17 motivos para visitar San Andres e Providencia

Hoje acordei numa vontade maluca de viajar de novo a San Andrés e Providência. Puxando pela memória, consegui enumerar 17 motivos que me levariam novamente a viajar para essas ilhas colombianas cravadas no meio do Caribe. Quer saber quais são eles?! Então está mais do que convidado a ler mais esta matéria exclusiva do Blog Boa Viagem.

Dos vários destinos caribenhos, nenhum atualmente é mais acessível a nós brasileiros. Tanto pela fácil conectividade com as principais cidades brasileiras via Bogotá, quanto pelas conveniências herdadas pelo modo de vida colombiano, San Andrés e sua irmã Providência são em minha opinião, destinos caribenhos que merecem demais ser visitados por nós brasileiros.

Sempre que um amigo ou leitor aqui do blog me pergunta sobre destino internacional com praias incríveis e muito o que fazer, eu mando ir pra San Andrés. Isso por conta das verdadeiras barganhas que existem de vez em quando para a compra dos voos - ou até mesmo a facilidade de emissão com milhas aéreas - essas ilhas possuem paisagens incríveis, piscinas naturais esplendorosas, pontos de mergulho e atividades relacionadas ao oceano de altíssimo nível, além é claro do turismo de compras com lojas duty-free por todos os lados.

Hoje venho até aqui para escrever 17 motivos que me fariam voltar a San Andrés e que com certeza podem vir a te convencer a viajar para essa ilha colombiana cravada no meio do mar caribenho.

1 - Fazer compras!


Pôr do sol em uma das alamedas comerciais de San Andrés

Isso pois somos brasileiros! E amamos fazer compras fora do nosso país :D

San Andrés possui altíssima atividade comercial. As ruas são abarrotadas de lojas ao estilo "duty free", onde é possível adquirir vários itens interessantes, entre eles perfumes, chocolates, roupas e calçados, eletrônicos, artigos para decoração, cervejas e vinhos importados. É realmente muito interessante a variedade de itens que são encontrados nas lojas que se intitulam "livres de impostos". Inclusive é fácil encontrar lojas free shop com as mesmas marcas dos aeroportos, tal como "La Riviera" e Presidente. Para focar sua viagem nas compras, basta investir mais tempo explorando as avenidas Colômbia, Providência, Colón e Las Américas.

2 - Dar uma volta na ilha!


Curva acentuada à direita, no extremo sul de San Andrés

Não importa muito o seu meio de locomoção. Outro motivo que me levaria a San Andrés seria justamente esse: a paz de espírito que encontramos enquanto viajamos pelos curtos quilômetros que conectam uma ponta à outra destas ilhas. Seja com um veículo alugado, carrinho de golf ou transporte coletivo, isso não importa muito, o que realmente faz a diferença é a forma na qual você voltará do passeio - completamente renovado pelas paisagens e sentimento de paz espiritual que trará junto com você.

3 - Conhecer as pessoas!


Imersão cultural, conhecer os costumes e conversar com as pessoas

Outro ponto alto nessas ilhas: o povo de San Andrés e Providência. Some a amabilidade dos costumes colombianos à mescla miscigenada de povos, culturas e tradições desse povo caribenho, tomar tempo para conhecer novas pessoas e descobrir a rotina de suas vidas é um ponto alto em qualquer viagem pra essas ilhas. Encontrei o grupo de pescadores da foto anterior em uma das praias de San Andrés e tive momentos agradáveis de conversa sobre peixes, frutos do mar, futebol e algumas dicas sobre como levar a vida numa boa nessa parte do Caribe.

4 - Admirar a arquitetura


Igrejinha com arquitetura marcante em San Andrés

Outro ponto forte das visitas às ilhas de San Andrés e Providencia pode estar na possibilidade de explorar as ilhas por conta própria para encontrar marcos urbanos incríveis, com arquitetura colonial marcante. Encontrei a igrejinha da foto anterior em uma volta de moto no interior de San Andrés, fiz questão de tirar alguns minutos para conversar com as pessoas ao redor e também para contemplar a beleza humilde e natural das paisagens que ia encontrando em meu caminho.

5 - Pular do Trampolim de West View


Ou se não tiver coragem, apenas pare para admirar a vista!

Não adianta só sentar. Não é necessário treinamento. O pulo é alto e a adrenalina pode fervilhar nas suas veias. Existe um lugar em San Andrés que não pode deixar de ser visitado em hipótese alguma: chama-se West View, localizado do "outro lado da ilha" (lado oeste da ilha), no lado contrário ao que a principal cidade está construída, este lugar é como um clube fechado onde pagando-se uma pequenina taxa é possível desfrutar de certas amenidades, entre elas um trampolim construído em uma extremidade mais elevada. Altos pulos, paisagem espetacular, água mega cristalina, ahhh San Andrés, poderia viajar por meses em sua minúscula extensão territorial.

6 - Fartar-se da rica gastronomia crioula


Prato de peixe frito em restaurante na ilha de Providência.

Um dos pontos altos de qualquer viagem ao Caribe está na possibilidade de desfrutar da rica culinária regional. Existem vários restaurantes que podem ser visitados para que você possa ter uma verdadeira experiência gastronômica turbinada com os condimentos tradicionais nas refeições crioulas. Presença forte de pimentas e especiarias, fartura em pescados e frutos do mar, refeições a preços bem acessíveis e muitas alternativas para comer na rua. Quanto mais longe das principais ruas, mais fiel será a experiência à realidade dos locais. Clique no link a seguir e veja algumas dicas sobre comer bem e pagar pouco em San Andrés.

7 - Escolher uma praia pra ficar de bobeira


San Andrés e Providência possuem lugares espetaculares pra ficar o dia inteiro

Nenhuma viagem à qualquer ilha paradisíaca caribenha estaria completa sem esse item: tostar ao sol estirado em uma praia com areias branquinhas com textura de talco e um mar de sete cores bem à sua frente, hiper convidativo. Pois aqui também é possível encontrar praias com as descrições paradisíacas caribenhas às quais mencionamos e muito mais. Eu gostei mais das praias de San Andrés do que de Provi, mas isso é questão de gosto pessoal mesmo, pois ambas as ilhas estão muito bem servidas com baías paradisíacas e praias esplendidas onde é possível ficar de bobeira o dia inteiro.

8 - Fazer snorkel e conhecer um barco naufragado!


Explorando o naufrágio "Barco Hundido" em San Andrés

Tá aí outro ponto alto de uma viagem a San Andrés: mergulhar com snorkel nos mais variados pontos espetaculares que existem ao redor dessa ilha. Eu gostei muito do mergulho livre que pratiquei em um barco naufragado próximo da costa do "outro lado da ilha". Nadamos por alguns metros em águas cristalinas até encontrar uma embarcação muito bem preservada, naufragada a uns 10 metros de profundidade. Conseguimos avistar uma larga quantidade de vida marinha e belos corais revestindo a velha carcaça do navio. Sem dúvidas este foi um dos pontos altos da minha experiência em San Andrés. Para ler como foi essa experiência, visite o link a seguir: Barco Hundido e o melhor mergulho livre de San Andrés.

9 - Fazer uma trilha!


Foto registrada no topo da ilha de Providência

Sempre gosto de mesclar os estilos de atividades que posso vivenciar nos mais variados destinos que visito ao redor do mundo. Sempre que possível gosto de sair pra fazer uma trilha ou caminhada no meio da floresta. Um dos lugares que me possibilitou uma bela caminhada, realmente revigorante e me contemplou com paisagens de tirar o fôlego foi quando conseguímos subir ao topo de Providência. Não foi muito fácil, nem tão difícil, entretanto quando chegamos ao ponto mais alto daquela ilha, fomos inundados por aquela sensação boa de missão cumprida :)

10 - Um passeio de barco também é uma boa pedida!


Só assim você pode conhecer as ilhotas e bancos de areia nos arredores de San Andrés

Essa é uma opção obrigatória para quem quer conhecer as ilhotas nas imediações de San Andrés. Dois lugares merecem destaque e só podem ser vistos em passeios de barco. Um deles é o "Acuário", que não passa de um banco de areia no meio do mar onde os turistas podem apreciar a bela mistura de cores azuis do mar que banha San Andrés e podendo também interagir com animais selvagens (já previamente domesticados), tais como tubarões e arraias. Outro lugar que só dá pra conhecer em um passeio de barco (ou um transfer de barco também) é o Johnny Cay, uma ilha realmente muito paradisíaca localizada próxima a San Andrés, um dos principais passeios ofertados aos visitantes dessas ilhas paradisíacas, território insular da Colômbia.

11 - Cruzar a pontinha e conhecer Santa Catalina


Providência é composta por duas ilhas conectadas por uma ponte!

Santa Catalina é uma pequenina ilha conectada à principal ilha de Providencia em seu ponto mais central, na cidade de Santa Isabel. Ambas são conectadas por uma ponte, graciosamente batizada por "ponte dos namorados", cruzando a ponte é possível conhecer alguns restaurantes legais, ter acesso a algumas alternativas de hospedagem e conhecer a única praia de Santa Catalina, próxima a Fort Bay. É claro que não é todo mundo que vai até San Andrés que acaba viajando até Providência, afinal de contas existem custos agregados a isso, entretanto eu ainda defendo a ilhota: aqui além de encontrar um ambiente muito mais relaxado do que San Andrés, você terá a possibilidade de executar várias atividades incríveis. Segue lendo aí que você vai ver ;)

12 - Encontrar um lugar pra apreciar a vista


Um banquinho com vista em algum lugar de San Andrés

Seja em San Andrés ou Providência. Algo que me motivaria a viajar até essas ilhas novamente é a possibilidade de encontrar um novo lugarzinho só meu, aquele tipo de lugar que você se identifica imediatamente, que passaria horas sentado refletindo na vida, planejando coisas novas, oxigenando as idéias. Esse lugar da foto anterior eu encontrei em San Andrés. Confesso que fiquei por algumas horas sentado sozinho nesses banquinhos apreciando a brisa que vinha do mar, tentando colocar as coisas em ordem dentro da minha mente. Vale a pena também, concorda?!

13 - Finalizar um dia praticando snorkel em alguma praia/baía


Existem vários lugares interessantes pra mergulhar com snorkel

Outro ponto forte dessas ilhas: poder se jogar ao mar em alguma baía ou praia e esperar vir o pôr do sol explorando corais e brincando com peixinhos coloridos. Existem vários lugares bem legais para investir horas do seu dia com a cabeça dentro da água. Se você não gosta de praticar snorkel (será que tem alguém que não curte isso no mundo?!), também é possível contemplar a paisagem de fora da água e desfrutar da brisa refrescante que sopra constantemente na beira do mar.

14 - Curtir e contemplar cada pôr do sol


Southwest bay em Providência proporciona alguns finais de dia espetaculares!

Viver cada dia como se fosse único e assistir a cada final desses dias como se não houvesse o amanhã. Em meus dias explorando San Andrés e Providência, fazia sempre questão de encontrar um lugar tranquilo no final de cada dia para apreciar esse espetáculo singular proporcionado a nós pela mãe natureza.

15 - Praticar mergulho com cilindro!


Além de espetacular, o mergulho é barato!

Não há no Caribe lugar mais barato para praticar mergulho com cilindro. Com pouco mais de 50 dólares era possível passar horas submergido com a ajuda de cilindro, máscara, colete e nadadeiras. Certamente este é um dos principais motivos que me fariam retornar a Providência, nesta pequenina ilhota eu vivenciei alguns dos momentos mais espetaculares explorando os oceano, realmente construí memórias que levarei para toda eternidade. Mergulhei tanto em San Andrés - com a Banda Dive Shop - quanto em Providência, com a equipe de Felipe Cabezza (mergulhei com tubarões galhas-preta)

16 - Se jogar nas piscintas da vida!


Escadinha para West View

Outra coisa que amo nesses destinos - suas piscinas naturais. Ou quase isso. Na realidade existem dois lugares na costa oeste de San Andrés que são extremamente divertidos, que merecem muito a sua visita na oportunidade que tiver de conhecer esses destinos, são "La Piscinita" e "West View". Dois dos principais lugares para mergulhar com snorkel e interagir com a vida marinha. Pagando-se uma pequenina taxa é possível alimentar cardumes, pular de trampolins, escorregar em um pequeno toboágua e ter uma estruturinha básica oferecida por restaurantes/barzinhos que controlam o acesso a esse lugar. Fui várias vezes e fiquei por horas, vale o retorno sem dúvidas!

17 - Matar os peixes-leões com os Cabezza


Mergulho com cilindro para aniquilar o endêmico peixe-leão

O último dos vários motivos que me levariam novamente a San Andrés: ajudar a família de mergulhadores de Felipe Cabezza com a missão de exterminar os peixes-leão deste pedaço do Caribe. Pode ser algo impossível de ser cumprido, pode ser uma missão interminável, porém posso afirmar sem sombra de dúvidas que esta foi uma das experiências mais marcantes que realizei nesse pequenino paraíso caribenho. Você pode ler mais sobre esta experiência visitando o link a seguir: entre leões e tubarões em Providência

Curtiu o apanhado de motivos?! Vale a pena ou não vale?! Deixe um comentário a seguir expressando seus sentimentos sobre as atividades que relacionamos por aqui! Um forte abraço e até a próxima!

Luiz Jr. Fernandes
Autor

Luiz Jr. Fernandes

Analista de TI, empresário, fotógrafo e viajante.
Perfil do autor no , facebook e twitter.

Veja nossas últimas matérias
Clique para ver mais matérias