Pulando do trampolim de West View em San Andrés

Um dos melhores lugares para prática de mergulho livre em San Andrés chama-se West View. Oferecendo uma estrutura interessante para os turistas que visitam esse lugar, a Vista do Oeste proporciona sensações inexplicáveis a todos que se aventuram por ali, seja pulando de seu trampolim, mergulhando na apnéia ou explorando o fundo do oceano com os aquanautas.

Destinos como San Andrés devem ser visitados com calma. Quanto mais tempo conseguir para desfrutar dos melhores lugares desta ilha, mais sucesso o viajante obterá ao capturar sensações que ficarão gravadas na memória para toda posteridade. Tenho pensado bastante no quesito tempo ao planejar meus últimos roteiros pois sempre fica aquele gosto amargo na boca de quem visita lugares paradisíacos mas que não pode chegar a realizar todas as atividades julgadas como destaques. E reconheço que é impossível esgotar destinos tão incríveis quanto são San Andrés e Providência, contudo faz-se obrigatório deixar algo para trás, e algo bom, que possa vir a justificar uma nova viagem a lugares paradisíacos como esses :)

E depois de dar uma volta completa na ilha apenas para fazer o reconhecimento dos melhores lugares, fiz questão de dedicar tempo para explorar os que julguei serem melhores. Um deles, assim como o Barco Hundido, é a belíssima West View. Localizada pouco acima de La Piscinita para quem vem contornando a ilha no sentido sul de San Andrés, esta "Vista do Oeste" conta com estrutura para que seus visitantes possam ficar por ali o dia inteiro se divertindo!

Tobogã, trampolim e espreguiçadeiras em West View
Tobogã, trampolim e espreguiçadeiras em West View

Assim como é em Barbados, a Costa Oeste da Ilha de San Andrés também possui o mar plano em certas regiões. Tão plano que mais parece ser uma verdadeira piscinona natural. Aí o pessoal que comanda o West View vem com estrutura, tal como construir um tobogã que dá para o mar com queda livre de uns 4 metros, espreguiçadeiras, restaurante, banheiros, locação de equipamento para mergulho livre e constroem algumas escadinhas como as da foto a seguir, perfeitas para aqueles que não querem se aventurar pulando do trampolim.

A fantástica transparência das águas que banham a Costa Oeste de San Andrés
A fantástica transparência das águas que banham a Costa Oeste de San Andrés

Junte a tudo isso uma fatia de pão de forma, regradamente repassada a cada um dos turistas que adentram esta espécie de "parque privado", mediante a uma pequena taxa de admissão no valor de $3.000COP (pouco mais que R$4.00). Para quem curte uma adrenalina é meio que obrigatório investir tempo para umas de pontas como as da foto de capa dessa matéria!

Nada melhor do que pular do trampolim de West View
Nada melhor do que pular do trampolim de West View

Quanto mais baixa a maré, mais alto é o salto! Mas não se preocupe pois a "piscinona" é bem funda, cerca de 10 metros na maré baixa, e por mais forte que seja o pulo, nunca conseguirá bater a cabeça ou se machucar em corais. O problema maior é o quão traiçoeiro pode ser o próprio trampolim para quem vem correndo. Eu mesmo consegui distender minha panturrilha no meu último dia de viagem saltando deste trampolim. Dei dois passos correndo e no segundo o trampolim me jogou ao mar antes que conseguisse tirar o pé, provocando uma fisgada na batata da perna esquerda que me fez mancar por algumas semanas, nada de grave, mas é bom ter bastante cuidado antes de se jogar. Uma vez no mar, é aproveitar a visibilidade e se divertir interagindo com os cardumes!

Lugarzinho perfeito para praticar apnéia
Lugarzinho perfeito para praticar apnéia

Lugarzinho perfeito para praticar apnéia! Como praticamente não há ondas para desestabilizar o mergulhador, acaba ficando tudo muito mais fácil e divertido. Não me vá esquecer máscara de mergulho, snorkel e nadadeiras, essas últimas um tanto quanto dispensáveis na minha opinião. Para quem não quer se aventurar pulando do trampolim, existem vários pontos espalhados ao redor desta piscinona que podem servir de apoio para belíssimos saltos de ponta :) (os melhores na minha opinião!!)

Mergulho com os cardumes de San Andrés
Mergulho com os cardumes de San Andrés

Um dos motivos pelos quais mencionei a palavra tempo no início desta matéria é justamente pois uma vez na água, é preciso ter o prazo necessário para explorar essa região! A ótima visibilidade é outro fator que reforça a necessidade de tempo extra para conseguir aproveitar bem o que este lugar tem a oferecer. Já imaginou visitar San Andrés com 4 dias e ter apenas dois de tempo aberto!? Existem relatos de pessoas que foram até West View com a chegada de tormentas e mar muito mechido e acabaram voltando para seus países de origem sem conhecer as sensações que este relato expressa! Fui a West View 4 vezes para conseguir o material que compartilho com vocês por aqui! Em uma das quatro oportunidades estava um tanto quanto impraticável, com tempo fechado a visibilidade definitivamente não é a mesma de quando há sol e céu sem nuvens. Com o mar tranquilo é possível se sentir parte desse grande aquário natural :)

Um aquário chamado West View
Um aquário chamado West View

É bom ter certa prática adicional em mergulho livre antes de se jogar ao mar! Recomendo o colete para aqueles que não tem tanta intimidade para explorar lugares um pouco mais profundos como este. Há também a possibilidade de mergulhar com cilindro, apesar que San Andrés possui lugares bem melhores para esta prática, ou ainda com os aquanautas, assim como vocês poderão conferir em uma das montagens logo a seguir. Em lugares como esses eu costumo precisar apenas de máscara (com graus para miopia, é claro!), snorkel e a câmera fotográfica.

Como cada turista que entra leva um pedacinho de pão, e todos sem excessão jogam o este pedaço ao mar (mesmo sem dar um pulo daquele belo trampolim), os cardumes estão sempre presentes e o duelo pelas migalhas pode render fotos impressionantes :)

Peixes em um aquário chamado West View
Peixes em um aquário chamado West View

A parte mais legal foi visitar os aquanautas só com a força dos pulmões lá nos 10 metros de profundidade! Olhando da superfície é difícil ver os detalhes, mas uma vez afundando tudo vai ficando mais nítido e foi possível acompanhar de perto como é realizada esta experiência. Os turistas são convidados a uma espécie de caminhada no fundo do mar. Com a ajuda de mergulhadores eles são orientados a estar sempre acompanhando uma corda guia, recebem instruções sobre a equalização dos ouvidos, e dá pra perceber o quanto essa atividade provoca sorrisos em seus praticantes pelas fotos da montagem logo a seguir:

Aquanautas em West View, ilha de San Andrés
Visitando os aquanautas na apnéia :)

Para quem não pretende se aventurar no scuba-dive e também não tem tantas habilidades para flutuar e mergulhar na apnéia, este passeio dos aquanautas pode ser a experiência mais interessante das atividades praticadas no fundo do mar em San Andrés. Bom, a minha opinião acho que vocês já conhecem não é mesmo!? Prefiro o cilindro e o snorkel pela mobilidade e liberdade que me proporcionam, desde que não é nada legal pensar que vou caminhar sob corais preso a um cabo que bombeia ar comprimido para meu escafandro..., eu prefiro me sentir como os peixes e me misturar aos cardumes sem nada para me prender!

Agora se o seu assunto é fotografia. Bom, deixo com que as belas montagens a seguir lhe comprovem o quanto é necessário investir algumas horas em West View!

Tons azuis das águas que banham West View
Tons azuis das águas que banham West View

Consegue contar as 7 cores?

Logo ao cair do sol, as cores vão se acentuando e os turistas não fazem questão de sair da água. Por outro lado, eu encontrei o lugar perfeito para registrar a melhor foto com o pôr do sol. Nada mais do que no trampolim de West View :)

Final de dia com direito a pôr do sol em West View
Final de dia com direito a pôr do sol em West View

Pra arrematar, clica no play aí logo a seguir e confira na íntegra um pouco das minhas interações com os cardumes de West View!


Cardumes em um mergulho com snorkel no West View

E aguardem muito mais conteúdo sobre San Andrés e Providência nas próximas páginas deste diário de bordo :) Gostou?! Então comenta aí vai!

Luiz Jr. Fernandes
Autor

Luiz Jr. Fernandes

Analista de TI, empresário, fotógrafo e viajante.
Perfil do autor no , facebook e twitter.

Veja nossas últimas matérias
Clique para ver mais matérias