Ás vezes o melhor dos amigos não é a melhor compahia para uma viagem. Porque enquanto enquanto você gostaria de almoçar em um restaurante típico, com uma comida decente local, seu amigo pode querer ir na sua contramão e querer comer um rápido hamburger em algum fast food nada típico e totalmente aquém da sua vontade inicial. Então como fazer para driblar estes tipos de problemas e conseguir desfrutar do melhor de seu passeio? Simples!, siga estas dicas simples e básicas para poder compreender melhor suas necessidades e assim poder selecionar melhor as pessoas que farão parte do seu dia a dia viajando:

  1. Você está sempre planejando tudo, desde o quarto do hotel em que se hospedará até o café que vai tomar no fim da tarde? Ou você é mais do tipo que gosta de sair sem destino e desfrutar do que aparece pela frente?
  2. Para você é tranquilo ir a um lindo restaurante com taxas a partir de U$ 30,00 ou mais? Ou você gosta de descobrir o melhor do que possa existir para se comer na próxima esquina?
  3. Quanto é importante para você o seu estilo de se vestir? Seu amigo é como você? Se importa como você com a aparência, roupas e higiene pessoal? Você morrerá se ele tiver chulé, roncar ou algo parecido?
  4. Você pode se separar e fazer coisas sozinhos durante a viagem? Ou tudo deve ser feito juntos?
  5. E com relação a conhecer novas pessoas? Se um de vocês encontrar uma mulher/homem para sair a noite e dançar e depois algo a mais, é tranquilo para seu amigo se socializar com novas pessoas ou até mesmo ficar só para que você possa se relacionar?

Estas são algumas das perguntas que você deveria se responder com relação a seu grupo de viagens antes de colocar tudo por água abaixo. Problemas de relacionamentos, stress de viagem e desgaste emocional é algo corriqueiro em viagens de pequeno, médio e longo prazo e saber duelar com esses tipos de inconvenientes vai fazer com que suas viagens sejam mais proveitosas!


Autor
Luiz Jr. Fernandes
Sou um analista de sistemas, fotógrafo, autor deste blog e viajante profissional. Já conheci mais de 70 países em todos os continentes do mundo. As minhas matérias são 100% exclusivas, inspiradas em experiências reais adquiridas nos destinos que visito. Obrigado por ler e acompanhar o meu trabalho.
Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *