Alugando (e vivendo em) um carro barato em Maui no Havaí

Entendeu o trocadilho do título? É isso mesmo, vou te contar como foi que eu aluguei um carro pgando barato e resolvi viver nele durante 5 dias, sem precisar de hotel ou de pagar taxas absurdas de locação.

Quando andava lá pelas bandas de Maui, eu não tive muito tempo para gastar em hotéis, fazendo bate-voltas ou sequer preocupando com a hora de dormir e acordar. Eu estava simplesmente vivendo os acontecimentos um após o outro, buscando a máxima abstração da liberdade em um dos destinos mais incríveis dos Estados Unidos (quizá do planeta hein!). Mas ae você me pergunta: Luiz Jr, como você fez então cara, conta as suas dicas para não voltar quebrado de 15 dias de viagem pelo Havaí, e eu respondo: É PRA JÁ!. A dica número 1 é básica né: abra mão do hotel. É loucura demais pra você? Então vá lá, feche a janela e não continue a ler. Essa matéria não é pra você.

Ahhh, então você continuou lendo..., creio que estou falando agora para as pessoas certas. Sei que pode parecer um grande desafio abrir mão das amenidades dos hotéis em nome do economic way of life, mas espera aí, eu estava no Havaí, eu não tinha filhos para cuidar, esposa para agradar e sequer me preocupava muito com a forma na qual iria dormir: EU ESTAVA DISPOSTO A CONHECER, tinha o parceiro com as mesmas opiniões e queria ir além do que o destino oferece explorando-o da forma mais roots possível. Então decidimos que a melhor opção seria ter um carro alugado e depois me viraria para conseguir o essêncial. Eu estava no destino perfeito, com as idéias malucas mais perfeitas ainda.

Pois bem, e é difícil alugar um carro (barato) e viver nele por 5 dias em Maui? Eu diria que SIM, se você é muito apegado a bens materiais, mas já afirmaria que NÁO, que é muito fácil desde que não se preocupe muito com os luxos ofertados pela rotina diária. Para o viajante aqui foi extremamente fácil, simples, confortável e oportuno. Vivi meus dias em Maui como as tartarugas, que possuem suas casas pregadas em suas costas e podem sair para explorar sem a necessidade de retornar diariamente para suas moradas. Assim eu tive condições de conhecer e explorar melhor as belas paisagens dessa ilha, consegui estar nos horários certos para realizar atividades de mergulho e encontrei Beach Parks fantásticos com toda a estrutura que precisava para conseguir fazer minhas necessidades fisiológicas básicas, cozinhar minha própria comida tomar um belo banho e sair limpinho e cheiroso para passear em Lahaina.

Um dos vários parques de praia de Maui
Um dos vários parques de praia de Maui

Bom, mas vamos por partes, primeiro falemos um pouco mais sobre os Beach Park's para depois aprofundarmos no tema alguel de carro barato em Maui. Na montagem anterior vocês podem perceber que os banheiros deste Beach Park são químicos. Fato é que nas principais praias de Maui você sempre encontrará banheiros e na grande maioria existem melhores estruturas, trocadores de roupa, banheiros individuais com sanitário, bebedouros e até chuveiro com água doce. Precisa de mais alguma coisa para viver bem? Ah, claro! A churrasqueira. Tem também, só comprar o filé de peixe que mais lhe agradar, salzinho, cerva e partir pro abraço. Precisou de hotel até agora?

E sobre o veículo alugado? Faça-me o favor de fazer suas pesquisas para aluguel de carro em Maui sentado em uma poltrona bem confortável. Ou melhor, vá deitar na sua cama e pesquise logo deitado para evitar cair de costas com os preços abusivos praticados pelas locadoras de veículos estabelecidas oficialmente nos principais centros comerciais e aeroportos de Maui. Foi justamente isso que fez com que o aluguel direto no aeroporto fosse impraticável e tornou-se ainda mais a partir do momento que foi preciso delongar a decisão a ponto de tentar alugar de última hora - eu pagaria fácil 100 doletas pela diária.

E onde existe a demanda, com certeza pode procurar: HÁ FORTE CONCORRÊNCIA. Como poderia um turista conhecer a Ilha de Maui com 5 dias sem a ajuda de um carro. Em um lugar com um fraco sistema de conexão entre os ônibus, que não conseguem vencer as distâncias aliando acessibilidade ao tempo, não haveria melhor alternativa do que possuir um veículo. Mas como conseguir sendo tão caro na internet e nos meios oficiais?! Foi simples: parti para a informalidade e busquei a ajuda dos meios locais. Exatamente assim consegui locar uma minivan por U$ 25,00 a diária que já veio com colchão de casal (travesseiros e fronhas). Chegando a Kahului fiquei indignado com os preços dos veículos alugados nas locadoras oficiais e coloquei-me a vasculhar a internet - demorei um dia inteiro para conseguir encontrar a solução, mas ela veio logo na manhã do dia seguinte.

Conversei com vários locais, perguntei no hostel onde me hospedei a primeira noite, espiculei (como dizem por aqui em Goiás) e nada. Não encontrei sinal algum de um carro barato, uma moto ou até uma scooter. Até as bicicletas começavam em U$20xdia. Eu estava quase desanimando quando lembrei de um dos maiores classificados virtuais dos Estados Unidos: o craigslist. Foi lembrar e automaticamente realizar a consulta rent car Maui e foi quando a solução começou a ser desenhada. Descobri o nome de um senhor que dizia ter vários carros usados, alguns eram dele mesmo, outros de nativos e fazia o aluguel para quem quisesse conhecer melhor a ilha. Mandei um torpedo SMS para o telefone dele falando sobre meu interesse e instantaneamente recebi resposta marcando um encontro no outro dia bem cedinho no próprio aeroporto de Kahului.

No outro dia estava lá o senhor, no horário e local combinados aguardando a minha chegada. Sorridente ele logo ficou satisfeito ao ver que estava trabalhando com brasileiros (segundo ele já havia alugado seus carros para vários!). Ele disse que possuía um veículo menor, mais barato (U$15 a diária) recomendado para no máximo duas pessoas, assim como nós, mas queríamos mais, foi quando perguntamos se ele possuía uma van ou veículo maior e voalá, eis que havíamos encontrado nossa solução de hospedagem e locomoção para a Ilha de Maui:

Casa em Maui - Van alugada por U$ 25 a diária
Casa em Maui - Van alugada por U$ 25 a diária

O senhor combinou o retorno, pagamos adiantado, ele fez um contratinho de gaveta, entregou um mapa junto com os documentos do veículo, nos orientou sobre os lugares que deveríamos evitar e imediatamente recomendou que passássemos em um supermercado para comprar suprimentos, bebidas e o que mais fosse necessário para iniciar nossa aventura pelas rodovias de Maui. E qual foi a primeira compra realizada? Uma bela caixa de isopor e alguns líquidos bem propícios para acompanhar a minha dura estadia nas praias. Ah e o gelo como eu fiz? tem pra todo lado em Maui! Máquinas gigantes no estilo self service que dispensam gelo conforme a demanda informada.

Comprando gelo em Maui
Comprando gelo em Maui

Vale o aviso prévio de que essa estratégia para conseguir um carro barato em Maui não é algo recomendável para marinheiros de primeira viagem. Sinceramente acho até um pouco arriscado essa história de procurar uma oportunidade em sites de classificados online pois existem muitos estelionatários que acabam tentando encontrar um meio de sempre passar a perna em desavisados. Por isso é importantíssimo ter fluência em inglês para discutir por telefone e pessoalmente, marcar os encontros em lugares públicos, bastante movimentados e nunca estar sozinho - é fundamental ter o apoio de um amigo para conseguir efetuar o negócio com sucesso. Aí companheiro, uma vez munido de caixa de isopor, gelo e um possante, bora pra praia né não?!

Algumas das paisagens incríveis da Ilha de Maui
Algumas das paisagens incríveis da Ilha de Maui

Aí as pessoas perguntam: Luiz, você não se preocupava quando ia chegando a noite e seria a hora de voltar pro hotel?, pois bem, repare só na minha preocupação:

A preocupação em pessoa!
A preocupação em pessoa!

Agora deixa um comentário logo a seguir vai! Abração e te vejo na próxima matéria sobre o Havaí!

Luiz Jr. Fernandes
Autor

Luiz Jr. Fernandes

Analista de TI, empresário, fotógrafo e viajante.
Perfil do autor no , facebook e twitter.

Veja nossas últimas matérias
Clique para ver mais matérias