Reflexões de um viajante frequente sobre as milhas Lifemiles

Uma breve reflexão na madrugada sobre as vantagens e benefícios que este programa de milhagem traz para quem precisa estar constantemente em movimento

Quando ainda era uma pequena criança no mundo das viagens, e sequer tinha me atrevido a cortar o cordão umbilical com a pátria amada, idolatrada (salve, salve!), isso ainda em 2008, confesso que entrava com muita frequência nos sites de cias aéreas que conectam o continente americano. Eu tinha esse fascínio pela malha dessas empresas era realmente munido de grande inveja com relação ao trabalho de um comissário de bordo que poderia tomar seu café da manhã em Punta Cana (Republica Dominicana), almoçar em Montego Bay (Jamaica) e posteriormente vir a jantar na Ocean Drive (Miami Beach - US). Sempre tive esse interesse anormal exclusivamente com foco no novo continente, as Américas!

Enquanto escrevo mais essa publicação, o relógio marca as 02:34 da manhã do dia 11 de maio de 2013. O silêncio da madrugada impõe o ritmo dos meus dedos sob o teclado. De um lado o dreamweaver aberto, usado como um word para a marcação de hipertextos. Ao arrasto de quatro dedos sob o touchpad sempre correndo da direita para a esquerda, aparece o Safari aberto na página do Lifemiles, o programa de fidelidade da TACA-Avianca, grande responsável por me levar para no mínimo 3 das viagens internacionais que realizei nos últimos meses. Planejamento é isso! Alguns dias perdidos com um site de usabilidade tremendamente horrível mas que tem todo seu valor por me fazer um viajante capaz de exercer a sua função.

Já até falei sobre esse tal de Lifemiles e milhas em dobro em vários outros posts aqui no blog, inclusive essa tem sido a forma mais interessante, financeiramente falando, de viajar para fora do Brasil sem pagar dois pares de mil reais para voar...

Em sua última promoção de milhas em dobro (8 a 30 de abril), o Lifemiles bonificou os clientes que compraram milhas ao custo de U$ 30,00 para cada mil, com exatamente o dobro, ou seja cada mil teve o custo de U$ 15,00. E de repente uma semana e meia depois do fim da promoção, eis que surgem trechos a 5.000 milhas para Punta Cana, Cartagena, San Andres, Guayaquill e vários outros destinos fora do roteiro padrão das viagens internacionais massivamente realizadas pelos brasileiros. Amigos, LEIAM-ME bem, são 15 dólares por mil milhas pra quem aproveitou a promo de milhas em dobro, então temos 15 vezes 5 que dá U$ 75,00 como valor do trecho para voar rumo a destinos caribenhos partindo de cidades brasileiras como Brasília, Guarulhos, Rio ou até mesmo Porto Alegre, por míseros R$ 150,00 (com dólar cotado a 2R$) - preço este correspondente a uma corrida de táxi em qualquer uma das grandes capitais brasileiras.

Com o dobro do preço investido, temos R$ 300,00 para a tarifa promocial dessa cia para voar mais de 10 horas (contando com algumas conexões América acima). Some a isso tudo uma bela pitada de impostos e taxas aeroportuárias, perfazendo uns cento e poucos dólares, chegamos até a combinação perfeita para ter férias pagando MUITO BARATO pela viagem de avião. Depois de conhecer tantos países e enfrentar as mais variadas formas de locomoção possível, afirmo que a passagem aérea pode ser responsável por 40% do valor final de uma viagem. É claro que há casos e casos, mas desde que você consiga reduzir este que é um dos custos fixos em uma viagem internacional, então acredite - sua viagem já vai sair mais econômica.

Enfim depois de anos admirando o modo de vida da crew de uma cia aérea tal como a Avianca/Lacsa/TACA ou ainda a Copa Airlines, pingando pelos países das Américas, acredito que hoje me é permitido, com boas doses de planejamento e disposição, conseguir tomar café da manhã, almoçar e jantar em três países diferentes, é claro que não tudo no mesmo dia, mas tomando meu tempo para viver experiências fantásticas que ficarão eternizadas para a posteridade ;). Para onde você quer ir hoje?

Luiz Jr. Fernandes
Autor

Luiz Jr. Fernandes

Analista de TI, empresário, fotógrafo e viajante.
Perfil do autor no , facebook e twitter.

Veja nossas últimas matérias
Clique para ver mais matérias