Ilha de Ometepe primeiras impressões

Confira aqui as minhas primeiras impressões sobre um dos principais destinos turísticos da Nicarágua - a Ilha de Ometepe - lugar fantástico que abriga mais de 35.000 habitantes, dezenas de vilarejos e dois vulcões. Acompanhe essa série de matérias sobre a Ilha e saiba um pouco mais das alternativas turísticas a serem desfrutadas por aqueles que resolverem dar uma passadinha por lá.

Imagine chegar a um lago que forma ondas como um verdadeiro oceano e que se destaca tão gradiosamente no mapa da Nicarágua a ponto de responder por imensidão aproximada de 65 por 25 kilômetros! Isso gera uma superfície de cerca de 1042 km2! Dá pra ver do espaço a olho nu com certeza! E no meio desse lago que leva o nome do país, existe uma ilhota chamada Ometepe.

Ometepe é constituída por várias vilas e dois vulcões - o Concepción(1610 m) e Maderas(1394 m) e é sem dúvidas o principal destino promovido pelo país. Logo ao cruzar a fronteira em Peñas Blancas já era possível ver propagandas desse destino por todos os cantos. Eu sinceramente não acreditava muito que seria tão legal quanto foram os dias que estivemos em San Juan Del Sur. Um destino tão divulgado na Nicarágua mas que nunca havia ouvido falar. Quem diria que um dia eu iria parar bem no meio de uma ilha no meio do Lago da Nicarágua?? Além de não saber o que me aguardava, não poderia imaginar que dias melhores do que os que já haviam passado poderiam estar ainda por vir nessa viagem. Mas também viriam dias piores.

Chegada a Ometepe e visão geral dos vulcões
Chegada a Ometepe

Minha visita a Ometepe me fez acreditar um pouco mais em mim mesmo. E vocês vão saber em breve do que eu estou falando. Nesse primeiro post de uma série sobre esse fantástico lugar, vamos abordar as minhas primeiras impressões sobre Ometepe, como chegar até lá e o que esperar. Nos próximos dois vamos falar um pouco mais sobre o vulcão Concépcion e o método não seguro de escalá-lo, e em um novo post falaremos de um dos lugares mais fantásticos dessa minha estada na Nicarágua - o olho d'agua da Ilha de Ometepe.

visão geral dos vulcões
Visão geral dos vulcões

Para chegar até a Ilha existe o serviço de Ferry Boat que sai de uma dezena de cidades, visto a extensão do Lago. Existem dois portos principais na Ilha de Ometepe - Moyogalpa e San José. Não se preocupe pois existem serviços de transporte coletivo que conectam os vilarejos espalhados pela ilha. Saiba que existem mais de 35.000 pessoas vivendo aos pés desses dois vulcões! A sensação ao caminhar na ilha sempre com os dois vulcões no plano de fundo é ao menos interessante. A sensação de ter que sair correndo a qualquer momento era uma constante em meus pensamentos. É claro que tinha absoluta certeza que nenhum dos vulcões entraria em erupção e cuspiria lavas durante algum dos três dias que fiquei nessa Ilha. Sinceramente essa sensação é normal e corriqueira nos visitantes de Ometepe (eu perguentei a várias pessoas por lá )

Para chegar até Ometepe desde a cidade de Granada serão necessárias cerca de 4 horas de navegação. Já desde Rivas (porto de San Jorge) será necessário cerca de uma hora. Há ainda embarcações menores, construídas com madeira, que fazem o transporte apenas de pessoas. Mas nada melhor do que viajar no ferry junto com várias outras pessoas (de diversas nacionalidades), carros e caminhões.

Com a sua viagem garantida, basta apreciar o clima (faço votos que esteja aberto, assim como foram os meus dias). Aproveite para alimentar os pássaros e tê-los em sua cia até a Ilha!

Ferry boat para Ometepe
Ferry boat para Ometepe

O que esperar de uma ilha fincada no meio do Lago da Nicarágua?? Eu sinceramente não queria subir aquele vulcão em hipótese alguma. A não ser que fosse algo não tão hardcore quanto foi comigo. Sim, eu escalei o vulcão Concépcion da forma mais errada do planeta e vou relatar tudo no terceiro post dessa série de matérias sobre o Ometepe.

E além de escalar vulcões o que mais dá pra fazer?? Há aqueles que curte caminhadas pela floresta, outros gostam de tomar banho nas praias de água doce que são formadas nos arredores da ilha, outros vão em busca dos hiéroglifos (sim, eles existem aos milhares por aqui). E a grande maioria aproveita para interagir com os locais, visitar as várias vilas e conhecer os costumes dos habitantes desse remoto lugar. Eu fiz de tudo um pouco.

Ometepe - O que esperar
Ometepe - O que esperar

Espere por um lugar simples, humilde, mas cheio de vida, belezas naturais, atividades ecoturísticas e muita paz de espírito. Ver a forma na qual essas pessoas vivem foi fundamental para compreender a forma na qual encaro muita coisa no meu dia a dia. Ometepe é a maior ilha dentro de um lago de águas doces no planeta. Imagine a riqueza de fauna e flora que você irá encontrar quando visitar esse lugar!

Resumidamente, em Ometepe existem centenas de opções, depende do perfil de cada visitante. Existem diversas maneiras de se deslocar para ver as atrações mais interessantes, conforme justamente com seu perfil. Existem aquelas pessoas que preferem ter seu próprio meio de locomoção - Ometepe está cheia de lugares onde você poderá locar uma moto ou bicicleta para dar um pouco mais de aventura á sua estadia na ilha. Há aqueles que preferem ir a cavalo, mas a certeza é que existem transportes públicos (chicken bus), você pode até caminhar (as distâncias são longas sim, não são gigantescas) e sem dúvida você também sempre pode se aventurar a conseguir uma carona (há caminhões de banana que cortam a ilha a todo momento de norte a sul). Cada turista tem seu perfil pode optar pelas melhores condições de deslocamento que lhe for mais cabível, basta estar disposto a se informar com os locais e aproveitar ao máximo as oportunidades de explorar Ometepe.

Ruas de Ometepe - Nicarágua
Ruas de Ometepe e hotel em que me hospedei - Nicarágua

Recomendo muito também que façam a viagem até Ometepe (ou de volta) sempre o mais próximo possível do fim do dia. Ver o por do sol do ferry é impagável.

Por do Sol do Ferry Boat na volta de Ometepe
Por do Sol do Ferry Boat na volta de Ometepe

E então, curtiu?! Pois então espere muito mais nos próximos posts sobre a América Central. Você ainda vai saber muito mais das belezas que podem ser desfrutadas em uma viagem até a Ilha de Ometepe.

Luiz Jr. Fernandes
Autor

Luiz Jr. Fernandes

Analista de TI, empresário, fotógrafo e viajante.
Perfil do autor no , facebook e twitter.

Veja nossas últimas matérias
Clique para ver mais matérias