Nova York sem dinheiro: 10 dicas pra se virar sem grana na Big Apple

Aproveitou uma promoção pra Nova York? Tá com a grana curta?! Saiba como se virar em Nova York sem dinheiro (ou com muito pouco)!

Fala galera que segue o Boa Viagem! Tudo na paz com vocês?! Como está tudo por aí? Por aqui tudo na santa paz de Deus :D Hoje venho escrever pra você sobre um tema que me questionam quase que diariamente: Nova York sem dinheiro!? Comprei um ticket de promoção e tô indo pra NYC completamente sem grana (ou com grana restrita!) hahahaa

Bem amigos(as), eu já visitei a Big Apple um monte de vezes nessas condições, acredite em mim: é normal sair pra viajar e querer gastar pouco (ou quase nada kkk). De fato existem várias coisas pra fazer em Nova York com o custo baixo ou até mesmo sem gastar nada, acho que uma vez naquela cidade maluca, com uma hospedagem garantida e um Metrocard na mão ilimitado você pode fazer de tudo com pouco dinheiro no bolso.

Nova York sem dinheiro

Em épocas de dólar batendo os 4 reais com folga, até mesmo um cara com bastante dinheiro tentaria praticar um pouco de economia né não? Afinal de contas ao menos aqui do meu lado pra ganhar dinheiro ainda tá sendo bem ralado heheh, quase sempre que vou a Nova York acabo fazendo alguma dessas coisas que vou listar logo a seguir pra você.

1: Caminhar na ponte do Brooklyn

Nova York sem dinheiro
Nova York sem dinheiro: Você não precisa pagar pra atravessar a ponte do Brooklyn caminhando

Considerando que você comprou sua hospedagem ainda aqui no Brasil, pagou no cartão sem IOF e taxas de saque/compra no exterior, e sabendo que você chegou em Nova York e comprou um passe ilimitado com direito a 7 dias nos metrôs (que custa U$ 30,00), então vamos às minhas dicas pra maximizar a sua viagem, minimizando seus gastos.

A primeira delas é a mais fácil de todas: pegar o metrô da sua hospedagem para a estação Chambers St (Brooklyn Bridge City Hall Station), que fica na ponta sul de Manhattan. Dali é possível começar a caminhada que vai te fazer ter algumas das vistas mais espetaculares do centro financeiro de Nova York. Cruze a ponte até o final, contemple a maravilhosa vista, tire fotos e se divirta-se em Nova York sem dinheiro (ao menos até aqui heeheheh). Para ler mais dicas sobre isso visite: caminhando pela Brooklyn Bridge.

2: Visitar um espaço de trabalho colaborativo

Visite um espaço de coworking em Nova Iorque
Visite um espaço de coworking em Nova Iorque

Essa é uma dica interessante pra quem está em Manhattan e ao invés de gastar, precisa mesmo é ganhar dinheiro! Existem diversos lugares interessantes nos quais você pode investir um tempo da viagem trabalhando. Você pode escolher um parque em Midtown, tal como o Bryant Park (que fica pertinho da Times Square), lugar agradabilíssimo ao ar livre pra comer e matar um tempinho respondendo e-mails, mas se você precisa mesmo de foco e quer trabalhar em um lugar com estrutura de escritório (sem pagar nada por isso), pode visitar a AWS, um espaço de coworking da Amazon, localizado na 350 W Broadway, New York, NY 10013, EUA.

O AWS funciona de segunda a sexta das 10 da manhã até as 6 da tarde e oferece várias gratuidades a seus visitantes, entre elas: internet (muito!) rápida grátis, espaços para trabalhar, de altíssimo bom gosto e conforto excepcional, ambiente produtivo e inspirador, além de café, água, snacks e até (pasme!) cerveja grátis - sim! eles tem uma máquina de chopp à disposição de seus visitantes.

3: Explorar a Times Square em busca de gratuidades e coisas interessantes

Times Square tem de tudo: até gratuidades!
Nova York sem dinheiro: Times Square tem de tudo: até gratuidades!

Você quer ir além e visitar Nova York de graça né, pode falar a verdade pra mim lá nos comentários hehehe, eu não vou te julgar por isso kkk (até mesmo pq eu já fiz isso várias vezes)! Bom se você quer chegar nesse nível então deve se ligar em uma dica muito interessante: existem diversas gratuidades que podem ser obtidas nas regiões mais centrais de Manhattan. Isso mesmo! Veja só: já foi em um shopping ou supermercado muito badalado? Não é cheio de coisas pra experimentar? Pois agora pense na maior vitrine dos Estados Unidos: ela se chama Times Square.

Além de muitos (milhares!) de turistas se esfregando pelas principais ruas que compõem esse miolo de Nova York, por ali é possível encontrar muitos golpistas, muitos artistas de rua, lojas, luminosos, comida e bebida pra todo lado, mas também se caminhar com calma e fazer um bom "people watching" vai conseguir detectar que existem frequentemente algumas pessoas dando brindes e amostras grátis de tudo quanto é coisa: eu já ganhei de café, a iogurte, passando por suco natural e até pedaço de pizza :D Fique atento às saídas dos metrôs, sempre tem alguém trabalhando uniformizado dando alguma coisa pra ser experimentada..., eu amo muito tudo isso kkk!

4: Pegar o ferry pra Staten Island pra ver a Estátua da Liberdade

A melhor forma de ver a Estátua da Liberdade sem pagar por isso
Turistas e locais pegando o ferry pra Staten Island em Nova York

Gosto demais de fazer coisas grátis que fazem parte da rotina da vida real de outras pessoas, mas que para mim na realidade são novidades e atrações em grandes metrópoles (ou até mesmo em vilarejos em praias desertas). Eu gosto muito de contemplar a vista da Estátua da Liberdade cruzando da ponta sul de Manhattan pra Staten Island! É imbatível a vista, não há como ter algo melhor do que isso sem pagar nada! Eu até procurei alguns lugares por terra em Manhattan, lá pras bandas do Brooklyn, onde eu pudesse contemplar a vista da estátua desde a terra firme, contudo não é nada comparado ao que dá pra ver se pegar o ferry grátis pra Staten Island (clique no link pra ver o post).

5: Visitar o Brooklyn Bridge Park

Brooklyn Bridge Park
Brooklyn Bridge Park e uma das melhores vistas de Manhattan

Se você seguiu aquela minha primeira dica de caminhar pela ponte do Brooklyn desde Manhattan, então você pode complementar aquela experiência, estendendo a caminhada pelo Dumbo, um dos bairros mais descolados ali da pontinha do Brooklyn. Eu iria caminhando desde a estação da rua Chambers, seguiria por toda extensão da Ponte do Brooklyn até chegar no Dumbo, visitaria o Main Street Park, o Empire Fulton Park (que tem vistas espetaculares da Ponte do Brooklyn e da Ponte Manhattan) e seguiria caminhando por toda extensão do Brooklyn Bridge Park até o Pier 5 (ou Pier 6), de onde é possível pegar o ferry pra Governor's Island, outro lugar incrível pra fazer caminhadas, trilhas e até mesmo contemplar a vista da Estátua da Liberdade e do distrito financeiro de Manhattan. Ah, deixei um mapinha desse trajeto pra você logo a seguir, dá uns 5 km...

6: Passar o dia em uma das centenas de praças que existem ao redor dos bairros

New York City tem mais de 1,700 parques, playgrounds, e áreas de recreação
New York City tem mais de 1,700 parques, playgrounds, e áreas de recreação

Como você viu na dica anterior, boa parte do sucesso de uma viagem até Nova York está na destreza entre desfrutar do melhor que a cidade pode oferecer, mesclando atrações no meio da selva de pedra, mas também imersos nas centenas de parques e áreas verdes, verdadeiros refúgios naturais que podem ser encontrados em todos os bairros de Nova York. Você pode visitar NYC quantas vezes quiser, não vai nunca conseguir visitar todos os parques da cidade, New York City tem mais de 1,700 parques, playgrounds, e áreas de recreação (todas grátis!)

7: Perder-se pelos andares do Museu de História Natural

Museu de História Natural em Nova York
Museu de História Natural em Nova York perfeito pra quem quer fazer Nova York sem dinheiro!

Você pode não ser muito chegado(a) em museus, mas acredite em mim, esse lugar é algo totalmente diferente de um tradicional museu! É o tipo de "must-have" em Nova York, o lugar que todo turista deve visitar ao menos uma vez. O preço?! Eu fui num domingo e o preço era sugerido, então eu poderia pagar quanto quisesse (desde que pagasse ao menos alguma coisa). Bom eu paguei 1 dólar e tive uma das experiências imersivas mais valorosas dos últimos tempos. Ainda vou escrever uma matéria completa e bem informativa sobre esse lugar, contudo a minha dica pra esse momento é apenas VÁ, sem perder tempo!

8: Pegar uma praia em Coney Island

Praia em Nova York: Coney Island
Praia em Nova York: Coney Island

Tá aqui outra coisa que dá pra fazer sem pagar nada: dá pra pegar praia no verão de Nova York visitando a Coney Island, uma pequena península localizada no Brooklyn, que se transformou em um dos principais pontos turísticos de NY nos anos 70, 80 e 90. Eu estive recentemente visitando o lugar, é realmente um espetáculo de estrutura pra quem quer pegar uma praia sem pagar 1 dólar sequer por isso. Existe uma estruturinha básica, tal como banheiros, chuveiros com água doce, um calçadão gigante pra caminhar de um lado pro outro, de fato é um lugar interessante pra visitar em família nos dias de verão calorento no hemisfério norte.

9: Obter momentos agradáveis na High Line

High Line
High Line

Uma viagem a Nova York vai se transformar em uma "colcha de retalhos" nas suas memórias depois que voltar pra casa. É importante escolher cada um dos retalhos que vai constituir a sua colcha muito bem, pra depois não se arrepender pensando que o tempo foi desperdiçado. Eu gosto de visitar a High Line sempre que vou a NY, uma velha estação de trem que foi reformada, demonstra tanto o poder de renovação, de reaproveitamento com alta qualidade que esse povo tem, um lugar de fato realmente muito inspirador! Tem um post que fala mais sobre a High Line e o Chelsea Market já publicado aqui no blog viu, dá um pulinho lá :D

10: Fazer um "dollar slice tour"

Em busca da fatia perfeita!
Em busca da fatia perfeita em Nova York sem dinheiro no bolso heheheh!

Agora essa é pra quem economizou demais já fazendo tudo que eu recomendei nesse post e agora quer gastar um pouquinho no final da viagem: vá fazer um tour por fatias de pizzas a um dólar. Existem dezenas de lugares em Nova York onde você pode encontrar pizzas por um dólar a fatia. São básicas: apenas a massa, o molho e o queijo, mas eu vou te ser sincero, você não vai precisar de mais nada além disso. Essas pequenas fatias baratas são consideradas algumas das melhores pizzas do mundo!

11: Bônus - Entrar em uma loja pra ver o que há de mais moderno (mas não comprar nada hein kkkk)

Apple Store em Manhattan
Apple Store em Manhattan

Essa é boa! Eu faço isso toda vez que estou com tempo sobrando em Nova York. Gosto de visitar as lojas por visitar..., pra conhecer um pouco mais sobre as novidades e estar informado dos preços, do que posso ou não comprar e consigo me planejar com muito controle para maximizar o meu poder de compra nas viagens. Visitar lojas como a B&H ou Apple Store podem fazer um arrombo na sua vida financeira caso seja um comprador compulsivo, é bom pesquisar antes, ver os preços, ponderar as ações, questionar-se se realmente precisa daquele objeto antes de adquiri-lo, afinal de contas não tá fácil pra ninguém em época de dólar a 4 conto né não!?

Concluindo...

É isso querido leitor(a), chegamos ao final de mais um mega post recheado de dicas e relatos reais de experiências que eu mesmo realizei em Nova York e que com certeza fizeram com que a minha viagem fosse mais proveitosa e muito mais econômica. Nova York sem dinheiro é possível, basta ponderar, viver como um local e maximizar os bons momentos consigo mesmo.

Gostou da matéria? Acha que é possível fazer uma viagem pra Nova York sem dinheiro ou com muito pouco?! Foi útil pra você? Não esquece de me deixar o seu comentário hein! Abraço e até a próxima.

Luiz Jr. Fernandes
Autor

Luiz Jr. Fernandes

Analista de TI, empresário, fotógrafo e viajante.
Perfil do autor no , facebook e twitter.

Veja nossas últimas matérias
Clique para ver mais matérias