Faaaaala amiguinhos e amiguinhas, como vocês estão hoje?! Tudo na santa paz?! Eu voltei de uma viagem ao Canadá recentemente e já estou doido pra compartilhar algumas dicas e experiências por aqui com vocês. Olha já conheci lugar desenvolvido viu, mas igual esse Canadá, tá difícil encontrar um país pra poder comparar. Hoje vou contar pra você um pouco sobre uma das melhores experiências que eu obtive nessa viagem, um lugar muito legal pra comer sushi em Vancouver e de quebra, se você for na hora certa, poder aproveitar também do tradicional churrasco coreano, ou Korean BBQ. Bora viajar comigo?! Vai lendo então…

Eu cheguei esses dias pra trás de uma viagem até Chicago e Vancouver, foi bem legal, fui sozinho, mas isso me deu a liberdade necessária para realizar várias experiências que de fato fizeram com que essa viagem fosse uma das mais memoráveis de 2019. Vamos começar então pelo começo?!

Eu cheguei cedinho em Vancouver, cidade lindíssima localizada na costa oeste do Canadá e fui direto fazer o checkin no meu hotel (te conto em outro post tudo sobre o hotel e a viagem com detalhes hein!). Era um domingo cedinho, fazia um friozinho agradável e o céu estava bem encoberto por nuvens (#raicouver kkk).

Quando as coisas não estão muito legais para atividades ao ar livre, eu costumo optar quase sempre por praticar um dos meus esportes prediletos: comer bem, com qualidade e por um preço justo!

Sushi em Vancouver, no Canadá

Então eu pensei bem, cogitei em visitar alguns lugares logo depois que fiz o checkin pra ir almoçar, contudo eu andei pouquíssimas ruas logo ao sair: fui logo dando de cara com um lugar que parecia valer a pena. Passei em frente a um tal de Shabusen, localizado na Burrard Street, que era muito próximo do meu hotel, vou te contar tudinho sobre a minha hospedagem por lá no próximo post.

Era um edifício de alguns andares que tinha uma placa discreta bem na porta e parecia ser a sede de alguns restaurantes. Já avistei logo o sashimi e sushi na placa e pensei “É agora que eu tiro a barriga da miséria” kkkk

Sushi em Vancouver no Shabusen
Sushi em Vancouver no Shabusen

Eu confesso que essa foi a minha primeira vez em um restaurante de churrasco coreano, logo eu, um gaúcho/goiano que tanto ama assar uma carninha 😀 Mau sabia que estava prestes a vivenciar uma das melhores experiências da viagem. Eu cheguei um pouco tarde, era mais um menos 1 da tarde, o almoço começa sempre às 11, contudo existe uma limitação de horário que deve ser observado, vou te explicar isso ao longo da matéria.

Korean BBQ pela primeira vez em Vancouver no Canadá

Logo na entrada fui recebido por um dos colaboradores da casa, que prontamente me atendeu com um sorriso. Perguntei se precisava de reserva, ele me respondeu perguntando quantas pessoas eram. Falei que era só eu e ele já acenou para eu ir acompanhando ele. Fui entrando no restaurante, parecia bem lotado por ser um domingo né, então fui seguindo esse senhor que me deixou em uma espécie de bancada onde várias pessoas comem lado a lado.

Korean BBQ e Sushi em Vancouver, no Canadá
Korean BBQ e Sushi em Vancouver, no Canadá

Ele me passou o cardápio, eu disse que queria o churrasco com sushi kkk. Ele foi super rápido e solicito, me deu tipo um cartãozinho de papel onde eu poderia marcar as opções que eu gostaria de comer. Perguntou se era a primeira vez que eu visitava a casa, eu disse que sim. Ele então me explicou como funcionava o esquema deles de “all you can eat” (rodízio japonês e coreano): eles iriam me deixar marcar duas vezes no cartão.

Sushiman trabalha em frente a várias tiras de salmão
Lugar para comer sushi em Vancouver – sushiman trabalha em frente a várias tiras de salmão

Dei uma analisada de ponta a ponta nos itens do cardápio que eu poderia escolher e percebi que existia uma limitação muito sem vergonha: eu poderia escolher apenas 8 fatias de sashimi! OOOOrra meu, logo de cara eu pensei assim: “mas que sacanagem”. Eles me colocam sentado em frente a uma pilha de salmão fresco e me obrigam a pedir só 8 fatias! Puuuuxa vida! Eu fiquei grilado demais na hora e pensei até em ir embora.

Só que ai meus amiguinhos(as), fiz exatamente o contrário. Pensei assim: “tudo bem, vocês não querem me dar sashimi, então me aguentem no que tiver aqui pra comer que não seja peixe cru! kkkkk Bem cabecinha de brasileiro né 😀 Pois é! Nessa hora eu saí marcando no cartãozinho tudo que eu tinha direito. No primeiro momento fui levado por esse instinto defensor do valor do meu dinheiro, mas depois eu fiquei um pouco tenso pensando que poderia ter subestimado os caras desse restaurante, pedindo muito mais coisas do que eu conseguiriam comer kkkkkk

Que comecem os trabalhos! Bora comer tooodo sushi de Vancouver kkk

Eu saí marcando tudo que eu via na frente como um louco. Passei bem uns 20 minutos pensando no que marcar antes de entregar o primeiro cartão. Eu pedi um pouco de tudo: marquei logo as 8 peças de sashimi que tinha direito, pedindo atum e salmão e mais atum e salmão com um molho agridoce super picante (que estava espetacular a propósito).

Sushiman trabalha em frente a várias tiras de salmão

Korean BBQ e Sushi em Vancouver

Para o churrasco eu pedi uma única ordem de cada tipo de carne que eles serviam: carne de vaca, de porco e frango. Isso já seria suficiente para lotar a barriga de uma pessoa normal, maaas (kkk) eu não sou normal!

Quando chegaram os pratos referentes ao meu primeiro cartão, o garçom acendeu a churrasqueirinha que fica embutida no balcão e a festa já estava pronta para começar. Eu fiquei meio tímido no começo, mas confesso que logo logo eu peguei a manha do churras, afinal, carne é carne em qualquer lugar do mundo né gente. E nessa arte de assar carne eu posso até já me pronunciar como um especialista com experiência de muito mais de 30 anos!

Assando carne e comendo sushi em Vancouver, no Canadá

Mandei logo um pedaço de porco e um de frango. Percebi que o frango era composto em sua maior parte por cochas e sobrecoxas desossadas, um bom negócio desde que é a parte do frango com mais gordura e que de fato parecia estar bem apetitoso!

Frango e porco sendo assados no estilo coreano - Korean BBQ em Vancouver
Frango e porco sendo assados no estilo coreano – Korean BBQ em Vancouver

Quem diria que o Canadá iria me recepcionar tão bem né! Putz eu fiquei chocado com a qualidade da carne, super macia! Eu gostei mais da carne de vaca, era a mais suculenta e não precisava ser tão bem assada quanto a de porco ou frango, ficava pronta muito rápido.

Enquanto eu continuava fazendo o meu churrasquinho, de vez em quando ainda chegavam alguns dos “dishes” que eu havia solicitado. Eu pedi alguns giozas, alguns rolinhos primavera (que eu amo!) e também pedi alguns legumes em tempura. Putz isso já era comida pra me deixar satisfeito pro resto do dia, mas eu fui além né!

Sushi, Sashimi e Korean BBQ em Vancouver
Sashimi, Korean BBQ e Sushi em Vancouver

Coloquei um sushi do lado, peguei uma pelotona de wasabi, juntei em outro recipiente um molhinho teriaki e parti para a brincadeira com força total! Com o passar do tempo eu fui percebendo que a limitação no sashimi até que fazia certo sentido, afinal de contas o forte da casa é o Korean BBQ, então eu mergulhei com todas as minhas ganas nos pratos de carne crua que eu poderia assar ao ponto que julgasse ideal.

A segunda comanda e o aviso de limitação no rodízio em Vancouver

Eu mau tinha acabado de assar os primeiros pedaços de carne e logo veio o garçom me informar novamente se eu queria pedir de novo, desde que o restaurante estava próximo de fechar. Eu olhei no relógio e vi que tinham ido embora já mais de 45 minutos do meu “buffet all you can eat”. Nossa fiquei meio preocupado, pois eu ainda mau tinha conseguido começar a comer aquela renca de pratos que foram chegando e o povo já tava me pressionando querendo que eu pedisse mais coisas. Aí pensei comigo mesmo: “DEEEEEIXA COMIGO”!! kkkk

Korean BBQ em Vancouver no Canadá
Korean BBQ em Vancouver no Canadá

Entre um sushi e outro, a carne ia assando e eu ia assinalando mais itens para serem trazidos à mesa. Eu fiquei um pouco contido nessa segunda marcação, desde que eu estava ali sozinho, poderia ser cobrado por desperdício -e claro, eu jaaaaamais desperdiçaria qualquer pedacinho que fosse daquela comida deliciosa, eu estava ali para jogar duro, então pedi mais uma leva de carnes, dessa vez optei pelo bife de vaca e outra leva de frango. O grande problema era que o frango levava muito tempo para ficar bem assadinho, eu não gosto muito de carne crua de frango (nem ao ponto), tem que ser bem passada né!

Entre um sushi e um sashimi, eis que chega mais comida!

