Parque Nacional de Massada em Israel

De um lado o imponente Mar Morto. Do outro o Deserto da Judéia. Entre eles eleva-se a 400 metros o Parque Nacional de Massada, uma das atrações imperdíveis para os adeptos de vistas panorâmicas, sítios arqueológicos e lugares históricos repletos de histórias impressionantes.

Nós não sabíamos bem ao certo por onde estávamos nos metendo quando decidimos partir de Jerusalém e romper para o sul do país afim de encontrar um bom lugar para conhecer o Mar Morto antes de seguir viagem até o Mar Vermelho, onde planejávamos fazer alguns mergulhos. Porém acabamos caindo por ironia do destino em um dos melhores lugares para apreciar a vista panorâmica do Mar Morto em Israel: o Parque Nacional de Massada, declarado Patrimônio Mundial da Unesco.

Pensamos que seria interessante dormir nas proximidades de Massada para conseguir tirar bom proveito da vista panorâmica, bem como ter a oportunidade de relaxar tranquilamente nos melhores lugares mais próximos para banho no Mar Morto, porém era muito contra-mão. Primeiro pois existe um hostel próximo ao Parque Nacional, porém com perfil de hotelão 4 estrelas, com suas diárias super caras e praticamente sempre lotado. Acontece que existem centenas de turistas que locam veículos em Jerusalém e partem para a exploração do sul isrealita, ficando nas poucas soluções de hospedagem que existem no caminho até Eilat, já na costa do Mar Vermelho. As distâncias entre Massada e En Gedi, o principal balneário turístico no Mar Morto em Israel fizeram com que nosso planejamento fosse repensado, e os planos agora eram conhecer Masada e no meio da tarde voltar para En Gedi, localizada a uns 30 minutos de ônibus.

O nome Massada, refere-se à palavra fortaleza, ou ainda lugar seguro consistindo-se pelos resquícios de um forte construído pelo Rei Herodes, localizado ao sul de Jerusalém, em um gigantesco planalto 520 metros acima do nível do Mar Morto e acessível apenas por uma díficil trilha (snake trail - 6.5 km com dificuldade moderada), que serpenteia a grande falésia onde as ruínas podem ser visitadas. Atualmente também há um bondinho (teleférico) que liga o centro de recepção turístico ao topo de Massada, porém os visitantes também podem optar por fazer a trilha caminhando.

A melhor vista panorâmica do Mar Morto - Massada
A melhor vista panorâmica do Mar Morto - Massada

O grande problema em caminhar em lugares áridos como esse deserto é a eminente desidratação e o calor excessivo. Recomenda-se aos visitantes que optam por fazer a trilha, que comecem o mais cedo possível - ao menos uma hora antes do nascer do sol - desde que o calor pode atingir impressionantes 43 graus celsius!. Como o tempo estava bem escasso em nosso planejamento, decidimos conhecer esse lugar da forma mais rápida e eficiente e fomos direto ao topo utilizando os serviços do teleférico. Ao chegarmos lá a impressionante vista do Mar Morto preenchendo o plano de fundo em meio a tantos paredões de rocha nativo realmente impressiona e dá aos visitantes a compreensão dos motivos de Herodes ter optado por construir essa fortaleza em um lugar tão isolado e naturalmente protegido contra inimigos.

Parque Nacional Massada em Israel
Parque Nacional Massada em Israel

Geologicamente, Massada é uma grande pedra que foi empurrada para cima pelas pressões da mudança contínua do Grande Vale do Rift, com encostas íngremes e condições perfeitas para abrigar uma fortaleza natural. Massada está idealmente localizada acima da principal estrada que conecta a região central de Israel ao sul desta nação, estradas essas que serviram como meio de transporte para o precioso sal do Mar Morto, através da Judéia para o resto do mundo antigo.

Recomenda-se que os visitantes tragam seus próprios vasilhames com água potável, desde que não há qualquer tipo de comércio no topo de Massada, porém pode-se adquirir água grátis no Sítio Arqueológico, bem como há como comprar água engarrafada na recepção deste Parque Nacional de Israel, claro que por valores extremamente exorbitantes.

Todos os detalhes fazem com que Massada seja ignorada por boa parte dos turistas que exploram Israel, muitos vão direto ao sul em Eilat para curtir as praias e o clima de agitação deste baneário, outros vários focam seus esforços apenas na região de En Gedi, comprovam que verdadeiramente a alta salinidade do Mar Morto impede que seus banhistas afundem e voltam para Jerusalém. A impressionante vista do deserto no lado Ocidental e a do Mar Morto voltado para o lado Oriental é um dos principais atrativos que levam milhares de visitantes ao topo plano de Massada.

Vestígios de um passado distante em Israel
Vestígios de um passado distante em Israel

Com relação ao sítio arqueológico, há vários lugares interessantes para os exploradores que caminham pelas ruínas deste forte, além de uma área em formato retangular que seria usada como piscina - o mikveh (banho ritual judaico), os visitantes podem caminhar entre as paredes da casa de banhos, entrar em um recinto que era utilizado como reservatório de água, bem como conhecer o que sobrou do palácio de Herodes, construído sob três grandes terraços.

Massada National Park em Israel
Massada National Park em Israel

Devido à quantidade de viagens e países que visitamos ao longo desses anos, conseguimos concluir que definitivamente Massada revelou-se a nós como um dos sítios arqueológicos mais bem preservados que já conseguimos conhecer ao redor do mundo. Um lugar que serviu de palco para duelos sangrentos entre Judeus e Romanos por volta do ano 70 DC e que permanece de pé até os dias atuais, disponível para aqueles que desejam conhecer uma das melhores vistas panorâmicas que o Mar Morto pode oferecer.

Luiz Jr. Fernandes
Autor

Luiz Jr. Fernandes

Analista de TI, empresário, fotógrafo e viajante.
Perfil do autor no , facebook e twitter.

Veja nossas últimas matérias
Clique para ver mais matérias