Fala galera! Tudo na paz com vocês?! Espero que vocês estejam não somente em paz, mas também com saúde abundante. Quero escrever aqui algumas linhas sobre um assunto bem delicado: viajar em época de pandemia, como estou me comportando e quais são as minhas impressões sobre a realidade que estamos vivendo neste momento em que o corona vírus tem se alastrado pelo planeta.

Por incrível que pareça eu ainda caminho pelas ruas da minha cidade de vez em quando e recebo frequentemente aquela perguntinha básica: “E aí, viajando muito?!”

Gente do céu! Eu NÃO ESTOU VIAJANDO! Minha última viagem foi no começo de novembro de 2019, quando eu visitei Chicago e Vancouver. Depois disso eu só viajei nos códigos, no cimento e no meu vídeo game.

última viagem em 2019
Minha última viagem foi em 2019

Hoje eu quero compartilhar com você algumas informações sobre quais estão sendo os meus comportamentos e como eu estou me organizando para estar saudável e produtivo em épocas de pandemia mundial.

Devo viajar em época de pandemia?

Nunca uma doença influenciou tanto o comportamento da humanidade em tempos modernos. Eu tenho pouco menos de 40 anos de idade e posso atestar que é a primeira vez que eu vejo linhas aéreas fechando rotas e algumas até mesmo parando completamente de voar.

Na TV, nos sites de notícia e jornais o futebol e a economia estão em segundo plano. Não há nada em maior destaque do que o COVID19 ou Corona Vírus. É muito contraditório perguntar se a gente tá viajando muito, ou até mesmo você decidir por fazer uma viagem em um momento no qual todos não param de recomendar para que a gente fique em casa e mantenha a cautela.

Viagens impactadas pelo coronavirus
Viagens estão sendo impactadas pelo coronavirus

Não é lógico ir adiante e seguir divulgando a arte de viajar, ou até mesmo ostentar felicidade em viagens nas redes sociais enquanto centenas de milhares de pessoas estão passando por problemas sérios com esse vírus.

Eu tenho visto cada vez mais pessoas ignorando as recomendações de precaução e cuidado e seguindo adiante e aproveitando os momentos de quarentena para ter momentos de lazer, ir à praia ou até mesmo viajar para lugares mais próximos aqui no Brasil mesmo. Quero frisar algo aqui: não é o melhor momento para viajar!

Você pode simplesmente acabar ficando ilhado em um destino que fechou a fronteira. Ou pior, pode acabar visitando um destino e ficar infectado, já pensou nas consequências das nossas próprias atitudes?! Eu não quero voltar pra casa com um vírus que já provou ser mortal e sequer cogito a ideia de passar uma doença como essa para meus familiares.

Qual deve ser o meu comportamento?

Por esses e outros vários motivos eu estou adiando algumas viagens e cancelando outras. Não parei de acumular pontos, afinal de contas acredito que isso é temporário e quero sair mais forte do que nunca dessa pandemia.

No momento tenho tomado medidas drásticas para evitar a contaminação, a principal delas é o meu cuidado com a higiene pessoal. A segunda medida é a reclusão: eu tenho pensado duas vezes até mesmo para ir na padaria comprar um pão.

Eu não quero dizer aqui qual deve ser o seu comportamento, mas quero sim compartilhar quais estão sendo as minhas atitudes diante dessa crise de saúde mundial, não quero que meus amigos e familiares se contaminem por uma irresponsabilidade que eu mesmo provoquei.

Tenho muito temor a qualquer tipo de doença. Eu já enfrentei muitas dificuldades junto com meus familiares com relação a saúde e doenças graves, sei o quanto é complicado depender de um sistema de saúde público e não quero JAMAIS precisar ir a um hospital em um momento em que todo mundo está vivendo mediante a sombra de um vírus que ainda é pouco conhecido, mas que sabemos ser capaz de fazer um estrago gigantesco nos pulmões e na capacidade respiratória dos contaminados.

O seu comportamento deve estar diretamente vinculado à sua capacidade de compreender o quão grave é a doença, o quão contagiosa é a COVID19, mas principalmente o tamanho do problema que pode ser atraido para as pessoas que você ama por conta de um deslize provocado por uma decisão individualista.

