Conheci um lugar que me traz sempre excelentes recordações alguns anos atrás. No ano de 2014 visitamos Xangai, a cidade chinesa conclamada como a Paris do Oriente. Eu esperava encontrar uma China suja, poluída, com problemas na acessibilidade a seus principais atrativos turísticos, contudo eu estava meramente enganado. Encontrei uma China moderna, preocupada com a renovação das energias naturais, com edifícios que às vezes me recordavam dos ares nova-iorquinos de Manhattan, mas foi só dar oportunidade para a China me encantar e tive as condições de encontrar verdadeiros refúgios turísticos muito agradáveis no decorrer da minha viagem.

Nesta oportunidade consegui conhecer um lugar chamado Yu Garden, próximo ao coração desta cidade metropolica do extremo oriente deste país continental. Este é um grandioso jardim chinês clássico localizado ao lado do Templo da Cidade dos Deuses, no nordeste da “Old City” de Xangai.

Yu Garden, onde o passado encontra o presente

Em uma cidade tão grandiosa como Xangai é impressionante perceber como os chineses conseguem manter o passado como parte de um presente tão ávido e visionário. Quando você visita essa cidade pela primeira vez na vida, de fato que a impressão que fica é a marcante arquitetura com seu concentrado de edifícios presentes na moderna parte da metrópole. Contudo, quando você opta por caminhar na cidade antiga e dá um pulinho no Yu Garden, começa a reconhecer a China que você estava procurando (turisticamente falando…)

Arquitetura chinesa marcante no Yu Garden
Arquitetura chinesa marcante no Yu Garden

O Yu Garden ocupa uma área de 2 hectares, dividido em seis áreas gerais apresentadas ao estilo de Suzhou: o Sansui Hall (三穗 堂), que inclui o Grand Rockery (大 假山, Dà Jiǎshān), uma edificação com 12 metros de altura feita em pedra huangshi, que pode ser facilmente reconhecido como ponto mais alto do jardim.

Visitando o Yu Garden você também poderá conhecer a Câmara de Wanhua (万 花 楼, ou “Câmara dos Dez Mil Flores”); o Dianchun Hall (点 春 堂, Diǎn Chūn Táng), o Huijing Hall (会 景 楼, Huì Jǐng Lóu), o Yuhua Hall (玉华 堂, Yù Huá Táng) e o Jardim interior (内 园, Nèi Yuán).

Como não falo mandarim, tampouco entendo alguma coisa sobre a simbologia desta língua, não me preocupei com os nomes dos lugares, mas percebi um certo tom poético para as nomenclaturas. Deixei-me surpreender pelos atrativos principais deste jardim colonial cravado no coração da cidade antiga de Xangai.

Visual lindo no Yu Garden
Visual lindo no Yu Garden

O lugar é realmente muito bonito e expressivo! Existe esse contraste de paisagens entre uma grande metrópole asiática que cresce exponencialmente a cada segundo com o tradicionalismo clássico dos edifícios com telhados adornados e “paredes de dragões” esculpidas em pedra. Este jardim, por mais incrível que pareça, foi edificado por volta de 1500 por um funcionário do governo, como um refúgio para seus pais e hoje se transformou em uma das principais atrações turísticas de Xangai.

Paisagem que contrasta o novo com o antigo em Xangai
Paisagem que contrasta o novo com o antigo em Xangai

Você pode até ter aquela impressão de que existe um grandioso número de pessoas residindo e visitando os destinos chineses, entretanto aqui no Yu Yuan Garden – que tem o significado de “paz e conforto” – as pessoas ainda podem encontrar um refúgio de tranquilidade em meio ao caos turístico da Cidade Antiga de Xangai.

Turistas contemplam as carpas do Yu Garden
Turistas contemplam as carpas do Yu Garden

O público caminha tranquilamente entre uma atração e outra. A parte mais interessante de todo jardim está diretamente relacionada às lindíssimas paisagens que podemos obter com contrastes notórios entre os prédios novos do centro financeiro e as edificações rústicas em madeira com arquitetura tradicional, que estão presentes no centro deste jardim chinês de Xangai.

Belíssimas carpas coloridas no Yu Garden
Belíssimas carpas coloridas no Yu Garden

Para complementar a beleza do lugar, há ainda uma grande lagoa, residência de centenas de carpas coloridas, tradicionalmente admiradas pelos visitantes deste jardim há mais de 500 anos! Sem dúvidas o ponto alto do passeio está em admirar a paisagem dessas palafitas chinesas com os edifícios gigantescos no plano de fundo, aproveitando para escutar o barulhinho da água que jorra constantemente dentro da grande lagoa.


Turistas contemplando as carpas do grande lago no Yu Garden

O vídeo acima consegue demonstrar com clareza o ponto alto desse passeio. Ficamos por alguns minutos contemplando o visual do lugar, praticando “people watching” e admirando o bailar das carpas no lago de águas esverdeadas. Em uma cidade tão grandiosa quanto é Xangai, ter a possibilidade de visitar um jardim tipicamente chinês, conectado ao principal a um grandioso bairro turístico/comercial é mais do que uma conveniência para os turistas que optam por conhecer a Paris do Oriente.

Área verde muito agradável no coração de Xangai
Área verde muito agradável no coração de Xangai

Algumas dicas que posso deixar registradas aqui estão diretamente relacionadas ao conforto da sua visita: opte por chegar o mais cedo possível, esta é uma das principais atrações turísticas do coração de Xangai e pode ser tomada por multidões de visitantes nos horários de pico. É bom ter bastante água à disposição, leve sua própria água e não tenha medo de exagerar, pois em Xangai costuma fazer bastante calor.

Detalhes da cultura chinesa fazendo a diferença na arquitetura presente no Yu Garden
Detalhes da cultura chinesa fazendo a diferença na arquitetura presente no Yu Garden

Acredito que a melhor forma para conhecer o jardim é iniciando pelo Great Rockery, assim é possível ter uma visão ampla de todo ambiente. Continuando, podemos seguir pelo caminho principal visitando os ambientes em destaque no grande jardim, até chegar ao Inner Garden. Fique atento aos detalhes, observe a perfeição das esculturas em pedra maciça que adornam as paredes do jardim, é possível inclusive contemplar lugares que parecem museus, com móveis rústicos milenares.

Museu presente no Yu Garden
Museu presente no Yu Garden

A visita ao Jardim Yu Yuan Garden pode consumir um período do dia de viagem a Xangai. É bom aproveitar bem o passeio já que este é um verdadeiro refúgio de paz e harmonia em meio ao caos de Old City, uma das regiões mais visitadas pelos turistas nesta parte da China. Quando visitar este jardim, não deixe de conhecer também os templos e comércios que circundam o Yu Garden.

Já visitou esta maravilhosa metrópole oriental?! Gostei muito de conhecer Xangai e tenho outras matérias ainda para compartilhar com você nos próximos dias. Acompanhe o blog, comente, dê vida a este espaço na internet brasileira de viagens!


Autor
Luiz Jr. Fernandes
Sou um analista de sistemas, fotógrafo, autor deste blog e viajante profissional. Já conheci mais de 70 países em todos os continentes do mundo. As minhas matérias são 100% exclusivas, inspiradas em experiências reais adquiridas nos destinos que visito. Obrigado por ler e acompanhar o meu trabalho.
Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *