Visita ao Museu da Guerra em Ho Chi Minh City no Vietnã

Um mergulho na história de uma das mais sangrentas guerras que nosso planeta já foi palco - a Guerra do Vietnã e Estados Unidos. Confiram alguns dos artefatos de guerra expostos na antiga Saigon e conheça o poder avassalador do Agente Laranja, um composto químico que foi largamente utilizado nesta época deixando marcas profundas nas gerações vindouras.

Até o momento falamos sobre vários aspectos do Vietnã, tais como suas belezas naturais na Baía de HaLong, o caos do trânsito de suas cidades, nossas primeiras impressões sobre Hanói e Ho Chi Minh City e a beleza de seu mercado de flores, mas de fato até então não tocamos em um dos assuntos principais referentes à história moderna desse país: a Guerra do Vietnã contra os Estados Unidos. Esta é a matéria que marca de fato nossas impressões sobre essa guerra e sobre os reflexos tão evidentes deixados na população vietnamita até os dias atuais.

Este museu que já mudou de nome várias vezes para se adequar às novas realidades políticas deste país, atualmente entitula-se como o Museu dos Vestígios da Guerra do Vietnã (War Remnants Museum, ou ao pé da letra: Museu remanescentes de guerra), é mantido pelo governo do país que cobra 15.000 dongs vietnamitas para a visitação geral. Essa atração é como a grande cereja do bolo chamado Ho Chi Minh City, praticamente uma atração imperdível para aqueles que desejam conhecer melhor os fatos por detrás da história contada pelos Estados Unidos ao mundo sobre uma das mais sangrentas e avassaladoras guerras que o planeta já sustentou. Para quem for visitar o Museu da Guerra e ainda não sabe onde se hospedar, uma dica interessante é consultar o comparador de hotéis da trivago(*).

Museu da Guerra em Ho Chi Minh City
Museu da Guerra em Ho Chi Minh City

Praticamente impossível passar desapercebido por esse museu, desde que fica muito bem localizado, próximo ao Palácio da Reunificação e será facilmente notado até por aqueles que estão em transporte coletivo, desde que das ruas mais próximas já é possível avistar as hélices dos helicópteros e o fluxo frequente de turistas no local, afinal de contas esta é uma das principais atrações da antiga Saigon e fiz questão de tirar uma tarde completa para explorar os detalhes do museu.

O pátio é praticamente tomado por relíquias de guerra! É possível caminhar entre aviões super-sônicos do modelo F5 ou em volta de alguns caças projetados para duas pessoas - é impossível não ficar impressionado logo na chegada ao museu, desde que não é todo dia que podemos caminhar lado a lado, fotografar e tocar em tanques norte-americanos de modelo M41 e M48! É também possível ver algumas embarcações que foram utilizadas na guerra, metralhadoras, lança-mísseis e até alguns torpedos e bombas.

Tanques, barcos, metralhadoras, bombas e torpedos
Tanques, barcos, metralhadoras, bombas e torpedos

Mas sem dúvidas o ítem que chama a maior atenção, o mais desejado pelos cliques das câmeras fotográficas dos chineses e japoneses (e também dos brasileiros!) que invadem esse museu em busca de maiores conhecimentos sobre a Guerra do Vientã é a gigantesca máquina voadora da montagem logo a seguir, o US.ARMY 6086, o CH-47 Chinook, helicóptero de guerra com 2 turbinas preparado para cargas de grande porte (e até mesmo soldados) produzido pela Boeing.

US Army 6086, em exposição no Museu da Guerra em Ho Chi Minh City
US Army 6086, em exposição no Museu da Guerra em Ho Chi Minh City

Uma outra particularidade bem interessante, e bom motivo pelo qual o Chinook foi introduzido na Guerra do Vietnã era sua capacidade de reabastecer outras aeronaves durante voo, mas foi largamente utilizado para reposição de armamento para as tropas estado-unidenses espalhadas em montanhas e lugares de maior dificuldade para acesso.

Seguindo a mesma ideologia, expondo os artefatos de guerra trazidos ao Vietnã pelos Estados Unidos, mas dessa vez já nas dependências internas do Museu da Guerra, fui direto ao lugar em que estavam expostas algumas das armas, metralhadoras, pistolas, minas terrestres, munição e mísseis - eles fazem questão de manter uma sessão onde os visitantes podem contemplar alguns exemplos do armamento pesado importado para o Sudeste da Ásia pelos EUA.

Armas trazidas pelos Estados Unidos para o Vientã durante a guerra
Armas trazidas pelos Estados Unidos para o Vientã durante a guerra

Tudo isso é muito legal, realmente impactante ver quanto armamento fora trazido, mas não é nada perto do que está por vir nos próximos parágrafos. Este museu é completamente tomado na maioria de seus andares por cartazes, panfletos e banners informativos que tentam esclarecer aos visitantes alguns dos detalhes mais sórdidos desta guerra. Comecei a ficar verdadeiramente impressionado com os fatos ali expostos a partir do momento que adentrei uma sala que levava o nome de Agression War Crimes, ou em bom português: agressões e crimes de guerra!

Agressão e crimes de Guerra - museu chocante!
Agressão e crimes de Guerra - museu chocante!

Nessa área fiquei pasmado com algumas das verdades que estão claramente expostas, como a covardia dos soldados praticando injúrias de guerra em fotos preto e branco, muitas delas registradas por fotógrafos da mesma nacionalidade que acompanhavam o exército durante os ataques. Eu fazia questão de tomar o tempo necessário para ler cada um dos quadros que narravam as histórias que os fotógrafos viveram para conseguir registrar cada uma das atrocidades. Também é possível ver alguns resquícios das bombas, completamente destruídas depois de esplharem o terror, é possível notar o quão maquiavélicos foram a ponto de incluirem pregos e outros artefatos cortantes em bombas para potencializar sua ação destruidora.

Este museu está muito bem dividido em seu interior, contando com essa parte que mostra detalhes dos crimes de guerra cometidos, focando os fatos nas agressões e os resultados expostos através das fotografias e uma outra área dedicada exclusivamente ao agente laranja, seu poder de destruição e a amplitude de crimes e terrorismo praticados durante esse triste período vivido pelo Vietnã.

Algumas estatísticas da Guerra e o Agente Laranja sendo derramado no país
Algumas estatísticas da Guerra e o Agente Laranja sendo derramado no país

Engana-se quem diz que a Segunda Guerra Mundial foi mais sangrenta. Engana-se também aquele que faz questão de defender que a Guerra das Coréias espalhou mais terror e sangue sob o solo do nosso planeta - ao visitar o Museu da Guerra em Ho Chi Minh City foi evidente perceber que a Guerra do Vientã ficou marcada como um dos eventos mais sangrentos já experimentados na face da Terra - foram 8.744.000 soldados em campo, 14.300.000 toneladas de bombas e cápsulas de munição disparadas, cerca de 676 bilhões de dólares de custo residual e foram derramados cerca de 44 milhões de litros do veneno chamado agente laranja, uma espécie de herbicida altamente cancerígeno lançado por aviões dos Estados Unidos sob o território do vietnamita: era preciso destruir a vegetação para que os vietcongs não tivessem onde se esconder (mal sabiam eles que na realidade eles já começavam a se organizar para utilizar os túneis!!) Os reflexos dessa GUERRA QUÍMICA podem ser observados em fotos já coloridas, espalhados em uma geração que não viveu a guerra, mas que paga a alta conta dessa guerra portando problemas de saúde dos mais variados, tumores e deformações corporais que podem ser observados em caminhadas pelo centro de Ho Chi Minh City!

Deformações corporais causadas a médio prazo devido ao contato com o Agente Laranja
Deformações corporais causadas a médio prazo devido ao contato com o Agente Laranja

O agente laranja destruiu florestas inteiras, acabou com rios, córregos e com as principais fontes de água potável no país, contaminou as fontes naturais de subsistência, aniquilou a fauna e flora por onde passou e deixou cicatrizes das mais variadas formas entre 2 e 5 milhões de pessoas. Esta foi a maior guerra química já praticada em toda a história da humanidade.

Guerra do Vientã e sua face mais terrível em fotos do Museu da Guerra
Guerra do Vientã e sua face mais terrível em fotos do Museu da Guerra

Sem mais para manifestar, aguardem pelos próximos posts sobre o Vietnã no Blog Boa Viagem.

Serviço

War Remnants Museum
endereço:28 Võ Văn Tần, phường 6, District 3, Ho Chi Minh City, Vietnam
Telefone +84 8 3930 6325 | site baotangchungtichchientranh.vn
saiba mais: wikipedia.org/wiki/War_Remnants_Museum
(*) com a colaboração financeira de TRIVAGO


TV Boa Viagem no Museu da Guerra

Luiz Jr. Fernandes
Autor

Luiz Jr. Fernandes

Analista de TI, empresário, fotógrafo e viajante.
Perfil do autor no , facebook e twitter.

Veja nossas últimas matérias
Clique para ver mais matérias