Almoço de marmitex na Enseada Caieira e um pouco de consciência ambiental

Um dos melhores lugares para relaxar no paraíso noronhense e curtir o som das ondas sem o assédio dos turistas é a Enseada Caieira. Preferi almoçar de marmitex do Valdênio depois de fazer alguns mergulhos e o lugar escolhido foi justamente esse. Quer saber como foi? Continue lendo a matéria de hoje ;)

Não há experiência melhor em Fernando de Noronha do que realizar um belo mergulho com cilindro que dure toda a parte de uma manhã com céu azul e sol intenso. Pra ser bem sincero, te garanto que existem incontáveis visitantes do arquipélago paradisíaco cravado no meio do Atlântico que fazem questão de bater ponto por ali ao menos uma vez por ano apenas para mergulhar. Bom, eu gosto muito de explorar o fundo dos oceanos porém confesso a você, estimado leitor, que também prezo por um momento de paz e sussego logo depois dos dives.

E uma vez em Noronha, não há nada melhor do que escolher sua própria praia, encontrar uma sombrinha bem fresca e ligar pro Valdênio pra pedir o delivery do seu almoço. E eles fazem as entregas em qualquer parte do arquipélago que você esteja. Aliei o tempo livre depois do mergulho para desfrutar um pouco mais de um dos lugares mais mágico deste arquipélago: a Enseada da Caieira, a praia dos nativos de Fernando de Noronha.

Enseada da Caieira em Fernando de Noronha
Enseada da Caieira em Fernando de Noronha

Um lugar de tranquilidade, perfeito pra quem busca aquele cantinho pra chamar de seu no paraíso pernambucano noronhense. Acontece que a praia da Enseada Caieira tem seu acesso interditado pelo ICMBio, não é possível entrar na água ou sequer caminhar pela curta faixa de areia da praia. Mas como assim Luiz? É amigo leitor, este é um ambiente realmente muito frágil, de várias piscinas naturais formadas basicamente por cristais algais, que são associações de algas calcárias com verdadeiros organismos vivos. O trânsito de veículos, apesar do fácil acesso, também é proibido. É a praia que está ao ladinho do Porto de Santo Antônio, ao lado também do primeiro e único posto de combustíveis do Arquipélago, e essa proteção toda a transforma em um dos mais perfeitos lugares para almoçar depois dos mergulhos e curtir uma sonequinha escutando o barulho das ondas quebrando nos corais.

Se você prestar bem a atenção na montagem a seguir, vai ver que na primeira foto é possível avistar à distância o ponto de mergulho mais famoso do Brasil: as Pedras Secas, que são três pequenos rochedos vulcânicos onde ocorreu ainda no ano de 1503, o naufrágio que deu origem ao descobrimento do Arquipélago mais lindo do planeta :)

A vista das Pedras Secas e a Praia da Caieira
A vista das Pedras Secas e a Praia da Caieira

Tudo muito lindo, mas quem vai a Noronha sente fome com bastante facilidade! Depois dos mergulhos bate aquela vontade de comer um peixe bem preparado e curtir um visual incrível como esse. Você pode até cruzar a BR-363 e ir comer em um dos mais conceituados restaurantes da ilha: o Mergulhão, que também possui uma vista sensacional do Porto de Santo Antônio, mas sinceramente? Nada melhor do que a quentinha do Valdênio para acompanhar a vista da Enseada das Caieiras, e o melhor de tudo isso? O preço é realmente convidativo (apenas R$ 15 com o refri) e a qualidade é sem dúvidas indiscutível. Já até compartilhei essa dica aqui antes, porém quando a informação é quente acaba merecendo destaque dobrado. (Quentinhas do Valdênio - (81) 3619-1872)

Esse prazinho que reservei para curtir a Caieira também foi uma verdadeira aula de consciência ambiental. Noronha é o paraíso, e isso sem sombra de dúvidas, pena que alguns visitantes acabam se empolgando tanto com as belezas naturais que esquecem de preservar um dos lugares mais bonitos da nossa nação verde-amarela. Vi vários turistas lançarem latinhas de cerveja vazias e até sacos plásticos de embalagem nas proximidades da rodovia, ali bem pertinho, fácil do vento levar pro mar e acabar dentro do estômago de uma tartaruga. O ICMBio em parceria com a ECONORONHA criaram a estrutura necessária para que isso seja evitado, colocando cestas de coleta seletiva em praticamente todas as praias noronhenses. Pena que tem gente que realmente não compreende a necessidade de manter o lixo no lixo em lugares paradisíacos como é a Enseada da Caieira.

Almoço de marmitex e consciência ambiental em Noronha
Almoço de marmitex e consciência ambiental em Noronha

Parei meu almoço e fui até o lugar onde as latinhas e o lixo havia sido lançado. Xinguei uns palavrões e peguei as latinhas e coloquei no lugar certo: no cesto de coleta seletivo. Passaram alguns minutos e um dos garis chegou para retirar o saco de lixo das cestas. Atento à minha atitude, ele chegou próximo ao lugar que estava sentado fazendo minha refeição e fez questão de agradecer, também exclamando alguns palavrões rumo aos turistas que lançaram a sujeira ao chão. Ele ainda disse assim pra mim: "Se jogam lixo no chão em um paraíso como a Enseada da Caieira, pensa como deve ser a sala de estar desse cidadão". E que paraíso, diga-se de passagem! Quer conhecer um pouco mais a Enseada das Caieiras? Então fica o convite para que você assista ao vídeo que vem logo a seguir, o lugar é realmente perfeito!


Enseada da Caieira - Fernando de Noronha

Luiz Jr. Fernandes
Autor

Luiz Jr. Fernandes

Analista de TI, empresário, fotógrafo e viajante.
Perfil do autor no , facebook e twitter.

Veja nossas últimas matérias
Clique para ver mais matérias