrindo, esperançosas por nossa chegada
Crianças sorrindo, esperançosas por nossa chegada

Nada pagam os olhares de esperança, os sorrisos, a correria que a molecada de qualquer vilarejo africano fazia ao ver a gente chegando. Era de dar nó na garganta quando eles vinham correndo sem pedir nada, apenas para conferir quem que estava chegando.

12 - Entender o valor do trabalho

Mulher carregando tora de lenha na cabeça em Cape Maclear - Malawi
Mulher carregando tora de lenha na cabeça em Cape Maclear - Malawi

Vi mulheres carregando toras de lenha na cabeça sozinhas, algo que com certeza eu teria dificuldade de fazer, mesmo sendo homem forte e saudável. Dei valor no trabalho que eu executo e que me sustenta, vi que muitos estão em condições muito piores do que a minha e que mesmo assim ainda trabalham pesado com um sorriso no rosto. Isso era mais do que um motivo para me inspirar e trabalhar com satisfação, servindo a meus clientes com grande felicidade por conseguir executar algo de produtivo para alguém e ser remunerado por isso.

13 - Contemplar um pôr do sol no mar

Pôr do sol em Nungwi, Zanzibar - Tanzânia
Pôr do sol em Nungwi, Zanzibar - Tanzânia

Cada minuto expressa um grande aprendizado na África. Depois de um longo dia de explorações e absorção de conhecimento, nada melhor do que encontrar o meu lugar ao pôr do sol para enfim digerir cada pedacinho de ensinamento que me fora deixado depois de mais um dia de vivências em solo africano.

14 - Aprender a blindar-se contra golpes na viagem

Terminal rodoviário de Lusaka - Zâmbia
Terminal rodoviário de Lusaka - Zâmbia

O que fazer quando 30 pessoas tentam te vender alguma coisa?! E se essa coisa for um ticket de ônibus que te levará em um deslocamento terrestre na África? Quem é o vendedor?! Onde compro o ticket?! Quem está mentindo querendo ganhar uma grana?! Essas e outras perguntas eram frequentes em todas as rodoviárias e terminais de ônibus que visitávamos. Pela cor da nossa pele as pessoas nos identificavam como turistas, alvos fáceis para malandros querendo ganhar dinheiro, roubar ou até mesmo te levar para outros lugares como promessa de que vai economizar tempo e dinheiro. Tem que ficar MUITO ESPERTO e depois de viver algumas semanas duelando para conseguir comprar no lugar certo, sem dúvidas será bem difícil ser passado pra trás por estelionatários que se aproveitam de turistas desavisados, seja na África ou em qualquer lugar do mundo.

15 - Entender melhor o valor de cada nascer do sol

Nascer do sol no Monte Kilimanjaro
Nascer do sol no Monte Kilimanjaro

Com o nascer do sol vinham nossas renovações de esperança por um dia melhor, por um dia de mais descoberta, de maiores vivências memoráveis, de satisfação por fazer coisas que lembraremos até o fim de nossas vidas. Cada feixe de luz traz a nova oportunidade de conquistar o pão de cada dia, reforça nosso desejo por lutar pela vida e por experimentá-la da melhor maneira possível.

16 - Mergulhar na imersão cultural

Bandinha de garotos no vilarejo de Cape Macler - Malawi
Bandinha de garotos no vilarejo de Cape Macler - Malawi

Boa parte das experiências que vão ser lembradas para sempre acontecem enquanto estamos imersos na realidade dos destinos visitados. Dançar, cantar, interagir com os locais, essas coisas fazem com que sejamos mais humildes e abertos para novas amizades e relacionamentos.

17 - Ser escoltado por uma manada de elefantes

Patrulheiros de um safari em Victoria Falls - Zimbábue
Patrulheiros de um safári em Victoria Falls - Zimbábue

Realmente existem coisas que você só vai conseguir ver com os próprios olhos na África. Ou você já viu um grupo de seguranças de um parque nacional utilizando elefantes para se deslocarem?! Eu só vi isso na África.

18 - Entender o valor do trabalho em grupo

Mulheres colhendo algas em conjunto na costa leste de Zanzibar
Mulheres colhendo algas em conjunto na costa leste de Zanzibar

Muito além de saber o valor do trabalho é evidente compreender o quanto o trabalho em equipe é fundamental. E isso também é aprendizado fácil na África. Na costa leste de Zanzibar é comum ver dezenas de mulheres trabalhando juntas nos recifes da costa paradisíaca desta ilha africana. As cores e contrastes obtidos pelas paisagens do oceano são preenchidas por vários grupos de pessoas com redes de pesca, em busca do sustento diário. Você começa a perceber que não dá pra ir muito longe trabalhando sozinho, entende?!

19 - E também o valor do sorriso enquanto trabalha

Vendedora de frutas na Zâmbia
Vendedora de frutas na Zâmbia

Ganhando apenas poucos centavos de euros por dia, dava gosto ver o sorriso no rosto das pessoas mais humildes. Adornadas com seus enfeites, coloridas com suas vestimentas, as mulheres ralavam como qualquer homem e sempre traziam alegria em seus semblantes, lecionando que a vida está em ganhar o sustento com satisfação por aquilo que se está fazendo.

20 - Acima de tudo tendo orgulho de trabalhar e representar sua função

Operadores do trem que conecta o Zimbábue à Zâmbia
Operadores do trem que conecta o Zimbábue à Zâmbia

Associe ao valor do trabalho o sorriso estampado no rosto e o orgulho que enche o peito por saber da importância singular de sua função nas atividades exercidas diariamente - assim eu vi vários africanos trabalhando felizes, com prazer em exercer suas responsabilidades, isso faz a gente refletir se estamos exercendo com felicidade e plenitude nossas funções profissionais.

21 - Mergulhar em águas inexploradas próximo a ilhas não habitadas

Águas transparentes em Zanzibar
Águas transparentes em Zanzibar

Não é em toda África que podemos encontrar águas propícias para prática de esportes aquáticos, tais como o mergulho com snorkel/cilindro, entretanto quando encontramos lugares bons, esses conseguem ser realmente memoráveis. Vale muito a pena não somente mergulhar, bem como explorar outras atividades vinculadas aos mares que banham os países africanos. Tenho muita vontade de conhecer o Sudão, explorar mais as costas do Egito para o Mar Vermelho e ver um pouco do que é possível conhecer em lugares tão inacessíveis e com um oceano incrível repleto de vida marinha.

22 - Contemplar animais selvagens enquanto viaja pelas estradas

Animais selvagens em Parque Nacional na Tanzânia
Animais selvagens em Parque Nacional na Tanzânia

Outra singularidade africana: já viu algum lugar onde quilômetros e mais quilômetros de terra à beira da estrada é parque nacional?! Sem cerca? Com girafas, zebras, leões, macacos, elefantes e vários outros animais selvagens perambulando de um lado pro outro, incluindo cruzar estradas?! Pois é! Isso é fácil de ver só de perambular pela Tanzânia de ônibus.

23 - Ter nada. E não precisar de nada.

moradores do Lago Malawi
Muitos tomam banho e lavam roupas e utensílios no Lago Malawi

Tomando o tempo necessário para conhecer a África e seus principais destinos é evidente perceber que o povo ali é realmente miserável, não possuem recursos financeiros, é difícil fazer dinheiro por ali. E o mais interessante é ver que quando se tem nada, acaba-se não precisando de nada, então é possível encontrar conformismo pela vida e motivação por estar feliz sem depender de bens materiais ou do acumulo de riquezas. É triste ver essa situação, mas no fundo é fácil tirar aprendizado e perceber que sempre temos muito e acabamos sendo gananciosos a ponto de querer sempre mais.

24 - Entender o valor da natureza e saber preservá-la melhor

Baobá no meio do vilarejo de Cape Maclear no Malawi
Baobá no meio do vilarejo de Cape Maclear no Malawi

Eles poderiam cortar aquele grandioso baobá que demorou dezenas de anos para se desenvolver, mas ao contrário, eles reservaram mais espaço pra rua de terra batida, preservando a vida daquela árvore centenária e resguardando acessibilidade aos veículos que trafegam constantemente por ali.

25 - Ser surpreendido por uma manada de rinocerontes

Rinocerontes em um safari
Rinocerontes em um safári próximo ao Parque Nacional das Cataratas Vitória - Zimbábue

Não há em nenhum outro lugar do mundo a mesma quantidade de animais selvagens de grande porte que existem atualmente nos parques nacionais, parques privados de safári e cidades tombadas como reservas naturais africanas. Mesmo mediante às ameaças constantes de extinção, a África figura como refúgio de espécies únicas que dependem de áreas vastas para perpetuarem suas gerações.

26 - Contemplar edificações engenhosas

Ponte centenária que liga a Zâmbia ao Zimbabue
Ponte centenária que liga a Zâmbia ao Zimbábue

Por ser um continente tão cheio de singularidades, boa parte dos países africanos atraíram o interesse de cientistas, engenheiros, médicos, arquitetos e profissionais das mais variadas graduações. Boa parte deles deixaram legados notórios e altamente contempláveis ainda hoje por aqueles que se aventuram por qualquer país que seja.

27 - Parar para conversar com os locais e ter momentos agradáveis

alegria dos garotos em Cape Maclear
Fazendo a alegria dos garotos em Cape Maclear, Malawi - apenas por parar para conversar

Espalhamos alegria por onde passávamos. Era empolgante ver a carinha de cada criança feliz por receber atenção de um adulto estrangeiro. Nós ficamos por vários minutos trocando ideia com os rapazinhos da foto anterior, eles rolavam de rir tentando entender e falar um pouco de inglês conosco.

28 - Entender o valor do trabalho (sim, outra vez!)


Por todos os lados era comum ver mulheres trabalhando duro

Não há lugar mais incrível para reconhecer a necessidade de estar ativo, de trabalhar para conquistar as coisas, nada vem de mão beijada e essa realidade estrala a cara das pessoas de boa índole que visitam os destinos africanos, é impressionante ver a força das mulheres no sustento do lar.

29 - Conhecer as diferenças entre as culturas e raças

típico garto da ilha de Zanzibar
Com amigos de Zanzibar - Tanzânia

Grande ponto positivo de qualquer viagem pela África: conhecer as diferenças que diferem as culturas e raças no mundo e saber respeitá-las, interagir positivamente com elas, fazendo amigos por onde passamos.

30 - Superar limites e orgulhar-se disso

Topo do Kilimanjaro, Tanzânia - África
Topo do Kilimanjaro, Tanzânia - África

Por maior que pareça o problema, por mais longínquo que o caminho se faça, por mais cansadas que estejam as suas pernas, por maior que seja o fardo que carregas, espero que esta publicação lhe sirva de inspiração para não desistir dos propósitos e dificuldades que a vida lhe proporciona. Na África eu vivenciei coisas incríveis, realizei experiências memoráveis, cheguei a conquistar o topo do Kilimanjaro e vi neve e geleiras polares em pleno continente africano, porém tudo isso me serviu e sempre servirá de apoio para as minhas decisões e ideias na minha vida real aqui no Brasil.

Sem dúvidas vou lembrar de cada esforço, das dificuldades enfrentadas diariamente por esses povos e da força de vontade de viver uma vida, feliz, plena, com atitudes transformadoras, bom caráter e acima de tudo: muita positividade. Espero que tenha curtido! Se curtiu deixa um comentário logo a seguir vai! :)

Luiz Jr. Fernandes
Autor

Luiz Jr. Fernandes

Analista de TI, empresário, fotógrafo e viajante.
Perfil do autor no , facebook e twitter.

Veja nossas últimas matérias
Clique para ver mais matérias