Olá pessoal! Tudo bem com vocês?! Espero que sim! Hoje estou aqui para escrever mais um post sobre a minha viagem recente a Barcelona, desta vez o assunto é o ponto turístico mais famoso de Barcelona: a Igreja Sagrada Família. Eu já inclusive escrevi uma introdução a esta viagem no post sobre o que fazer em Barcelona, uma das metrópoles europeias que mais me conquistaram nos últimos tempos.

Visitei Barcelona tempos atrás e confesso pra você: é uma cidade para cair de amores e querer voltar várias vezes durante a vida. Uma cidade com clima agradável, com gente local super amigável e com aquele tchan que te faz querer caminhar durante o dia inteiro. Hoje quero compartilhar com você em um post rápido como foi conhecer a Igreja Sagrada Família, como eu fiz pra visitá-la por conta própria e quais foram as minhas impressões sobre essa experiência.

Vista da Igreja Sagrada Família desde o Montjuïc
Vista da Igreja Sagrada Família desde o Montjuïc

A foto anterior é a vista de Barcelona que pode ser obtida no topo do Montjüic, assunto de um próximo post que estou preparando para os próximos dias. Dali é possível ver a zona central de Barcelona por completo e também a Igreja da Sagrada Família.

Templo Expiatório da Sagrada Família

A Sagrada Família é reconhecidamente um dos maiores templos católicos presentes na cidade de Barcelona. Escolhi logo a manhã do meu primeiro dia completo nesta cidade para explorar a região e conhecer melhor o principal marco urbano desenhado pelo arquiteto catalão Antoni Gaudí.

Dia de céu azul em Barcelona
Dia de céu azul em Barcelona

Sua imponência resplandeceu mesmo enquanto ainda estava caminhando pela Praça de Gaudí, agradável zona verde que fica localizada bem em frente à histórica igreja.

Este templo católico é considerado como a maior obra-prima já realizada pelo arquiteto catalão Antoni Gaudi, bem como também considerada como o maior expoente da arquitetura modernista catalã.

Sagrada Família contrastando com um azul lindo no céu
Sagrada Família contrastando com um azul lindo no céu

O dia estava com o céu azul, o sol estava a pino e a temperatura estava super agradável! Optei por conhecer esse lugar como a primeira atração do meu dia justamente para aproveitar o clima agradável que estava fazendo, como você pode perceber, essa opção me fez obter fotos incríveis da igreja mais icônica da Espanha.

Como chegar na Igreja Sagrada Família

Eu estava hospedado no bairro chamado Sants-Monjüic, então mesmo sendo um pouco distante do centrão de Barcelona, ainda assim preferi caminhar para chegar até a Igreja da Sagrada Família.

Você pode também usar o metrô e pegar a Linha Azul (L5) e descer no terminal Sagrada Família, ou então poderá utilizar a Linha Roxa (L2) e descer no ponto Monumental.

Como eu preferi caminhar, acabei gastando muito tempo para chegar até a Igreja, mais do que o normal, desde que eu fui parando para fotografar, caminhando sem muito desespero e desfrutando no meu tempo das melhores oportunidades para fotografia que a cidade ia me oferecendo naquela bela manhã ensolarada.

Sagrada Família e a pracinha em frente
Sagrada Família e a pracinha em frente

Caso opte em fazer como eu e ir caminhando, basta marcar no seu GPS o seguinte endereço: Carrer Mallorca, 401. Pronto! Como a igreja é super centralizada até parece que todas as ruas de Barcelona acabam desembocando nela. Mas não subestime o tamanho dessa cidade, eu demorei mais de hora pra conseguir chegar na igreja caminhando hehehe

Um dos lugares mais legais para fazer fotos da igreja é na Praça de Gaudí que fica localizada logo em frente. Ali tem um lago que pode proporcionar belíssimas fotos com reflexo, mas tome bastante cuidado, pois existe o risco de você ficar sem a carteira por ali hein.

Igreja Sagrada Família
Praça Gaudí, localizada em frente à Igreja Sagrada Família

Existem diversos batedores de carteiras que surgem do nada nos pontos turísticos mais famosos de Barcelona. São homens, mulheres e até adolescentes que aparecem do nada e tomam o que você tem nos bolsos. Então redobre o cuidado e desfrute dos marcos urbanos desta metrópole sem correr nenhum tipo de risco!

Feirinha em frente à Igreja Sagrada Família em Barcelona
Feirinha em frente à Igreja Sagrada Família em Barcelona

Ali na praça também vai ser possível encontrar algumas lojinhas vendendo artesanato e souvenirs variados, entretanto, mais uma vez, prepare a carteira caso queira adquirir alguma recordação pois os preços são meio salgadinhos (ainda mais com o euro na casa dos 6 reais!).

A praça fica em frente à entrada principal da Igreja Sagrada Família. É super bem arborizada e possui esse lago no meio que pode proporcionar cenários muito bonitos com a iluminação durante a noite.

Eu só visitei a Igreja uma única vez nesta rápida viagem a Barcelona e não tive tempo de conhecê-la com a iluminação ligada durante a noite, mas já vi fotos na internet incríveis com o reflexo do lago e a iluminação ligada, então fica aqui a dica para você voltar até a igreja ao menos duas vezes para ver o cenário com luz do dia e com a iluminação noturna ligada.

Entrada da Igreja Sagrada Família em Barcelona
Entrada da Igreja Sagrada Família em Barcelona

Na oportunidade em que visitei a Igreja Sagrada Família tinham tantos turistas que optei por não entrar. Mas é possível pagar uma taxa e fazer uma visita ao centro da igreja e subir até as torres, um tanto quanto caro também para meu mísero bolso brasileiro (custa mais do que o preço da entrada no Museu do Louvre para sua referência). Atualmente o valor para uma visita guiada de duas horas está em 35,00 EUR (quase 200 reais!)

Mas vai por mim, a Igreja é linda por fora! A arquitetura é realmente espetacular! Com a pracinha em frente então, não senti tanta vontade de enfrentar filas e pagar preços salgados para conhecer o interior.

Importante frisar que é uma igreja que começou a ser construída ainda no século passado – o projeto foi iniciado no ano de 1882 – e ainda encontra-se em obras até os dias atuais. A previsão de conclusão é estimada para meados de 2026.

Vista em detalhe da fachada da Igreja Sagrada Família em Barcelona
Vista em detalhe da fachada da Igreja Sagrada Família em Barcelona

Com a grandiosidade da construção e a riqueza de detalhes e adornos é possível ficar HORAS ali de fora apenas contemplando a beleza das suas torres, adornos, estátuas e da edificação como um todo.

Uma dica que eu já adianto para aqueles que vão fazer o passeio dentro da igreja: compre o ingresso pela internet pelo mesmo preço, com hora marcada, e evite as filas gigantescas entrando separado.

Detalhes da arquitetura na frente da Igreja Sagrada Família em Barcelona
Detalhes da arquitetura na frente da Igreja Sagrada Família em Barcelona

Esta é uma edificação que foi iniciada em estilo neogótico, porém Gaudí o reformulou completamente quando assumiu a responsabilidade pela arquitetura. Foi projetado para ter 3 grandes fachadas: a Fachada da Natividade, quase terminada com Gaudí ainda em vida, a Fachada da Paixão, iniciada em 1952, e a Fachada da Glória, ainda por completar.

Riqueza de detalhes da arquitetura modernista catalã
Riqueza de detalhes da arquitetura modernista catalã

Quando o templo tiver sido terminado, contará com 18 torres: serão quatro torres em cada uma das 3 entradas-portais. Possuirá um sistema de 6 torres com a torre do zimbório central possuindo cerca de 170 metro de altura com mais 4 torres ao redor desta principal.

Para você ter uma noção da grandiosidade desse templo, ele poderá conter no seu coro cerca de 1500 cantores, com 700 crianças e 5 órgãos. Atualmente estão concluídos os portais da Natividade e da Paixão. O portal da Glória foi iniciado, estando ainda em construção das abóbadas interiores (no ano de 2020).

Igreja de Barcelona
Igreja Sagrada Família

Concluindo

Se um dia for a Barcelona, não deixe de visitar a Igreja da Sagrada Família. Opta por conhecê-la por dentro também? Então compre o ingresso pela internet para evitar filas, chegando assim no lugar/hora correta para sua visitação. Eu fiz isso quando visitei o Parque Güell e foi só sucesso.

Já conheceu esse lugar? Tem alguma dica legal para complementar a experiência aqui registrada?! Então não hesite em seguir adiante e deixar-nos um comentário na caixa que virá logo à seguir! Grande abraço e até a próxima!

Autor
Luiz Jr. Fernandes
Sou um analista de sistemas, fotógrafo, autor deste blog e viajante profissional. Já conheci mais de 70 países em todos os continentes do mundo. As minhas matérias são 100% exclusivas, inspiradas em experiências reais adquiridas nos destinos que visito. Obrigado por ler e acompanhar o meu trabalho.
Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *