Goiás Velho está sem sombra de dúvidas na principal rota turística de quem visita este estado. Vou me ater ao mínimo de detalhes possíveis para que o artigo não se delongue bastante, já que compartilharei aqui várias ótimas imagens que consegui registrar neste maravilhoso destino goiano.

Conectada a Goiânia pela GO-070, a cidade de Goiás foi fundada nos remotos tempos de 1736 por Bartolomeu Bueno da Silva, o Anhanguera, que foi um dos mais importantes bandeirantes a desbravar o interior do Brasil durante o período colonial. Nesta época, Goiás Velho levava o nome de Arraial de Sant’Ana evoluindo dez anos mais tarde às condições de vila e sendo batizada com o nome de Vila Boa de Goyaz. Na realidade nesta época o estado brasileiro de Goiás ainda não exisitia (fazia parte de São Paulo) e apenas em 1748 (quase 20 anos depois) foi criada a capitania de Goiás e foi aí que Vila Boa se transformou em capital de comarca.

Visitar a Cidade de Goiás é voltar ao tempo!

É caminhar pelas ruas de pedra lado a lado a casas inteiramente preservadas ao estilo barroco que nos remetem automaticamente aos tempos da fundação de Vila Boa de Goyaz. O grande motivo da capitania ser formada naquela época era justamente devido às riquezas minerais (principalmente ouro) que existiam naquela região, que foram dando lugar a outras atividades econômicas com o passar dos anos, principalmente a pecuária.

Hoje, no século XX, a antiga capital goiana, e principal centro histórico deste estado borbulha manifestações de arte e cultura, com sarais, jograis, artes plásticas, literatura, arte culinária e cerâmica – além de um ritual único no Brasil, a Procissão do Fogaréu, realizada na Semana Santa.

Viajar por Goiás te proporcionará sensações incríveis! Adentrar o cerrado goiano e acompanhar a maravilha que é o clima, a vegetação e relevo se transforma em uma experiência fenomenal aos olhos daqueles que não conhecem o cerrado.

Vegetação e Relevo do cerrado goiano
Vegetação e Relevo do cerrado goiano

Ao se aproximar das redondezas desta cidade, o visitante perceberá que está em terreno bastante acidentado e verá se destacar grandiosamente a Serra Dourada (foto acima) quanto mais se aproximar da Vila Boa de Goiás. Além da Serra Dourada, existem os Morros de São Francisco, Canta Galo e das Lages que se encontram nas redondezas da cidade e que auxiliam na preservação do cerrado. Você vai se sentir no cerrado quando começar a perceber a forma na qual são as árvores: uma vegetação muito semelhante à de savana, com gramíneas, arbustos e árvores esparsas com caules retorcidos e raízes longas

Chegando na antiga capital de Goiás
Chegando na antiga capital de Goiás

Goiás Velho é cortado pelo Rio Vermelho (afluente do rio Araguaia) e está situada na bacia do Tocantins-Araguaia, que compartilha a foz com o Rio Amazonas. Ele passa do lado da casa da poetiza Cora Coralina, você verá as fotos aqui mais abaixo! Há também os rios Urú, do Peixe, Ferreira e Índio. Mas com certeza o que mais encanta o visitante da cidade é a arquitetura barroca preservadíssima em casas, igrejas, construções, ruas, praças e em todo centro histórico de Goiás. Conheça a primeira igreja que você avistará ao chegar em Goiás, a Igreja de Nossa Senhora Aparecida!

Típica Igreja na cidade de Goiás Velho
Típica Igreja na cidade de Goiás Velho

Não existem registros certos sobre ano de fundação e fundador desta igreja. A fachada diz que a data de fundação é de 1912, mas com certeza eu creio que ela já exisita ali naquele lugar há muito mais tempo.

Igreja Nossa Senhora Aparecida em Goiás
Igreja Nossa Senhora Aparecida em Goiás

Visitar esta cidade é como voltar no tempo colonial brasileiro. Assim como Ouro Preto e várias outras cidades mineiras, a cidade de Goiás impressiona por seu nível de conservação e de acolhimento ao turista. Mais de 90% das construções tem sua arquitetura barroco-colonial totalmente original, graças à responsabilidade agregada por conta da tombamento desse município como patrimônio arquitetônico do Século XVIII. Tombamento histórico esse que ocorreu nos anos 50 que se refletiu em um trabalho de conservação próximo da perfeição hoje no século XXI.

Arquitetura das construções de Goiás Velho
Arquitetura das construções de Goiás Velho

Quer conhecer um pouco do que foi o Brasil no século 18? Então esta é a principal indicação turistica que este blog poderia lhe fazer. Além das belezas naturais do cerrado e da Serra Dourada, os turistas que resolverem visitar Goiás encontraram riquíssimas fontes de arte sacra nas várias igrejas e museus encontrados ali. É literalmente uma viagem ao tempo colonial do Brasil.

Arquitetura das casas de Goiás Velho
Arquitetura das casas de Goiás Velho

Além das construções, o simples caminhar pelas ruas impressiona! Todas as ruas estão em perfeito estado de conservação e foram literalmente feitas de pedra!

Chão de Pedra em Goiás Velho
Chão de Pedra em Goiás Velho

É uma delícia caminhar sem pressa por essas ruas, admirando a perfeição da conservação dos edifícios históricos e das casas residenciais de Goiás Velho.

Casinhas de Goiás Velho - Deícia!
Casinhas de Goiás Velho – Delícia!

E outra recomendação que também seria impossível não fazer aos turistas que pretendem visitar Goiás – experimente os exóticos e deliciosos sorvetes com os sabores dos frutos do cerrado. Pode valer a pena correr o risco e chupar um picolé de pequi, ou mangaba! 😀

Picolés Frutos do Cerrado
Vai um picolé de pequi?

E como seriam os bancos dessa cidade?! Não muito diferentes de todas as outras construções que você já viu aqui! Preservadíssimos e respeitando o patrimônio histórico e cultural da Vila Boa de Goiás, apresento a vocês a sede dos bancos do Brasil, Caixa e Itaú!

Patrimônio preservado até nos estabelecimentos bancários
Patrimônio preservado até nos estabelecimentos bancários

E teria Goiás algum edifício que não estivesse em conservação? Talvés não! Vejam a foto do primeiro posto de gasolina Texaco do estado de Goiás e comprovem vocês mesmos! Até postos de combustível devem se manter intactos com a ação do tempo!

Primeiro Posto Texaco do estado de Goiás
Primeiro Posto Texaco do estado de Goiás

Em 2001 o Centro Histórico de Goiás foi declarado Patrimônio Mundial. Na cidade todos os anos ocorre o Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental que tem a participação de países da África,Europa, América e Ásia. Vale a pena passar na frente de casas de pessoas que construiram a história de nosso país! Assim como da poetisa Cora Coralina, o visitante também encontrará a casa em que viveu Pedro Ludovico Teixeira, fundador da atual capital de Goiás, Goiânia.

Casa de Cora Coralina
Casa de Cora Coralina

Casa em que viveu Pedro Ludovico Teixeira - Fundador de Goiânia
Casa em que viveu Pedro Ludovico Teixeira – Fundador de Goiânia

Vale a pena ver mais uma vez mais construções e admirar a arquitetura intacta, parada no tempo, que essas casas da cidade de Goiás (site oficial da Prefeitura) possuem. O turista também não deve em hipótese alguma deixar de visitar o mercado da cidade e degustar de uma cachaça nativa do estado de Goiás.

Mercado de Goiás Velho - Vai uma cachaça?
Mercado da cidade de Goiás – Vai uma cachaça?

A cidade está muito além de tudo aquilo que ilustramos aqui! Além das ótimas opções de turismo de aventura (nas serras), Goiás também possui o Balneário Santo Antônio (que é assunto para uma próxima publicação!), que é uma espécie de área de camping, clube de campo, em que o visitante pode desfrutar de piscinas, rios, natureza e comida caseira típica de Goiás. Mas nosso foco hoje são as construções da cidade. Finalizando com sucesso, compartilho com vocês algumas outras belas fotos da cidade de Goiás e sua principal igreja. É de impressionar ver que tudo isso está aqui no Brasil e totalmente disponível para nós brasileiros e turistas estrangeiros !

Igreja em Goiás Velho

Visão Geral da cidade de Goiás
Visão Geral da cidade de Goiás

Principal Igreja da cidade de Goiás
Principal Igreja da cidade


Autor
Luiz Jr. Fernandes
Sou um analista de sistemas, fotógrafo, autor deste blog e viajante profissional. Já conheci mais de 70 países em todos os continentes do mundo. As minhas matérias são 100% exclusivas, inspiradas em experiências reais adquiridas nos destinos que visito. Obrigado por ler e acompanhar o meu trabalho.
Comentários do Facebook
13 comentários publicados
  1. Adoro essas cidades históricas, ainda mais quando possuem serra e ecoturismo ao redor… As fotos me lembraram muito Mucugê – BA (Chapada Diamantina), as ruas de pedras, as casas iguais… Lindo!

    E obrigada pela referência e pelo super elogio ao Ziga da Zuca! Fantástico é esse blog cheinho de dicas para a gente apreciar. =)

    Beijo grande!

  2. Goiás Velho é uma cidade encantadora! Vale muita a pena conhecê-la! É um turismo que interessa a quem viaja sozinha (como eu) ou em grupo. Tem tanto atividades calmas como de aventura para serem curtidas nessa cidade histórica muito bem conservada. Além da casa da poeta Cora Coralina, não se deve deixar de conhecer a apaixonante pintora Goiandira que mantém um museu com sua história e sua obra com recursos próprios. Uma senhorinha muito elétrica e cativante!

  3. Muito Legual! Parabéns! esse final de semna to indo pra Goias Velho essa mateia concerteza vai me ajudar muito pra conhecer a cidade! 

  4. Bem rústica e tradicional parece ser a cidade de Goiás Velho. Estou com vontade de viajar para o GO nas férias, por isso tenho pego dicas de rotas rodoviárias e de até este blog tem ajudado muito. Abração!

  5. Excelente a matéria, tem tanta coisa boa! Pode mostrar em outra matéria as paneleiras de barro, doces, empadao goiano, apresentacoes no coreto, a festa do fogaréu, os catireiros, etc

  6. lI O LIVRO VEREDAS DE GOIAS QUE FALA TAMBEM SOBRE GOIAS VELHO.ESTAS FOTOS E COMENTARIOS SOBRE A CIDADE FOI MARAVILHOSO.PARABENS.

  7. Preciso de indicação de local de hospedagem, Pretendo fazer uma visita estudantil com 43 pessoas. Tem dicas para hospedagem. Necessito de algo acessível. é para os meus estudantes.

  8. Excelentes as dicas! Quero conhecer no mês de maio, sabe me dizer se tem como ir de ônibus saindo de Brasilia?

    1. Oi Francisca, tudo joia? Obrigado por comentar aqui no blog 🙂 Olha eu acho que a melhor forma é ir pra Goiânia, desde que tem ônibus mais frequente entre Brasília e Goiânia. Desde a capital de Goiás você vai encontrar mais opções para conseguir chegar até a Cidade de Goiás… Abraço e boa viagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *