Dólar barato: será que um dia a gente vai viver isso de novo?!

Quero saber quem também está na expectativa pra viver em tempos de dólar barato novamente. Será que vamos conseguir ver isso novamente?!

Falar pra vocês aqui sobre uns tempos de ouro quando o dólar barato era parte da nossa realidade. Eu me lembro bem daqueles tempos de ouro que eu ainda não viajava mas já acompanhava diariamente o preço do dólar, afinal de contas essa moeda faz parte da nossa vida tanto quanto o próprio real, ela impacta diretamente no valor real internacional do nosso trabalho, ninguém aqui trabalha para ver o valor do seu serviço sendo perdido ao longo do tempo né!?

Desenvolvedor web nato que sou sempre aprendi a tomar decisões baseadas na lógica de boole, onde o SE leva estritamente a um então e um senão. Se o dólar está muito alto, então não conseguimos viajar com qualidade né, senão dá pra gente ter poder de compra e fazer coisas incríveis pois nesse mundo capitalista cada centavo tem seu valor.

Dólar barato pra poder viajar mais

Não me considero um cara que faz parte de uma militância política. Acho sim que como todo brasileiro, eu quero ver meu país gerando empregos, melhor distribuição de renda, resolvendo seus problemas nas mais variadas áreas (educação, saúde, cultura etc...), mas acima de tudo eu sou um cara que quer ver o valor do meu trabalho não sendo depreciado diariamente pela instabilidade econômica.

Dólar barato
Será que vamos conseguir viver de novo uma época de dólar barato?!

Com estabilidade econômica e geração de empregos o país de fato pode voltar a entrar nos eixos. Quero ver um país com menos corrupção, menos miséria, onde os serviços públicos de fato funcionem com qualidade e excelência, mas acima de tudo eu quero ver um dólar mais barato nesse ano de 2019. Quem não quer ver o país com uma moeda forte, respeitada, onde de fato 100 reais voltem a ter o poder de compra do final dos anos 90 (dia 04/01/1999 o dólar custava R$ 1,20). Agora já pensou na possibilidade dos seus 1.200 reais comprarem 1.000 dólares?! Meu amiguiiiiinho(a) isso dá pra fazer um estrago nas viagens kkk

Mas Luiz, o que você faria com o dólar barato?!

Boa pergunta! Eu até chego a me coçar todo quando penso na possibilidade de ter o dólar mais acessível. Confesso que eu não estou de fato na expectativa de que o dólar venha a cair abaixo dos R$ 3,00 - o que já é um valor super interessante para a realidade da força do nosso trabalho. Quem já precisou trocar moeda estrangeira para uma viagem internacional sabe bem do que estamos falando aqui, como é horrível ter que pegar 4 vezes o valor do seu dinheiro para poder comprar uma moeda mais forte. Quero ver o real bom das pernas pra gente poder viajar bastante nos próximos anos :D

A seguir eu relacionei alguns objetivos que eu acho que devem ser conquistados quando a moeda ficar em conta:

Fazer uma poupança em dólar

Uma poupança em dólar pode te levar a conhecer o Aeroporto de Fakarava
Uma poupança em dólar pode te levar a conhecer o Aeroporto de Fakarava

Ta aí uma coisa que eu quero muito fazer se um dia o valor do real (e consequentemente do meu trabalho) se estabilizar a nível global: criar uma poupancinha em dólar pras viagens que um dia ainda quero fazer na vida. Eu já fiz viagens espetaculares gastando muito pouco em dólar e acredito que se eu tivesse a condição de me preparar para os próximos anos adquirindo gradativamente moeda forte e estocando de alguma maneira posso ter de fato uma segurança maior na execução de futuras viagens. Real forte é sinônimo de super poderes ao redor do mundo, você chega com 200 reais e passa uma semana como rei em El Nido nas Filipinas por exemplo...

Fazer uma poupança em milhas

Uma poupança em milhas pode te levar a lugares paradisíacos
Uma poupança em milhas pode te levar a lugares paradisíacos

Outro objetivo de vida pra tempos em que o Brasil estará mais estabilizado economicamente é de fato construir uma poupancinha em milhas. Quem não quer ter aquela reserva estável em um programa de milhagem que seja também estável (o que tá bem difícil nos dias atuais). Uma poupança de pontos no cartão de crédito também pode ser uma boa, desde que esses pontos devem sempre ser trabalhados para a multiplicação em transferências e por aí vai...

Uma vez adquiridos os pontos ou milhas, de fato que a minha regra de lei por aqui é o "earn and burn", na qual a gente ganha e queima logo duma vez, mas fala sério, quem não quer ter sempre uma boa quantidade de pontos acumulados né?! O importante é ter em mente que tanto o dólar barato, quanto uma quantia gorda de milhas estocadas podem ser ferramentas importantes para quem está pensando em viajar bastante nos próximos anos.

Maximizar as experiências em viagens internacionais

Em Rangiroa na Polinésia Francesa
Em Rangiroa na Polinésia Francesa

Eu já viajei com dólar de tudo quanto foi preço. Já paguei acima dos 4,20R$ quando fui pra Polinésia Francesa e também na casa dos R$ 2,00 nas primeiras vezes que fui aos Estados Unidos e posso afirmar: é possível realizar experiências incríveis e conhecer o mundo com o dólar barato ou muito caro, o que vão mudar são as execuções e possivelmente a forma de adquirir cada tipo de experiência. Com o nosso dinheiro mais forte podemos visitar lugares mais caros sem que a viagem destrua literalmente com a sua vida financeira.

Penso apenas nas possibilidades de conseguir maximizar as experiências que podemos obter em viagens internacionais com o dólar barato, você pode ir pro Caribe por exemplo e fazer quatro dias de mergulhos pagando cerca de 100 U$D por dia, o que de fato é um valor acessível e comumente praticado ao redor do mundo. Veja que com o dólar a 4 reais, o preço final dessa experiência pode ser bem salgado, contudo se a gente conseguir um dia viver novamente tempos de real forte e estável, com esses 100U$ na casa dos 2 reais, ai quem sabe não poderíamos mergulhar mais vezes ainda. E isso é com tudo: aluguel de carro, um bom restaurante, hospedagens de qualidade, passeios e tours.

Conhecer lugares incríveis para realizar experiências memoráveis

dólar barato para realizar experiências memoráveis
Em algum lugar dos Estados Unidos....

Agora já pensou no dólar barato e você com uma passagem na mão pra países que tem a moeda ainda mais fraca, como o México, Bolívia ou Tailândia? Ai meu amigo(a), é planejar as coisas e executar sem medo de levar susto durante o decorrer das experiências. Com o real forte temos a segurança de que o valor do nosso trabalho não foi depreciado.

Concluindo..., e você?! O que pensa da hipótese da gente ter uma moeda mais forte, estável e capaz de realizar mais experiências com o mesmo tanto de trabalho que você já aplica atualmente à sua vida pessoal?! O que você planeja caso o Brasil tenha a capacidade de se estabilizar com essa leva de novos políticos eleitos nos próximos anos?! Acredita que alguma coisa vai mudar? Bom eu vou agradecer muito a cada comentário registrado logo a seguir! Abração e até a próxima!

Luiz Jr. Fernandes
Autor

Luiz Jr. Fernandes

Analista de TI, empresário, fotógrafo e viajante.
Perfil do autor no , facebook e twitter.

Veja nossas últimas matérias
Clique para ver mais matérias