Então eu estou evitando bares, restaurantes, academia, shows, eventos esportivos e como disse anteriormente, só estou saindo de casa e do meu trabalho para situações que não podem ser evitadas.

Você vai viajar em época de pandemia Luiz?!

Não! Eu não vou viajar em época de pandemia. Eu não quero expor a minha família e as pessoas que eu amo, que estão ligadas direta ou indiretamente à minha pessoa por conta de um desejo pessoal meu.

Eu estou evitando toda e qualquer possibilidade de pegar meios de transporte coletivos. Eu não quero estar próximo a multidões e também não vou planejar qualquer tipo de viagem para os próximos meses. Eu sequer estou escrevendo as minhas experiências aqui no blog pois não quero inspirar pessoas a fazerem as mesmas coisas que eu já fiz no passado, ao menos não nesse momento de pandemia mundial.

Viajar em época de pandemia mundial não é legal
Viajar em época de pandemia mundial não é legal

Sou ainda um eterno amante de viagens. Eu ainda quero rodar por vários destinos no planeta. Tenho dentro de mim aquele sentimento que me impulsiona a ir rumo ao desconhecido, a adquirir experiências memoráveis e que vão estar comigo até nos meus últimos dias, mas eu decidi dar um tempo.

Eu sequer estou pensando em sair da minha própria cidade nas próximas semanas/meses. Poderia pegar o carro e dirigir alguns quilômetros até a Cidade de Goiás ou Caldas Novas, mas eu não quero expor a integridade da minha saúde ao desconhecido num momento tão delicado.

Quais são as minhas recomendações…

Eu recomendo que você fique em casa com seus familiares. Aproveite para dar a chance de fazer alguma atividade caseira com eles. Cozinhe algo novo, chame as pessoas mais próximas para jogar um jogo de tabuleiro. Pense em novas alternativas de entretenimento e lazer sem precisar sair da sua vizinhança.

Não cancele as suas viagens. Remarque!

Não cancele suas viagens, remarque!
Não cancele suas viagens, remarque!

O sonho não pode ser destruído, mas sem dúvidas pode ser adiado. Não deixe de continuar acreditando que via ser possível tirar aquela viagem dos planos.

Ainda quero muito fazer uma volta ao mundo passando por mais destinos que ainda não conheço, contudo isso vai ter que ser algo mais bem planejado, estruturado e em outras épocas, não quero estar à mercê de um vírus ou de uma canetada de algum governante que vai me deixar preso em algum país por conta de uma fronteira fechada, afinal de contas o melhor sentimento das viagens é poder aproveitar o meu direito de ir e vir.

Concluindo

Você ainda vai ver eventualmente uma matéria ou outra por aqui que conta algumas histórias do que eu vivenciei nas minhas viagens. Quero compartilhar coisas leves, momentos agradáveis, paisagens lindas e histórias engraçadas, quero leveza no ar para dar o apoio necessário a quem precisa tirar o foco da pandemia e colocar a cabeça em boas histórias.

Viajar em época de pandemia
Viajar em época de pandemia

Pra ser sincero já pensei até em deixar o blog sem ser atualizado por alguns meses até tudo isso passar, mas de nada vai adiantar né?! Afinal de contas a gente sempre escreveu sobre viagens e não vai ser agora que vamos parar de uma vez por todas. Eu quero sim transmitir boas memórias e momentos de lazer e descontração, dar a oportunidade aos meus leitores de obter a mesma leveza que as viagens trouxeram às minhas memórias.

Quero saber o que você pensa de tudo isso: vai encarar alguma viagem pela frente!? Qual é o seu foco no momento? Acredita que é possível seguir pela estrada sem ser afetado pelo vírus?! Conta pra mim nos comentários um pouco do que você está pensando sobre essa história toda de corona vírus: acredita que ainda é possível viajar em época de pandemia?!


Autor
Luiz Jr. Fernandes
Sou um analista de sistemas, fotógrafo, autor deste blog e viajante profissional. Já conheci mais de 70 países em todos os continentes do mundo. As minhas matérias são 100% exclusivas, inspiradas em experiências reais adquiridas nos destinos que visito. Obrigado por ler e acompanhar o meu trabalho.
Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *