Festival Gastronômico da Baleia Franca no Sul de Santa Catarina

Conheça o Festival Gastronômico da Baleia Franca, evento que acontece nas cidades de Laguna, Imbituba e Garopaba, localizadas no sul de Santa Catarina.

Dias intensos para nós aqui na redação do Blog Boa Viagem! É assim que gostamos, com bastante viagem! Na semana passada visitamos o belíssimo sul do estado de Santa Catarina, mais especificamente as cidades de Gravatal, Laguna, Imbituba e Garopaba. Nosso itinerário foi sensacional, conseguimos percorrer um novo itinerário que está sendo implantado nessa região, conectando os melhores atrativos dessas cidades em um roteiro personalizado que leva o nome de Rota Da Baleia Franca.

Esta foi uma viagem técnica que realizada a convite do SEBRAE de Santa Catarina e de vários empresários de diferentes segmentos do turismo regional. Em 6 dias conseguimos realizar memoráveis experiências nas cidades âncora do litoral sul catarinense (Laguna, Imbituba e Garopaba), que nos trouxe profundo conhecimento sobre a história, cultura e meio ambiente.

Festival Gastronômico da Baleia Franca

O Festival Gastronômico da Baleia Franca acontece entre os dias 14 de setembro e 08 de outubro de 2017, sendo um evento que tem por objetivo integrar o turismo e a gastronomia desta região de nosso país, através de pratos criados especialmente para o festival.

Camarão rosa de Laguna, servido como entrada no Restaurante Geraldo
Camarão rosa de Laguna, servido como entrada no Restaurante Geraldo

O propósito principal deste evento é promover a integração entre turistas e locais com a riqueza gastronômica oferecida por 35 instituições que participam deste evento. A valorização da culinária regional, com ênfase nos ingredientes tradicionais do sul catarinense, são algumas das marcas mais características ao primeiro Festival Gastronômico da Baleia Franca.

Casquinha de siri como entrada no nosso almoço no Geraldo
Casquinha de siri como entrada no nosso almoço no Geraldo

Se você é o tipo de viajante que ama explorar a culinária das regiões que visita, tendo inclusive a oportunidade de associar atividades de ecoturismo a um suculento roteiro gastronômico, então este evento vai fazer com que você pesquise passagens aéreas rumo a Florianópolis imediatamente!

Como funciona o Festival Gastronômico da Baleia Franca

Este é um evento que acontece simultaneamente nas 35 instituições participantes, localizadas em Laguna, Imbituba e Garopaba. Este é o tipo de evento que oferece uma gama de atrativos bem interessante a seu público alvo, é um verdadeiro tour gastronômico com preço fixo a R$ 39,90. Cada restaurante é livre para ofertar o prato que mais representa seu trabalho, sempre utilizando ingredientes tipicamente regionais.

Travessa com frutos do mar
Travessa com frutos do mar que também foi uma das entradas no Geraldo

Nesta oportunidade visitamos vários dos empreendimentos participantes do Festival Gastronômico, inclusive estivemos presentes no lançamento do Festival que aconteceu no Restaurante Zanoni, localizado na cidade de Garopaba.

Salmão do Restaurante Zanoni
Salmão do Restaurante Zanoni, um dos melhores pratos oferecidos no dia do lançamento do Festival

De fato uma das deliciosas surpresas que encontramos nesta oportunidade foi o salmão que estava sendo oferecido pelo pessoal do Zanoni, o anfitrião daquela noite: finíssimas lâminas de batata frita com salmão, uma agradável combinação de sabores surpreendentes!

Geraldo Restaurante, na Ponta da Barra

Em Laguna nós tivemos uma surpresa que foi realmente espetacular. Além de conhecer a bela lagoa que fica na Ponta da Barra, fomos brindados com um almoço especialmente produzido pela cozinha do Geraldo Restaurante, que nos foi servido em uma mesa com vista para a lagoa que produz alguns dos melhores camarões do Brasil.

Prato principal no Geraldo Restaurante, peixe fresco!
Prato principal no Geraldo Restaurante, peixe fresco!

Ficamos mais do que apaixonados pelo tratamento que recebemos no Geraldo Restaurante. Ele participa do Festival com o prato Tainha ao Gravatá, que é composto basicamente por um filé de tainha ao molho de butiá, servido com arroz de ova frita com pirão ao perfume de alfavaca. Você pode encontrar essa preciosidade da culinária sul catarinense de segunda à sexta, das 11h30 às 15h30.

Zequinha Restaurante na Barra de Ibiraquera - Imbituba

Ovas e tainha no Zequinha Restaurante
Ovas e tainha no Zequinha Restaurante

Mergulhamos em todo tradicionalismo da culinária regional ao visitar a Barra de Ibiraquera, onde fomos agraciados com a oportunidade de conhecer o Zequinha Restaurante, lugar de comida típica, de boas conversas e mais do que ideal para comer peixe com alta qualidade.

Ali experimentamos pela primeira vez as ovas da tainha, uma iguaria regional que pode ser o tira-gosto perfeito para um fim de tarde com pôr do sol na Barra. Nos fartamos com um buffet composto basicamente por alguns dos pratos mais típicos da culinária de Imbituba! Visitando o Zequinha e solicitando o prato do Festival, você estará muito bem servido com o Salmão Ibira, que é composto por um salmão grelhado ao molho ibira e farofa de banana. Sempre que solicitar um dos pratos principais da casa, o cliente terá acesso a um buffet de acompanhamentos, com arroz, pirão de peixe, feijão, farofa tradicional, batata sauté, frutas e saladas.

Bistrô Pedra da Vigia, na Praia do Rosa

Já na Praia do Rosa, visitamos o Bistrô Pedra da Vigia, que possui uma alternativa que insere a tainha (peixe de água salgada típico da região) na alta gastronomia, é o Tainha Pedra da Vigia, prato composto por um filé de tainha preparado à moda da casa, acompanhado por purê de abóbora cabotiá e pimenta rosa.

Tainha Pedra da Vigia
Tainha Pedra da Vigia

O Pedra da Vigia Bistrô está localizado no Caminho do Rei, junto à Regina Guest House, em uma das praias mais famosas de Santa Catarina, a Praia do Rosa. Eles oferecem o prato do Festival de terça a sábado, das 14h às 23h. A combinação de sabores era simplesmente sensacional, um dos grandes acertos desse prato é sem sombra de dúvidas o purê de abóbora cabotiá que é servido como acompanhamento. Fatias de tomates cozidos foram estrategicamente posicionadas sobre cada uma das postas de tainha que nos foram servidas, configurando assim um jantar verdadeiramente memorável.

Sobremesa servida no Bistrô Pedra da Vigia
Sobremesa que nos foi servida no Bistrô Pedra da Vigia

Para complementar a experiência, não poderíamos deixar de experimentar uma das mais típicas sobremesas servidas pelo Bistrô, que estava de fato à altura do prato principal.

Casarão Restaurante Bar e Mar, na Praia do Rosa

Seguindo com nosso tour gastronômico no sul de Santa Catarina, visitamos também na Praia do Rosa, o Casarão Restaurante Bar e Mar, localizado em um um ponto privilegiado do Rosa Sul, onde seus clientes podem degustar iguarias com gostinho regional e vista para o Mar do Rosa, região onde é frequente o avistamento das Baleias Franca.

Filé de merluza do Restaurante Casarão
Filé de merluza do Restaurante Casarão na Praia do Rosa

O prato da vez era um Peixe à Moda Açoriana, composto por um filé de merluza grelhado empanado na farinha de mandioca e servido com purê de aipim e chips de batata doce. A composição do prato era complementada por um delicioso crispy de couve, que abrilhantava ainda mais os sabores com sua textura crocante.

Culinária com produtos típicos da região

Visitamos vários restaurantes que oferecem pratos de altíssimo nível, porém nos encantamos com cada um dos cafés coloniais que nos foram oferecidos com tanto carinho por onde passávamos. Visitamos comunidades regionais, associações de pescadores, órgãos de turismo e quase sempre éramos surpreendidos por um buffet de iguarias que infelizmente não estavam listadas no Festival, entretanto são a maior expressividade da cultura culinária de um povo.

Quitandas produzidas com mandioca, butiá e outros elementos regionais
Quitandas produzidas com mandioca, butiá e outros elementos regionais

É difícil até encontrar os adjetivos corretos para conseguir definir com clareza toda a amabilidade à qual fomos expostos enquanto percorríamos os principais pontos turísticos e realizávamos as principais atividades desta novíssima Rota da Baleia Franca. Foram tantos cafés, tantos bolos deliciosos, tanto butiá e tempero regional, que ficou fácil levar um pouco do sabor catarinense conosco.

Para beber, algumas das melhores cervejas artesanais do país

Se você já está com água na boca apenas por ler essa matéria, acredite estimado(a) leitor(a), o sul catarinense está muito bem servido quando o assunto são as cervejas artesanais. Nesta oportunidade, realizamos várias degustações de marcas variadas de cervejas especiais; em nossa visita ao Bistrô Pedra da Vigia, experimentamos a marcante Lohn Bier Pilsen.

Santa Catarina é uma terra propícia aos amantes de cervejas artesanais
Santa Catarina é uma terra propícia aos amantes de cervejas artesanais

Esta foi uma alternativa certeira para harmonizar com o cardápio da noite, a Tainha Pedra da Vigia, contudo nós não paramos apenas nesta marca, fomos adiante e descobrimos inclusive que existe até mesmo uma cervejaria que está participando do Festival da Rota da Baleia Franca.

Phare, a cerveja da Baleia Franca

Santa Catarina é uma terra propícia aos amantes de cervejas artesanais
Santa Catarina é uma terra propícia aos amantes de cervejas artesanais

A Phare é uma cervejaria artesanal produzida em Garopaba e que oferece no Festival, as Três Praias da Phare, consistindo-se por um kit com 3 cervejas artesanais Phare de 600ml, onde cada estilo é uma "praia". Entre os rótulos disponíveis para degustação no lançamento do Festival, conseguimos conhecer a Hermosa Catarina, a Garopaba, a Praia Vermelha e até mesmo a Baleia Franca.

Concluindo...

Ainda poderia escrever várias linhas a mais, tentando ressaltar todos os sabores que encontrei no sul de Santa Catarina. Recomendo que você trabalhe para resguardar-se ao direito de poder conhecer eventos regionalistas como o Festival Gastronômico da Baleia Franca, onde visitantes e locais conseguem obter a máxima integração com as alternativas gastronômicas presentes em destinos memoráveis, assim como são as cidades de Laguna, Garopaba e Imbituba.

Luiz Jr. Fernandes
Autor

Luiz Jr. Fernandes

Analista de TI, empresário, fotógrafo e viajante.
Perfil do autor no , facebook e twitter.

Veja nossas últimas matérias
Clique para ver mais matérias