Voando com a TACA para Nova York desde Brasília

Ao decidir comprar milhas da TACA para viajar barato para Nova York, eu definitivamente ainda não tinha certeza do ótimo negócio que estava prestes a realizar. Confira o início dos relatos de mais essa viagem.

Pois bem, voltei na semana passada da minha inesquecível viagem á capital do planeta Terra, ou também conhecida como Nova York. Eu havia iniciado o relato de como de repente eu consegui a façanha de comprar uma passagem do meio do Brasil pra NYC por menos de mil reais, e até fui além, mostrando também qual seria a solução da minha hospedagem para conseguir realizar essa viagem no modo mais econômico possível! E isso meus prezados, fiz é claro em primeiro lugar pois amo viajar pagando barato! Como é satisfatório para mim poder mencionar que paguei a bagatela de U$ 480,00 em uma passagem que costuma ser sempre mais de R$ 2.000,00 em qualquer época do ano! Pois é! Muito além disso, essa viagem teria que ser extra barata pois no próximo mês de dezembro estarei embarcando para uma epópeia asiática onde pretendo conhecer quatro países: Tailândia, Laos, Vietnam e Camboja. Esse era o grande motivo: se eu não economizasse ao extremo eu com certeza iria parar no outro lado do planeta com os bolsos completamente vazios (e as contas também).

E foi sucesso absoluto! Nunca realizei uma viagem com uma taxa tão balanceada entre custo e benefício. Sinceramente a chave do sucesso foi ter encontrado aquela promoção do dobro de milhas que a TACA ofereceu para seus já clientes Life Miles. Isso foi a chave do sucesso! Com pouca grana eu tinha a passagem emitida! Foi quando eu atentei para o seguinte: Nova York possui as taxas de hospedagem mais caras do planeta. Senti nesse momento que havia solucionado um grande problemão (uma passagem de avião mais do que barata pra NYC) e caído em outro gigante: como encontrar hospedagem barata em NYC? Pois bem..., isso também já havia sido solucionado ainda no Brasil: conheci o AirBnb e fui adiante reservando um quarto em uma guesthouse no Bronx para minha hospedagem de 6 dias.

Bom, como foi a hospedagem vocês vão saber nos próximos posts, bem como todos os detalhes sobre essa guesthouse. Antes de mais nada, é necessário relatar como foi explêndido o serviço da TACA durante as três conexões realizadas tanto na ida quanto na volta aos Estados Unidos.

Com o checkin realizado bem cedo, ás 05:30 da manhã inciou todo o desenrolar dos meus voos. E se tem algo que eu sei apreciar em uma viagem de avião é a disponibilidade da equipe em me checar nas saídas de emergência sem custos adicionais. Como não me preocupei em fazer webcheckin, direto na fila já horas antes de embarcar pergunteise existia disponibilidade na saída de emergência. Sem problema ou adicional algum, e pelo contrário, com um grande sorriso no rosto, o colaborador TACA me desejou uma boa viagem demonstrando os números das poltronas nos três cartões de embarque: 11F, 10F e 10F! As janelas da saída de emergência seriam minha casa provisória. Tudo pronto, vamos a Lima!

Devidamente checado nas saídas de emergência rumo a NYC
Devidamente checado nas saídas de emergência rumo a NYC

E é evidente que esses são os melhores lugares depois da classe executiva, tanto em AirBus quanto nos EMBRAER como os da TACA que fazem o trajeto entre Brasília e Lima. Aviões em ótimo estado de conservação, impecáveis na limpeza, com atendimento da equipe de bordo 100% satisfatório: assim foram as minhas horas voando com a TACA. O complicado mesmo foi tentar encontrar um lugar no bagageiro para minha mochila. Tudo extremamente lotado em um voo tão pequeno. Foi fácil ver que as pessoas levavam bagagens de mão gigantescas pra dentro do avião e isso implicava em uma pequena desorganização. Para a ida foi tranquilo, mas imaginem a volta dos USA, pessoas com bagagens que extrapolavam os limites tentavam expreme-las nos compartimentos já apertados acima da minha cabeça. Isso não foi legal, mas não foi insuportável também.

Avião Embraer e Airbus que fazem as conexões da TACA nas Américas
Avião Embraer e Airbus que fazem as conexões da TACA nas Américas

Além de ser um voo muito tranquilo, apesar de ter decolado sob clima totalmente fechado no Brasil, a paisagem se transforma ao cruzarmos as fronteiras brasileiras e é fácil ficar hipnotisado pelas belezas que podem ser vistas pela janelinha da aeronave.

Montanhas nevadas na Cordilheira dos Andes - Peru
Montanhas nevadas na Cordilheira dos Andes - Peru

A beleza é fascinante e impressiona áqueles que assim como eu têm paixão pelas vistas que se obtém de dentro de um avião. Acho que paisagens como essas já são peças fundamentais da uma viagem, mesmo sem sequer ter atingido nosso objetivo principal, neste caso a cidade de Nova York. Com certeza é praticamente impossível obter tamanha sensação de proximidade de uma montanha nevada como a da foto a seguir. Mais do que isso apenas escalando-a!

Paisagens incríveis entre Brasil e Peru
Paisagens incríveis entre Brasil e Peru

E melhor do que a saída de emergência é quando ela vem acompanhada pela janelinha! Até recuso a saída de emergência em troca da oportunidade de acompanhar as variações entre clima, relevo e vegetação que uma viagem como essa é capaz de proporcionar.


Paisagens sensacionais da Cordilheira voando em Lima

Assim é chegando a Lima..., primeiro a altitude das gigantescas montanhas da Cordilheira dos Andes..., vales de cumes nevados podem ser observados! Depois a altitude vai caindo conforme vai se aproximando da costa, e o relevo muda novamente: agora as paisagens são mais desérticas e quanto mais aproxima-se do solo, mais a temperatura aumenta e logo logo já é possível observar a imensidão do Oceano Pacífico, já na costa da capital peruana - a charmosíssima Lima.

Aterrisando no Jorge Chaves - Aeroporto Internacional de Lima
Aterrisando no Jorge Chaves - Aeroporto Internacional de Lima

Tenho que mencionar que amo muito a possibilidade de conexões que existem nesse aeroporto. Desde Lima existem conexões com TACA e AVIANCA, LAN e COPA. E daqui partem os voos destas cias que subirão no mapa até as alturas da América Central. É legal ver o esquema de triangulações que as cias fazem para te colocar em qualquer lugar de planeta que você possa imaginar.

Desembarque em Lima
Desembarque em Lima, conexão e agora San Salvador

O próximo voo nesta conexão seria de mais quatro horas e é realizado em grande parte cortando o Oceano Pacífico rumo á América Central. Já no desembarque em San Salvador nota-se a diferença entre os Duty Frees na América do Sul e Central. O terminal de embarque é abarrotado de lojas com custos mais interessantes que os de Lima. Mas o Duty Free, tanto de Lima, quanto de San Salvador, são os assuntos dos próximos posts dessa viagem até NYC.

Antes da decolagem em San Salvador
Antes da decolagem em San Salvador

É interessante ver a quantidade de voos que partem de El Salvador para praticamente todas os lugares da América Central. Aqui senti o gostinho de ver nomes comuns na minha viagem de 2008.2009 e senti o desejo de emitir logo as minhas 17.000 milhas restantes no Life Miles para algum lugar, tal como Belize ou San Andrés. Esses são definitivamente planos a serem executados em 2012.

Feito o embarque, pessoal amabilíssimo da TACA acomodou a todos com o máximo de cuidado, e partimos rumo ao destino final: a cidade de Nova York. Gosto latino na entrada do prato principal desta viagem :D


Devidamente embarcado..., próximo destino JFK International Airport

Foi um ótimo voo de quatro horas ao qual a TACA se orgulha sempre em encerrar as operações recordando da satisfação em cumprir com mais este intinerário em ponto, e assim o foi! Desembarquei em Nova York exatamente no horário previsto em meu e-ticket e de lá, depois dos trâmites na imigração rompi para pelo Airtrain rumo á Jamaica Station, mas isso também é assunto de um próximo post.

Concluindo...

Tanto na ida quanto na volta não tive problema algum em voar na TACA. Meu ticket de U$ 480.00 partindo de Brasília para Nova York, fruto da oportunidade de uma promoção, assim como tantas outras que correm a internet me colocaram com exatidão dentro da cidade americana que mais desejava conhecer desde que tinha o visto pregado em meu passaporte.

TACA - Ótimo voo tanto na ida quanto na volta
TACA - Ótimo voo tanto na ida quanto na volta

As oportunidades bem aproveitadas podem definitivamente escrever boas recordações para sempre. Vivo essa realidade nos dias atuais, aproveitando com a máxima satisfação de todas as oportunidades satisfatórias que a vida me oferece. Com certeza os dias gravados aqui nesse diário que falarão sobre a cidade de Nova York serão dias cheios de muita vida, intensidade e acima de tudo: de satisfação pessoal!

Viajando na saída de emergência para os NYC.USA
Viajando na saída de emergência para os NYC.USA

E só tenho a agradecer á TACA por ter me ajudado a realizar alguns de meus sonhos que a até tão pouco tempo eram apenas diversos pontos marcados em um mapa qualquer.

De olho no Boa Viagem. Em breve muito mais sobre esses dias INCRÍVEIS em NYC. See you!

Luiz Jr. Fernandes
Autor

Luiz Jr. Fernandes

Analista de TI, empresário, fotógrafo e viajante.
Perfil do autor no , facebook e twitter.

Veja nossas últimas matérias
Clique para ver mais matérias