Projeto TAMAR e a captura intencional de tartarugas marinhas em Noronha

Os pesquisadores do projeto TAMAR/ICMBio realizam duas vezes por semana a captura intencional de tartarugas marinhas para o monitoramento de vários fatores vitais à perpetuação destas espécies. Convido-os a conhecer um pouco mais sobre esse trabalho através de mais essa matéria exclusiva do Blog Boa Viagem.

Já sabe qual é o lugar no arquipélago mais lindo do Brasil que você vai visitar com toda a certeza do mundo se viajar pra Noronha?! Esse é um dos lugares mais clássicos para os amantes de esportes aquáticos, principalmente para os adoradores do mergulho livre em apnéia, munido apenas de nadadeiras, colete salva-vidas, máscara e snorkel. Esse lugarzinho é o mais querido pelas tartarugas marinhas, por tubarões lixa, limão e até mesmo filhotes desses fantásticos animais. O nome desse lugar é Baía do Sueste e já até escrevemos algumas matérias sobre nossas experiências nesse lugar incrível, porém voltamos a visitar o Sueste em nossa última viagem para Fernando de Noronha por um motivo exclusivo nesta oportunidade: conhecer de perto o trabalho realizado pelo pessoal do Projeto TAMAR/ICMBio na captura intencional das tartarugas.

Se você já foi a Noronha então com certeza ouviu falar desse trabalho. Se ainda não foi também já deve ter lido algo na internet, ou visto na televisão ou até mesmo estampado em alguma capa de revista de aventura/natureza. De fato que este é um dos trabalhos mais nobres do arquipélago, uma ação conjunta que movimenta vários biólogos e pesquisadores com objetivos únicos de preservação da natureza e das espécies que dela dependem.

Praia do Sueste - Fernando de Noronha - Pernambuco
Praia do Sueste - Fernando de Noronha - Pernambuco

O Sueste, ou Praia do Sueste (ou ainda Baía do Sueste) é um berçario natural para várias espécies marinhas que utilizam Fernando de Noronha como ponto de apoio/parada na sua constante migração. Noronha se transforam em um reduto mágico de reprodução, alimentação e preservação dos animais que por ali passam anualmente rumando de norte a sul no mapa brasileiro. As águas transparentes do arquipélago são perfeitas para a pesquisa subaquática e uma das principais metodologias utilizadas pelos pesquisadores do TAMAR é a captura/recaptura intencional das tarturagas marinhas para monitoramento de diversos indicadores vitais desses fantásticos animais. Se você ainda não conhece o Sueste, deixo a seguir um vídeozinho que mostra todo o esplendor desse recanto ecológico no paraíso noronhense.


Praia do Sueste em Noronha

Todas as manhãs de 2ª e 5ª feiras, os turistas são convidados a participar das atividades realizadas pelo TAMAR nas areias da Baía do Sueste. O horário costuma variar conforme a maré, porém boa parte das pousadas de Noronha sempre possuem um cartaz informativo sobre os horários exatos que eles podem ser encontrados realizando esse trabalho com as gigantescas tartarugas marinhas. Os pesquisadores caem na água só com snorkel e nadadeira e vão em busca das gigantes! Quando eles aparecem arrastando os quelônios pelo casco na beirada da praia a galera que está no local fica em verdadeiro êxtase!

Projeto TAMAR e a captura das tartarugas para monitoramento
Projeto TAMAR e a captura das tartarugas para monitoramento

Alguns dos trabalhos de monitoramento são realizados através da medição do casco e nadadeiras, também é feita a marcação e a biometria, tudo ali nas areias do Sueste. Os turistas são convidados a escutar um pouco sobre o trabalho realizado, adquirindo também o valioso conhecimento biológico acerca desse trabalho essêncial para a perpetuação das espécies que habitam as águas de Noronha.

Tartarugas marinhas, projeto TAMAR e a Praia do Sueste em Noronha
Tartarugas marinhas, projeto TAMAR e a Praia do Sueste em Noronha

Eles não demoram mais do que alguns minutos com a tartaruga fora da água. Realizados os procedimentos, todos os turistas que estavam por ali aprendendo um pouco mais sobre a vida das tartarugas marinhas fizeram questão de acompanhar os pesquisadores do TAMAR até a água do mar e vibraram bastante quando os grandes quelônios voltaram a seu habitat natural. Caso tenha mais interesse nesse assunto, convido você a assistir o vídeo a seguir: fiz questão de capturar um pedacinho das explicações dos pesquisadores do TAMAR pra compartilhar por aqui com vocês. Uma atividade que por si só já vale a viagem ao paraíso!


Projeto TAMAR e a captura intencional de tartarugas marinhas

Luiz Jr. Fernandes
Autor

Luiz Jr. Fernandes

Analista de TI, empresário, fotógrafo e viajante.
Perfil do autor no , facebook e twitter.

Veja nossas últimas matérias
Clique para ver mais matérias