Reservando um quarto com o AirBnB

Encontrar hospedagem a preços latino americanos em Nova York é uma jornada sem fim. Os valores das diárias, somados á pesada carga tributária local fazem com que Manhattan seja uma das cidades mais caras do planeta para ter um lugar pra ficar. Encontrei uma solução interessante buscando incansávelmente em uma ferramenta muito nova na internet - o AirBnb.

Pois bem, sempre procurei desfrutar do melhor que os destinos de minhas viagens poderiam oferecer, associando sempre custo baixo com oportunidades imperdíveis. E para conhecer Nova York não está sendo nada diferente. Um dos principais motivos que me forçaram a começar a viajar pelos países da América foi justamente esse - o custo. Sempre achei que fosse uma afronta ter que pagar o dobro do valor da passagem aérea em hospedagem e por esse e vários outros motivos sempre opto por ficar em hospedagens mais econômicas, desde que não dispense o básico, tal como um ambiente limpo e agradável, pessoal de atendimento gente fina e que gosta de se integrar e ajudar dando dicas e orientações valiosas. Mas o principal sempre foi o seguinte: amo fazer amigos de várias nacionalidades. Sendo assim é fácil ver os motivos que me fazem sempre optar por albergues, hostels, guesthouses e qualquer tipo de meio de hospedagem coletivo que possa vir a proporcionar-me um pouco do citado anteriormente. Isso pois na minha humilde visão, hospedagem é importante, mas não é tudo na viagem. Pelo contrário!

Ao decidir viajar a Nova York eu já tinha a plena convicção da realidade dos custos das hospedagens tanto em Manhattan quanto em qualquer outro dos "boroughs" que compõem New York City. Mas espere aí um pouco! É New York, todos dizem isso - "Vale cada centavo". É eu até compreendo que sim! Vale a pena pagar uns U$ 150,00 por dia mais impostos para ficar em Downton Manhattan, mas isso se o seu único objetivo no ano for conhecer Nova York com os olhos de um turísta. Pois bem, não isso infelizmente não é para a minha realidade, tenho outros planos até o fim do ano e é obrigatório conhecer essa cidade nesse momento o mais economicamente possível. E é assim que estou planejando a minha viagem: boa e barata!

E buscando albergues nos vários sites de reservas, acabei chegando a uma real conclusão - Nova York é muito cara no quesito hospedagem, muito mais do que minha prévia experiência nos Estados Unidos - Miami Beach. Esqueça tudo o que você sabe sobre albergues e hospedagens econômicas. Não consegui nada legal por menos de 50 U$ a noite + taxas (diga-se de passagem que essas taxas equivalem a 14.75% por noite + U$ 3.50), poxa realmente isso é inviável para essa oportunidade. Eu precisava de algo bem mais barato. E buscando na internet cada vez mais eu me conformava da realidade: em Nova York paga-se mais caro justamente pela boa localização.

E assim, procurando por hospedagem barata em Nova York eu descobri uma ferramenta fantástica: o AirBnB.

AirBnB - como funciona

O objetivo desse site é fazer a ponte entre uma pessoa que tem um quarto (ou sofá) para alugar em sua casa e os viajantes, que assim como eu, pretendem ficar em um lugar legal a custo acessível. E nisso as pessoas têm se profissionalizado e as possibilidades de encontrar lugares muito melhores que hotéis hoje é altíssima. Através do AirBnB é possível reservar o quarto e muitas vezes até mesmo uma casa/apartamento. A simplicidade é tanta que qualquer pessoa pode começar no mesmo dia reservando uma hospedagem ou até mesmo listando o seu espaço disponível para hóspedes em sua própria residência.

Buscando no direto no mapa por um quarto no mapa de Nova York
Buscando no direto no mapa por um quarto no mapa de Nova York

O AirBnB é uma comunidade mundial onde pessoas comuns oferecem suas casas pra quem quiser se hospedar e gastar menos que num hotel.E não precisa relatar o legal sobre essa experiência não é mesmo!? Além de ter uma casa nativa do país que você visitará, teremos as comodidades de uma casa! O legal é ver que o pessoal mesclou a ideologia do tradicional CouchSurfing com as formalidades de um negócio de alguel de temporada e deu no que deu! Sucesso absoluto!

AirBnB - buscando por um quarto em Nova York

E me lancei ao mapa buscando por uma hospedagem que não estourasse as minhas reservas e que ainda sim eu pudesse ter acesso rápido a Manhattan. O AirBnB funciona assim: você procura pelo quarto na data desejada, pode ser no próprio Google Maps (assim como ilustrado na imagem anterior) e clica para ver o perfil do host (pessoa que te hospedará). Na página que abrir você poderá ver o perfil da pessoa, as referências das pessoas que já se hospedaram no lugar, fotos do quarto, descrições detalhadas sobre as normas e regras da hospedagem, como chegar, o que fazer no bairro e várias outras informações.

Consultei dezenas de hosts, de vários sequer recebi resposta! Dos poucos que me responderam (diga-se de passagem que nenhum que compensasse de verdade em Manhattan) acabei me interessando bastante pela SoHo GuestHouse, localizada bem no sul do Bronx, mas o que mais me motivou a optar por esse lugar, que tem até uma certa fama de perigoso e tudo mais..., foi justamente o slogan da guesthouse: SoBro... A real NYC experience.

Mais do que o suficiente a um custo acessível
Mais do que o suficiente a um custo acessível

Sinceramente não creio que vou estar no melhor lugar de Nova York, mas a proximidade de Manhattan estar distante apenas uma ponte (que posso cruzar até caminhando se eu quiser) me fizeram optar pelo SoBro Guesthouse. Tenho certeza que não vai ser como estar em um hotel, e muito menos como estar na casa de um local, já que o SoBro é uma guesthouse. Pois bem, o que preciso para completar meu roteiro de 5 dias na capital do mundo é apenas de um lugar para guardar meus pertences com segurança, um banheiro descente para tomar banho e uma boa cama para descansar. Não seria muito legal perder tempo dentro de um hotel enquanto a cidade que não dorme está acontecendo lá fora, não é mesmo??

AirBnB - fazendo a reserva

Para efetuar a reserva foi tudo muito tranquilo. Depois de escolhido o host, bastou clicar no botão de reservar e tudo aconteceu com apenas mais duas páginas. Uma solicitando os meus dados de pagamento e a outra de confirmação da reserva. Vale lembrar que a reserva só é efetivada a partir do momento que foi efetivada a aprovação pelo dono do empreendimento. Como sempre o pessoal da guesthouse escolhida prontamente me atendeu.

É interessante também frisar o seguinte: desde o primeiro contato via AirBnb o pessoal do SoBro me respondeu a todas as mensagens enviadas até o presente momento. Isso me fez ter firmeza de que havia optado pelo melhor. Um outro requisito que não havia mencionado anteriormente era justamente esse - a comunicação. É importante enviar um email e receber retorno imediato (ou o mais breve possível). Pois bem, feita a escolha bastou efetivar a reserva.

Fazendo a reserva no SoBro GuestHouse - Bronx - AirBnB
Fazendo a reserva no SoBro GuestHouse - Bronx - AirBnB

Além de utilizar o cartão de crédito, nós brasileiros podemos efetuar o pagamento da nossa hospedagem utilizando o próprio Paypal. Já faço uso dessa ferramenta para minhas compras no ebay e amo a forma na qual ela funciona. Tudo muito simples e rápido, ainda consegui aproveitar um cupom de desconto que o AirBnb tinha disponibilizado exclusivamente para as pessoas que também oferecem hospedagem. Mais do que depressa listei o sofá do meu quarto como um meio de hospedagem oferecido por mim, e instantâneamente tive acesso a um bônus de U$ 50,00.

Consolidado com uma noite paga pelo AirBnB, confirmei meu pagamento via Paypal (no qual também tinha um créditozinho disponível) e consegui fazer o milagre que buscava desde o dia em que havia efetivado a compra das milhas para essa viagem - consegui fazer minha hospedagem em Nova York ser o mais barata possível, combinando o benefício de estar a uma ponte de Manhattan com a versatilidade de uma ferramenta de reservas muito nova na internet ( o AirBnb foi lançado apenas no fim de 2008).

AirBnB - recebendo a confirmação

Na mesma noite que efetuei a reserva, horas depois recebi a confirmação abaixo por email. Pronto, agora sim, estava eu concluindo mais uma etapa dessa rápida expedição solitária á cidade que nunca dorme. Agora basta planejar o restante dos cinco dias completos que vou ter em Nova York e esperar o dia de embarcar em Brasília.

Confirmação da reserva do AirBnB
Confirmação da reserva do AirBnB - a uma ponte d eManhattan

AirBnB - Concluindo...

Com tantos benefícios eu sei que deveria ter optado por encontrar uma hospedagem em Manhattan. Mas a dúvida que pairou na minha mente desde o dia que decidi fazer minha reserva via AirBnB foi justamente a seguinte - Por que deveria pagar um pouco mais, diga-se de passagem no mínimo uma diferença de U$ 200,00 para conseguir um lugar em Manhattan quando o pessoal de South Bronx foi tão prestativo, com tantas referências positivas e praticamente os únicos contatados que se interessaram em me hospedar?? Ainda mais com o roteiro que estou planejando para esses 5 dias em New York City e região, dias esses completamente exaustivos, aos quais não terei muito tempo para perder dentro de um quarto de hotel.

Se vai dar certo ou não, você tem que continuar acompanhando o Blog para poder saber. O certo é que estou devidamente em dias com meu planejamento, com minha hospedagem reservada, terminando meu roteiro de cinco dias completos em Nova York, com minha passagem emitida via milhas com TACA totalmente paga e com a esperança de acumular novas experiências para minha vida pessoal na mais impressionante das capitais na minha opinião. Sendo assim, continue ligado nas nossas atualizações para saber mais sobre o que acontecerá em Nova York e principalmente o que me aguarda na SoBro Guesthouse.

Luiz Jr. Fernandes
Autor

Luiz Jr. Fernandes

Analista de TI, empresário, fotógrafo e viajante.
Perfil do autor no , facebook e twitter.

Veja nossas últimas matérias
Clique para ver mais matérias