Explorando rotas menos turísticas em Zanzibar

Depois de conhecer bem a Stone Town, mergulhar com cilindro, comer algumas pizzas e pular com a molecada no oceano, partimos para um passeio de dois dias pelos roteiros turísticos menos explorados em Zanzibar.

Zanzibar é um destino realmente paradisíaco. Diria que é um verdadeiro oásis para viajantes internacionais em meio a um continente que ainda tem muito o que desenvolver quando o assunto é relacionado ao desenvolvimento turístico. Esta é uma ilha que consegue reunir atrativos interessantes para qualquer perfil viajante, seja aqueles que buscam imersão cultural caminhando pelos labirintos da Stone Town, ou ainda para os mais desgarrados que focam nas belezas naturais e praias desertas. Há de tudo para todos em Zanzibar!

Ficamos hospedados por um dia no Emerson Spice Hotel, no coração da Stone Town, onde conseguimos experimentar algumas das sensações resguardadas àqueles que se aventuram pelas ruelas da "Cidade de Pedra" em um Spice Tour. Muito além de um grande patrocinador desta viagem, fiz verdadeira amizade com Sabry Juma da Zanzibar Car Hire, que nos guiou pelo passeio na Cidade de Pedra e também nos ofereceu um dos veículos que costuma alugar por dois dias, para conhecermos a costa leste e norte deste fantástico destino turístico no sudeste da África.

Praias inexploradas em Zanzibar
Praias inexploradas em Zanzibar

Com o apoio de Zanzibar Car Hire, nós rompemos por conta própria disputando espaço com os dala-dalas (espécie de pau de arara que conecta os vilarejos) lotados cortando as apertadas rodovias do interior de Zanzibar rumo ao norte. Antes de partir direto à cereja do bolo e conhecer a praia mais maravilhosa desta ilha (NUNGWI), nós viajamos até a costa leste e nos hospedamos a convite por duas noites no impressionante Ocean Paradise, um dos vários resorts all-inclusive que existem deste lado da ilha. Meu grupo estava verdadeiramente ávido por conhecer as praias com água turquesa e areia branca como talco, sendo assim, mal realizamos o checkin na nossa solução de hospedagem do outro lado da ilha e partimos por uma volta de reconhecimento nos entornos.

Quanto mais saíamos das rodovias, mais rústico e paradisíaco ficava nosso roteiro. Nós estávamos explorando as praias que conectam a costa norte ao sul e eis que encontramos um pequenino hotel boutique no meio do nada, conectado à rodovia principal por uma estrada de chão. Batemos no portão e pedimos licença para ver a vista dentro da propriedade. Eis que por sorte, em uma pequena janela de tempo nesta viagem que durou 4 dias, consegui enfim admirar a paisagem que estava procurando em Zanzibar.

Nativos de Zanzibar partindo para a colheita de algas
Nativos de Zanzibar partindo para a colheita de algas

Quando buscamos por informações na internet sobre esse destino, é comum ver fotos como a ilustrada na capa desta matéria: a imagem de nativos colhendo algas na costa paradisíaca com a sensacional vista da ilha Mnemba preenchendo o plano de fundo dessas imagens. Consegui sem querer encontrar o lugar perfeito para registrar esse momento, só que antes de clicar a foto que ilustra essa matéria, fiz questão de ficar por vários minutos tentando compreender quantos tons de azul era possível identificar em um visual tão esplendoroso...

Vista paradisíaca da Ilha Mnemba
Vista paradisíaca da Ilha Mnemba

Os nativos de Zanzibar dominam várias técnicas para extrair recursos de forma sustentável do oceano; eles cultivam verdadeiros jardins de algas, que também poderiam ser considerados gigantescos berçários para pequenos peixes e crustáceos. Em uma espécie de balé realizado em grupo no meio destes rasos canteiros, os locais focam seus esforços para realizar sua colheita e posteriormente processam suas mercadorias para enfim fazer a exportação para o extremo oriente (principalmente para o Japão). Foi nesse lugar que consegui a vista mais sensacional que poderia registrar nesse conjunto de ilhas, sem qualquer pretensão e de quebra ainda avistei a Ilha Mnemba desde a costa estonteante de Matemwe.

Deck e vista de hotel com piscina de borda infinita
Deck e vista de hotel com piscina de borda infinita

E antes de partir rumo à costa norte para conhecer a famosíssima Nungwi, fiz questão de fazer uma paradinha para fotos no deck que permite aos turistas descerem ao nível do oceano. Convenhamos que esta é uma Zanzibar completamente diferente daquela que conhecemos em Stone Town. Pouquíssimos turistas costumam explorar essas rotas paradisíacas e partem deste destino sem terem conseguido contemplar o visual paradisíaco das montagens desta matéria.

Existem hotéis de alto nível com vista para Mnemba
Existem hotéis de alto nível com vista para Mnemba

Era apenas o começo dos meus dois dias de exploração das rotas menos conhecidas e definitivamente já tinha me convencido do fato comprovado desde os primeiros momentos que pisei nesta ilha: é impossível conhecer Zanzibar sem o auxílio de um veículo ou moto alugada - além da dificuldade em pleitear espaço com os locais nos transportes públicos de péssima qualidade (tal como são os dala-dalas), acredito que a melhor forma de otimizar seu tempo e ir até os lugares pouco explorados seja mesmo estar o mais independente possível e contar com a ajudinha de um carro alugado (as diárias costumam iniciar em U$ 50,00).

Na próxima matéria você vai conhecer mais alguns lugares impressionantes que descobri por conta própria em Zanzibar e viajar comigo até uma das praias mais lindas deste conjunto de ilhas encravadas em pleno Oceano Índico.

Luiz Jr. Fernandes e sua equipe conheceram a costa oeste e norte em um carro alugado que foi oferecido como cortesia por Zanzibar Car Hire

Luiz Jr. Fernandes
Autor

Luiz Jr. Fernandes

Analista de TI, empresário, fotógrafo e viajante.
Perfil do autor no , facebook e twitter.

Veja nossas últimas matérias
Clique para ver mais matérias