De Jerusalém a Belém para conhecer o lugar que Jesus nasceu

Conhecemos bem os principais destaques da Velha Jerusalém e nosso próximo destino nesses dias de exploração no Oriente Médio nos levaria a conhecer um dos lugares mais sagrados para cristãos (e também mulçumanos): a Igreja da Natividade, lugar onde supostamente estaria a manjedoura, sítio onde Jesus nasceu.

Minhas primeiras impressões sobre Israel e a Cidade Antiga de Jerusalém foram explêndidas. Logo nas primeiras horas em território santo consegui conhecer o Muro das Lamentações e conheci de perto um dos lugares mais sagrados para o Cristianismo: a Igreja do Santo Sepulcro, onde supostamente Jesus foi crucificado, sepultado e de onde ressucitou no domingo de Páscoa. Já no segundo dia de explorações, acordamos cedo para conhecer uma das melhores vistas de Jerusalém, que foi obtida nos arredores do Monte das Oliveiras, próximo à Basílica de Todas as Nações. O dia estava apenas começando e nós já tinhamos um objetivo: conhecer o lugar onde Jesus nasceu.

Descemos todos os degraus do Monte das Oliveiras passando por dentro dos jardins de Getsemâni, para chegar até o Portão de Damasco, de onde existe um pequeno terminal de ônibus que leva os visitantes da Terra Santa aos mais diversos atrativos turísticos da região, dentre eles a cidade de Bethlehém, território palestino mais comumente conhecida por nós como Belém, um verdadeiro centro cultural e turístico dessa "nação".

A cidade de Belém, na Palestina
A cidade de Belém, na Palestina (ou Cisjordânia)

Jerusalém e Belém estão distantes geograficamente apenas 10 kilômetros, porém para adentrar o território palestino não basta subir no ônibus e esperar que esses kilômetros sejam vencidos, é preciso estar de porte dos documentos de viagem e compreender que mesmo separadas por tão pequena distância, viajar até Belém é adentrar uma nova cultura, que traz consigo também novos costumes. De fato essa é uma das cidades mais buscadas pelos cristãos que visitam Israel depois de conhecerem Jerusalém. Acredita-se, pelas tradições cristãs, que é nesta cidade que Jesus Cristo nasceu, mais precisamente em uma caverna nos arredores da cidade, lugar onde foi edificada ainda no ano de 326 a Basílica da Natalidade, uma das igrejas mais antigas do mundo moderno.

Basílica da Natividade - no suposto lugar de nascimento de Jesus Cristo
Basílica da Natividade - no suposto lugar de nascimento de Jesus Cristo

Este é outro lugar que dá arrepios apenas por recordar e relatando nossas experiências nestes singelos parágrafos. A Basílica da Natalidade é considerada lugar sagrado tanto para Cristãos quanto para Mulçumanos, desde que os últimos consideram Jesus Cristo como o segundo mais importante profeta que já existiu sob a face de nosso planeta. Aqui o assédio turístico era bem menor do que o vivenciado por nós na Igreja do Santo Sepulcro, porém não acredite que ele era inexistente. Pessoas das mais diversas nacionalidades se espremem para conseguir a oportunidade de encostar no lugar onde estaria a manjedoura, sítio onde Cristo teria sido encontrado pelos três Reis Magos no dia do seu nascimento.

No interior da Igreja da Natividade - lugar onde Jesus nasceu
No interior da Igreja da Natividade - lugar onde Jesus nasceu

Arrepios também se instauram da ponta dos pés até o último fio de cabelo dos bem-aventurados que conseguem vencer as dificuldades impostas pela exploração turística e de fato chegam a tocar no marco da manjedoura. Esta Igreja foi classificada como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO apenas no ano de 2012. Visitar Belém é uma atividade obrigatória para qualquer turista que esteja nas proximidades de Jerusalém. Este passeio durou toda a tarde, chegamos de volta a Jerusalém quando já era quase noite, de onde repousamos e planejamos nossos próximos passos no Oriente Médio. Nosso destino na manhã seguinte seria o Mar Morto, com uma passadinha no Masada National Park, lugar de onde contemplamos a melhor vista panorâmica do ponto mais baixo da Terra, este que é o tema da nossa próxima matéria sobre Israel, não deixe de acompanhar nossas atualizações de perto!

Luiz Jr. Fernandes
Autor

Luiz Jr. Fernandes

Analista de TI, empresário, fotógrafo e viajante.
Perfil do autor no , facebook e twitter.

Veja nossas últimas matérias
Clique para ver mais matérias