Tarde livre para conhecer Guanajuato [parte 1]

O que você faria com uma tarde livre em Guanajuato, cidade tombada como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO há mais de 20 anos?! Vem que eu te conto em uma série de duas matérias que vai te levar aos melhores lugares para contemplar as paisagens desta cidade.

Nada melhor do que explorar uma nova cidade de maneira independente. Eu realmente acredito que existem grandes vantagens em ser guiado em uma descoberta de uma nova cidade, porém parece que quando tentamos descobrir uma nova cidade por conta própria, conversando com os locais, descobrindo as dicas da internet, vendo as fotos das redes sociais, acabamos por ter aquele saborzinho de vitória no final da conquista das melhores fotos de uma viagem.

Depois de ter realizado o checkin no Edelmira Boutique Hotel, muito bem localizado no coração do Centro Histórico de Guanajuato, realizamos nossa primeira refeição nesta nova cidade no Restaurante La Capellina e nosso grupo se dividiu. Alguns foram desfrutar melhor das conveniências do hotel, outros decidiram bater perna nas lojinhas de artesanato que existem por ali, enquanto o Wenceslao Bottaro, argentino do blog Blucansendel me convidou para sairmos atrás de alguns lugares alternativos, que seriam legais para registrarmos boas fotos da cidade. Estava também nos acompanhando a Belisa, brasileira do Blog Viajando Barato pelo Mundo.

Tarde livre para explorar Guanajuato de maneira independente
Tarde livre para explorar Guanajuato de maneira independente

Então qual seria o primeiro lugar que um viajante independente deveria visitar para conseguir contemplar belas paisagens da cidade de Guanajuato?! Bom, a resposta imediata é Monumento ao Pípila! Sem dúvida nenhuma esse lugar é especial. Se tornou ainda mais especial ao descobrirmos a forma de ir caminhando até lá em questão de minutos..., existe uma grande escadaria que vai do Centro Histórico passando por alguns Callejones capaz de proporcionar paisagens que podem impressionar até os viajantes mais experimentados.

Paisagem do Patrimônio da Humanidade chamado GUANAJUATO
Paisagem do Patrimônio da Humanidade chamado GUANAJUATO

Esse é o principal cartão postal de Guanajuato. Não chegamos a subir até ao Pípila (mesmo pois este lugar estava no nosso itinerário do dia seguinte), aproveitamos uma sacada alguns metros ainda antes do ponto turístico oficial para conseguir registrar imagens de tirar o fôlego!

Iglesia de San Diego
Os fundos da Iglesia de San Diego em Guanajuato

Dali de cima foi possível ver cada detalhe da cidade. Eu passaria horas nesse lugar tranquilamente sem conseguir me cansar, é uma paisagem para ser consumida vagarosamente, cheia de detalhes incríveis! Aos poucos fomos nos situando ali naquele grande emaranhado de prédios coloniais, casarões de dois e até três andares, igrejas, escadarias e tantos elementos que compõem as fotos das montagens desta belíssima matéria.

Parroquia de Basílica Colegiata de Nuestra Señora de Guanajuato
Parroquia de Basílica Colegiata de Nuestra Señora de Guanajuato

Teríamos apenas umas 4 horas para conseguir explorar a cidade por conta própria antes do sol se pôr e como estávamos utilizando-o para iluminar a cidade nas fotos desta matéria, precisávamos correr para o outro lado da cidade se quiséssemos aproveitar para registrar o pôr do sol e a beleza das luzes da cidade se acendendo ao anoitecer.

Casinhas em Guanajuato
Casinhas em Guanajuato

Apesar de parecer uma cidade compacta, sair correndo para conseguir pegar o pôr do sol no meio desses callejones pode ser uma missão difícil, ainda mais quando é preciso vencer mais de 200 escadarias com a influência da altitude para conseguir chegar até ao melhor ponto para as fotos do outro lado da cidade. Bom, a sequência desse passeio você confere na próxima matéria sobre Guanajuato. Não vá perder hein, corri absurdos para registrar as fotos que vou compartilhar com você no próximo post ;)

Luiz Jr. Fernandes
Autor

Luiz Jr. Fernandes

Analista de TI, empresário, fotógrafo e viajante.
Perfil do autor no , facebook e twitter.

Veja nossas últimas matérias
Clique para ver mais matérias