Posso dizer que esse foi um dos pedaços de peixe cru mais incríveis que eu já experimentei na minha vida. Vancouver e todo o estado da British Columbia são reconhecidos mundialmente como um dos maiores produtores de salmão do mundo! E eis que eu estava ali com 4 fatias super grossas e frescas desse exímio animal!

Alguns dos pratos de comida japonesa que vieram no rodízio
Alguns dos pratos de comida japonesa que vieram no rodízio

Putz estava tudo muito fresco mesmo. Fico vendo as fotos e lembrando de cada um dos sabores que iam inundando a minha boca. Sinceramente eu já estava começando a ficar preocupado, era comida demaaaais pra uma pessoa só. Eu senti também um certo desconforto na forma na qual eu parecia estar sendo pressionado para comer tudo e ir embora logo, desde que faltavam uns 15 minutos pro restaurante fechar.

Ainda faltava a metade das carnes cruas que eu havia pedido para cozinhar no BBQ e eis que chegou o segundo pedido, acho que foi um dos últimos que os sushimans produziram antes de fecharem o boteco. Olha, vou te contar viu! A qualidade do sushi era impecável. O gosto do peixe estava suuuper fresco, dava para perceber o quão perfeito estava o peixe só de olhar pras fotos né, as cores da comida estavam pulsando na minha mesa de uma maneira espetacular!

Sushi em Vancouver
Sushi em Vancouver com a melhor qualidade do mundo!

Eu já estava comendo como um louco desvairado, pensando assim: “Nossa vai sobrar tudo, esse povo vai fechar aqui e eu vou ter que ir embora largando esse tanto de comida pra trás”. Eu fiquei um tanto quanto desesperado, saí colocando a carne tudo pra assar, com medo do povo até mesmo brigar comigo pois eu estava deixando comida pra trás.

Nesse ponto eu já estava pra lá de saciado. Já poderia ir embora feliz da vida, sentindo que o dinheiro investido havia valido a pena. Os minutos foram passando, já eram quase 3 horas, o restaurante já estava fechado a bem uns 30 minutos e eu seguia firme e forte tentando arrematar com tudo que estava ali na minha frente, uma verdadeira orgia gastronômica kkkk

Finalizando os trabalhos no Shabusen sushi em Vancouver
Finalizando os trabalhos no Shabusen sushi em Vancouver

O pessoal do restaurante começou a se organizar para almoçarem. Eles estavam todos já comendo ao meu lado, eram os cozinheiros e sushimans que estavam ali do meu lado se fartando de tanto comer junto comigo e eu seguia um tanto quanto com cara de paisagem, mas meio apreensivo né, já que o horário já tinha passado a muito tempo.

Fui logo pedindo a conta (mesmo com muito o que comer ainda na mesa). Saquei 30 dólares do bolso e pensei assim: “O primeiro que passar eu já mando o dinheiro na mão dele”, pra ver se eles ficavam mais tranquilos né, eu sinceramente confesso que fiquei um pouco apreensivo, pensei que poderia estar sendo indelicado e infringindo quaisquer tipos de regras que ali existissem.

Um dos colaboradores que estava almoçando do meu lado, pediu pra eu ficar tranquilo e terminar a minha refeição, que eles não tinham pressa. Eu fiquei super aliviado, abri o telefone e fiquei um pouco na internet, eu já estava pra lá de abarrotado de tanto churrasco e sushi. O marinado das carnes vai ficando um pouco pesado com o passar do tempo, até em churrasco normal chega um ponto que a gente lota né, então eu tinha passado desse ponto já há vários minutos kkkk

Como um verdadeiro guerreiro que não foge à luta eu segui firme e forte no meu propósito. Encerrei com chave de ouro a refeição, não deixei nenhum pedacinho de comida pra trás. Eu ia precisar de alguns minutos pra sair caminhando, é claro que ia, mas foi o prazo de chegarem até mim para fazerem a cobrança pela refeição. Eu entrei os 30 dólares na mão do cara e ele me perguntou se eu precisava de troco (?!). Bom eu só falei um YES e esperei o tempo que eu precisava para conseguir levantar. O custo final? Ficou em 22 dólares canadenses, pouco mais de 70 reais se a gente for somar o IOF nessa conta. Preço super em conta né gente!? Comi como um leão kkkk foi show demais da conta! Se você um dia for a Vancouver e quiser fazer a mesma maluquice que eu fiz, então não deixe de visitar o Shabusen Japanese Yakiniku House, na Burrard St. número 755, centrão de Vancouver.


Autor
Luiz Jr. Fernandes
Sou um analista de sistemas, fotógrafo, autor deste blog e viajante profissional. Já conheci mais de 70 países em todos os continentes do mundo. As minhas matérias são 100% exclusivas, inspiradas em experiências reais adquiridas nos destinos que visito. Obrigado por ler e acompanhar o meu trabalho.
Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *