Miami e Estados Unidos - minhas primeiras impressões

Continuando o relato da minha mais recente viagem aos Estados Unidos, chegou a hora de falar das minhas primeiras impressões desse país e da incrível Miami Beach.

Pisei em solo dos Estados Unidos ás 2 da manhã, depois das minhas 11 agradáveis horas de conexão na cidade do Panamá. Ao desembarcar de meu voo da Copa Airlines, segui direto para a imigração e já me surpreendi pela estrutura do Aeroporto Internacional de Miami. Para quem nunca havia saído da América Latina, sinceramente, foi surpreendente estar dentro de uma estrutura tão gigantesca quanto é aquele aeroporto, e é aí que você consegue entender o quanto estamos subdesenvolvidos nesse quesito em nosso país e continente. É fácil se perder em um aeroporto tão gigantesco, foi o que eu pensei logo ao desembarcar, mas eu substimei em um primeiro momento a capacidade de sinalização e estrutura para o visitante que uma construção daquelas havia de ter. E tinha!

Logo ao desembarcar, percebi que teria que caminhar muito até chegar na imigração e conseguir pegar o meu carimbo, mas como haviam as plataformas de deslocamento rápido de pedestres, foi fácil vencer as distâncias, isso dentro do aeroporto. Monitores de LCD passavam filmes de boas vindas, demonstrando um passo a passo básico e fácil em inglês e espanhol para que os turistas mais perdidos se orientassem para conseguir fazer os trâmites migratórios e seguir a viagem. E como foi tranquila a imigração, o agente não perguntou nada e ainda me desejou um amigável "Have fun, Luiz" e quando eu menos percebi já estava nas ruas de Miami. Em busca de um meio barato de seguir até Miami Beach. Ilusão..., mera ilusão de um latino americano que recém chegou nos EUA. Ás 3 horas da manhã os coletivos já haviam parado de rodar e eu fiquei na mão de duas alternativas - ou pegava o táxi e pagava os 33 U$ para seguir ou a van que passava de hora em hora por 22 U$. Neim pensei duas vezes e ainda tentei encontrar alguém para compartilhar o taxi até Miami Beach. Outra ilusão..., além de não ter ninguém pra dividir o táxi, acabei aprendendo que isso só acontece na América Latina. Ainda cheguei a perguntar para dois grupos de pessoas que iam para Miami Beach se eu poderia compartilhar o taxi, mas essas pessoas sempre me respondiam negativamente e muito ásperas, me mostrando que eu deveria deixar de tentar ser amigável e começar a ser prático. Paguei o táxi e ele me lançou no Santa Barbara Hostel, na vigésima com a Collins Avenue, lugar que até então eu não tinha a menor idéia de onde seria.

Santa Barbara Hostel - Miami Beach
Santa Barbara Hostel - Miami Beach

Já no dia seguinte, lancei-me a caminhar para minhas primeiras impressões sobre Miami Beach e os Estados Unidos. Eu já estava totalmente impressionado com o que eu havia visto até então, o Aeroporto Internacional, a corrida de taxi até o albergue e até mesmo o checkin na minha chegada foram experiências que ficaram marcadas como os meus primeiros contatos em um país que não falava neim português e neim espanhol, e isso para mim era novo!

Sobre o albergue - o Santa Barbara Hostel é um lugar interessante para você que necessita se hospedar com qualidade a baixo custo. Muito bem localizado na vigésima avenida com a Collins, o Santa Barbar tem quartos compartilhados e também os privados. Os compartilhados como sempre são muito economicos, eu fiquei em um com quatro camas e banheiro privado (frigobar e closet, inclusive) pagando meros 16 U$ por dia, e um detalhe básico - estamos localizados a exatamente uma quadra da praia. Ou seja, eu ia caminhando de bermudão e chinelo, largava tudo no albergue e banho de mar! O ponto negativo - ele fica na contramão dos principais shoppings e de downtown. É claro que isso não é um ponto negativo se você quer aproveitar do melhor de todos os mundos que Miami lhe vai oferecer. Ali eu pude conhecer todos os shoppings de Miami, visitar a Ocean Drive a noite, desfrutar da melhor praia da região e acabei fazendo excelentes amigos que vão ficar pro resto da minha vida. E esse último é o ponto impagável de se hospedar em albergues - fazer amizades ao redor do planeta.

E logo que o dia amanheceu eu já me coloquei pronto para explorar a cidade. E vários detalhes me chamaram muito a atenção. As praças, os coqueiros e até mesmo os shows dos brasileiros na terra do tio Sam

Primeiras impressões caminhando nos Estados Unidos
Primeiras impressões caminhando nos Estados Unidos

Eu estava muito bem localizado próximo de uma das principais vias de acesso de Miami Beach - a Collins Avenue, que corta Miami Beach de North a South Beach.

Collins Avenue em Miami Beach
Collins Avenue em Miami Beach

E a grande sacada de Miami foi ter sido apresentado ao Miami Dade Easy Ticket, que não é nada mais do que um cartão recarregável de coletivos. Com ele você se desloca por Miami sem precisar pagar U$ 2,00 por trecho. O mais econômico custa U$ 5,00 e vale para o dia todo. Se você for fazer mais de 3 corridas o cartão já se pagou e a partir daí é só economia! Existem cartões também para a semana ou mês, vale a pena comprar um desses se você vai permanecer em Miami por mais de uma semana e não pretende alugar carro.

O método mais econômico para conhecer Miami
O método mais econômico para conhecer Miami

Mas para o meu caso específico, analisar os detalhes e registrar minhas primeiras impressões era muito fácil e eu não precisava de pegar coletivo. Era só caminhar ao redor pelas ruas de Miami Beach. Um dos edifícios que mais chamam a atenção e que é parada obrigatória para a maioria dos turistas que visitam Miami Beach é a loja da Apple Store.

Apple Store em Miami Beach
Apple Store em Miami Beach

E como os Estados Unidos estão com uma frota bem servida de automóveis pelas ruas. Só carrões! Alguns deles com certeza ainda não cruzaram a fronteira da América Latina para serem fabricados aqui e só chegariam via importação e com altas taxas. Mas lá não. Carrões a preços acessíveis. Sonhos de consumos por todas as ruas. É fácil cruzar com BMWs, Nissans e outras dezenas de marcas que só chegam aqui a custos exorbitantes.

Verdadeiros carrões pelas ruas dos EUA
Verdadeiros carrões pelas ruas dos EUA

E outro detalhe simples, mas que eu amei foi a verdadeira pizza dos Estados Unidos. Todos me falavam que a pizza por lá não é tão parecida quanto a maioria das pizzas brasileiras, e realmente isso é um fato! As pizzas são gigantescas e uma fatia te serve ao ponto de você não conseguir comer tudo.

Pizza!
Pizza! Farte-se com uma fatia!

Existiam detalhes simples, mas que mereciam uma foto. Até parece ingenuidade daquele viajante que nunca foi em um lugar e está se encantando com tudo que está vendo, e eu acho que é mais ou menos assim mesmo que aconteceu! Eu fiquei fantasiado com certas coisas que iam aparecendo e que até então eu só tinha visto em filmes. Um detalhe simples é o da foto a seguir. O carro dos bombeiros, contrastado ao plano de fundo dos prédios parece ou não uma cena tirada de um filme americano?

Primeiros contatos com os Estados Unidos
Como nos filmes...

Detalhes a parte, a primeira impressão que ficou marcada para sempre é a formosura da praia...

A beleza da praia de Miami Beach deve ser expressada com negritos nesse post! Uma praia limpa, com água cristalina, areia branquinha ao lado de uma metrópole do tamanho de Miami é de se invejar. Já visitei várias praias em diversos lugares do continente americano, poucas metropoles possuem praias com a qualidade da que eu pude desfrutar em Miami Beach.

Visão da praia de Miami Beach
Visão da praia de Miami Beach

Rodeada de prédios, South Beach é uma praia calma e deslumbrante. Você não vai encontrar muitas ondas, e a temperatura é muito agradável! Vale muito a pena planejar sua estadia em Miami para que você possa desfrutar de momentos verdadeiramente agradáveis por ali!

South Beach - Praia em Miami
South Beach - Praia em Miami

Eu ainda consegui registrar um vídeo do meu último banho de mar em Miami Beach. A praia é realmente sensacional, tranquila e o visual da cidade é marcante! Vale a pena mesmo abandonar as compras por um ou dois dias para poder se concentrar nas leves ondas de South Beach.


Praia em Miami Beach

E você já conhece Miami Beach? Não deixe de comentar relatando a sua história! Conte como foi a sua estadia por lá e quais foram as suas primeiras impressões desse lugar fantástico!

Luiz Jr. Fernandes
Autor

Luiz Jr. Fernandes

Analista de TI, empresário, fotógrafo e viajante.
Perfil do autor no , facebook e twitter.

Veja nossas últimas matérias
Clique para ver mais matérias