Indonésia foi uma grande surpresa no meio da viagem ao Sudeste Asiático no começo do ano de 2012. Definitivamente ela não estava no script, e foi incluída no meio do caminho, alguns dias apenas antes do voo que me lançou em Denpasar partindo de Phuket, localizada no sul da Tailândia. Ao desembarcar na Ilha de Bali, logo após começar a obter algumas das primeiras impressões sobre essa nova nação, eis que surgiu um grande problema – como percorrer uma ilha tão gigantesca sem um veículo? Dependeríamos dos serviços de transporte público? Caminharíamos dezenas de kilômetros por dia para conhecer os melhores lugares? Bem, tudo isso seria muito inviável em uma Bali chuvosa e caótica – a melhor opção seria alugar um veículo no aeroporto mesmo e dali partir para conhecer os melhores lugares sem muito desespero!

Em meus pobres conceitos sobre a Indonésia, antes mesmo de partir, acreditava que a Ilha de Bali fosse menor, a ponto de poder ser corrida de scooter assim como já havíamos feito com Koh Samui na fase tailandêsa dessa viagem – eu estava redondamente enganado! Além de gigantesca (a ponto de ter que gastar uns 2 ou 3 dias de carro para dar uma volta completa), Bali possui um trânsito extremamente caótico – milhares de motos entopem as ruas e muitas vezes é preciso optar por um carro pequeno, justamente tentando evitar qualquer amassado na lataria – tirar finos é praticamente inevitável quando se dirige pelas ruas de Denpasar e de várias outras cidades de Bali.

Como essa era uma viagem de surpresas, buscava não ler e me informar muito sobre os destinos justamente pois eu estava em busca de ser surpreendido a cada cidade visitada – pontos positivos e negativos nessa decisão – desde que acabei deixando de conhecer lugares fantásticos e errei em muitos pontos, erros esses que poderiam ser evitados com um mínimo de planejamento – um dos erros foi não ter reservado o veículo antes de chegar a Bali. Debaixo de um clima bem chuvoso não tivemos outras alternativas a não ser recorrer para as agências locadoras de veículos que existem logo no saguão de desembarque do aeroporto de Denpasar.

Carro alugado no aeroporto de Denpasar na Ilha de Bali
Carro alugado no aeroporto de Denpasar na Ilha de Bali

Escolhemos o carro mais econômico, desde que o objetivo era economizar com os custos fixos e aproveitar para maximizar as experiências gastando um pouco mais com os passeios e comidas em geral. Depois de muito negociar de um lado para o outro, de sofrer um pouco com a falta de inglês das pessoas locais e de finalmente fazer uns comparativos que fossem propícios para ajudar no nosso poder de decisão, encontramos o carrinho azul da montagem acima, a um custo realmente irrisório conseguimos alugá-lo para os sete dias de exploração desta ilha – foi algo realmente barato, tanto que sequer me recordo a quantia exata gasta no aluguel do veículo, nada mais do que uns R$ 25,00 por dia. Estávamos prontos, livres, munidos de disposição e um tanque de combustível lotado de gasolina! Era hora de sair para conhecer as melhores cidades de Bali.

Mão inglesa, detalhes do carro e a outra alternativa de deslocamento em Bali - as scooters
Mão inglesa, detalhes do carro e a outra alternativa de deslocamento em Bali – as scooters

Os agravantes que complicaram a nossa situação, além de muita chuva e a falta de locais que falavam inglês num primeiro momento foi definitivamente a mão inglesa – dirigir na nossa contra-mão parecia algo mais desafiador do que as condições climáticas – muitas vezes as ruas eram tão apertadas que fazia-se necessário uma dose maior de precaução e cautela nas curvas – e várias curvas foram vencidas até chegarmos a Ubud, uma das cidades mais turísticas de Bali, que fica exatamente na região central da Ilha. Muitos viajantes também optam por percorrer a Ilha de Bali em motos/scooters, algo que definitivamente faz a viagem ficar mais econômica, porém nada produtiva, desde que não é possível carregar as bagagens nas motoquinhas! Uma vez no carro, lota-se o porta-malas (bem pequeno no nosso caso) e já se está pronto para um dia todo de explorações, sendo finalizado em um outro hotel, em uma outra cidade – está preparado para conhecer Bali a bordo do Blog Boa Viagem? Então não perca por nada as nossas atualizações 😉


Autor
Luiz Jr. Fernandes
Sou um analista de sistemas, fotógrafo, autor deste blog e viajante profissional. Já conheci mais de 70 países em todos os continentes do mundo. As minhas matérias são 100% exclusivas, inspiradas em experiências reais adquiridas nos destinos que visito. Obrigado por ler e acompanhar o meu trabalho.
Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *