Pelas curvas da Lombard Street em São Francisco

Continuando com o relato das atividades que realizei no primeiro dia em que estive na Califórnia, eis que chego a um dos marcos turísticos mais famosos da cidade de São Francisco, a rua Lombard no bairro de Russian Hills.

Meu primeiro dia em São Francisco já estava próximo do final, porém ainda estava bem longe de acabar! Depois de ter desembarcado das ilhas do Havaí pela madrugada, tive meu encontro com a Golden Gate Bridge na China Beach bem cedinho pela manhã. Caminhei por avenidas famosas entre Chinatown e North Beach. Ainda tive a oportunidade de almoçar um gigantesco sanduíche de salame italiano preparado em uma das Deli's mais tradicionais de SanFran.

Depois de me fartar com apenas a metade do sandubão fabricado pelos caras da Molinari Delicatessen, continuei minha caminhada pela Columbus Avenue até encontrar o cruzamento com a Lombard Street. Eu estava prestes a conhecer uma das ruas mais famosas da Bay Area - um verdadeiro marco turístico são franciscano. A Rua Lombard é uma das artérias da parte sul de SF, e também é co-sinalizada por US Route 101. Aqui foram protagonizados diversos filmes de Hollywood, um cenário típico de cartões postais e que ilustra os backgrounds de fotos de milhares de turistas que visitam o Russian Hills, bairro em que está localizado a rua com mais curvas (ou mais curvada) do planeta.

Lombard Street - marco turístico de São Francisco
Lombard Street - marco turístico de São Francisco

O bairro de Russian Hills é apenas um dos 44 Hills (colinas) de SanFran e está localizado ao sul de Fisherman's Wharf (ou, ao pé da letra, cais dos pescadores) um dos bairros mais turísticos e consequentemente mais descolados de toda região. Como cheguei pela Columbus Ave., tive que escalar os 253 degraus que ficam do lado esquerdo da rua mais curvada do mundo, entretanto não houve dificuldade alguma, desde que a subida revela aos visitantes os 8 zigue-zagues e também os 12 canteiros com mais de 2000 hortênsias, predominantemente rosas ou roxas.

Lombard Street em Russian Hills: as ruas mais curvadas do planeta
Lombard Street em Russian Hills: as ruas mais curvadas do planeta

E ao encontrar o topo da Lombard e suas curvas, eis que se revela a belíssima vista de North Beach e The Embarcadero, a vista leste da baía de São Francisco e a fantástica arquitetura das residências daqueles que vivem by the bay...

A bela vista que se obtém do topo da Rua Lombard
A bela vista de North Beach e The Embarcadero ao fundo

E assim como na famosíssima música de Steve Cropper eu já estava louco para "(Sittin' On) The Dock of the Bay wasting time.." (sentar na doca da baía matando tempo...). E quando ainda estava fantasiado com a bela vista no topo da Lombard Street, eis que aponto minha cabeça na direção contrária da rua em que os zigue-zagues iniciam (Hyde Street), eis que outra fantástica paisagem se revelara para mim: a vista de Alcatraz, lugar para onde saí caminhando sem pensar duas vezes.

Próxima parada: Fishermans Wharf e a Ilha de Alcatraz
Próxima parada: Fishermans Wharf e a Ilha de Alcatraz

Antes de chegar o fim do dia, procurei as melhores formas de conhecer todo o setor antes do sol começar a se pôr atrás da Golden Gate Bridge. E na próxima matéria compartilharei com vocês a continuação desse dia turístico em São Francisco, conhecendo melhor o cais do porto dos pescadores e todas as atrações que encontramos por ali!

Luiz Jr. Fernandes
Autor

Luiz Jr. Fernandes

Analista de TI, empresário, fotógrafo e viajante.
Perfil do autor no , facebook e twitter.

Veja nossas últimas matérias
Clique para ver mais matérias