Dicas para viajar barato em Fernando de Noronha

Resolvi atualizar a minha relação de dicas extra-econômicas para fazer com que a sua viagem ao paraíso noronhense seja o mais barato possível.

Se tem um assunto que costuma provocar bastante interesse nos visitantes do blog, este assunto são as minhas dicas para viajar barato em Noronha. Nessas minhas 4 oportunidades incríveis de conhecer, e reconhecer a ilha mais linda do nosso país (e até arriscaria dizer do nosso planeta), acabei conseguindo acumular experiências que moldaram a minha forma de viajar em um dos destinos mais cobiçados do Brasil. Cada vez que volto a Noronha me sinto mais em casa, e não gosto de gastar muito dinheiro quando estou na minha própria casa não hein! Tudo isso foi fazendo com que nos adaptássemos à realidade dos locais e aprendêssemos algumas técnicas para fazer com que a viagem fique mais econômica no fim das contas.

Hoje gostaria de complementar uma matéria que publiquei ainda em em abril de 2013, foram algumas das primeiras dicas para viver Fernando de Noronha intensamente no modo extra-econômico. São dicas simples mas que acabaram ajudando a muitos exploradores das belezas do nosso Brasil a conhecer Noronha melhor, maximizando assim as possibilidades de fazer uma viagem inesquecível ao custo de um final de semana na sua cidade de origem. Vamos complementar as dicas desta matéria anterior com as novidades que aprendi nos últimos dois anos. Caso você esteja planejando seu réveillon em Noronha, saiba que também temos o guia definitivo para o réveillon em Fernando de Noronha, resultado de duas viagens em época de virada de ano no arquipélago mais desejado do Brasil. Recomendo muito que você leia estas matérias antes de viajar e anote todas as dicas para conseguir se dar bem no paraíso e ainda por cima pagando muito barato. Confira mais algumas das minhas dicas para você viajar pagando barato em Fernando de Noronha

Passagem Aérea

Partindo da Ilha de Noronha
Vista aérea das Ilhas Secundárias em Fernando de Noronha

A melhor forma de conseguir chegar a Noronha pagando barato tem sido sempre ficar de olho nas promoções realizadas pelas cias aéreas que atuam no arquipélago: apenas Gol e Azul. Não há outra maneira de chegar a não ser utilizando a ponte aérea Recife/Noronha. Uma dica legal é emitir o trecho da sua cidade até Recife e pesquisar os trechos para uma viagem de ida e volta a Noronha, pode ser uma alternativa bem legal também para conseguir um ticket barato. Dica de ouro: ficar de olho nas promos de trechos nos programas de milhagem (já emitimos por até 4.000 pontos o trecho!)

Taxas e Licenças

Baía dos Porcos em Fernando de Noronha
Baía dos Porcos em Fernando de Noronha

Não tem como escapar ou pular essa parte. Para visitar Fernando de Noronha é preciso pagar a TPA, ou Taxa de Preservação Ambiental (valor é proporcional ao tempo que ficar na ilha) e também o ingresso de entrada no Parque Nacional Marinho (R$ 81 para brasileiros / R$ 162 para estrangeiros). Ambos os links anteriores já são para as páginas de emissão destas licenças. Dica de Ouro: evite a perca de tempo com filas na chegada ao paraíso pagando as taxas pela internet antes da viagem.

Hospedagem

Quintal da casa de Maria de Gouvéia
Quintal da casa de Maria de Gouvéia

Outra parte bem complicada de ser feita ao modo econômico. O valor praticado pelas diárias das pousadas mais estruturadas pode aterrorizar o sonho do viajante independente que procura desfrutar do destino ao modo econômico. Não existem hostels, albergues ou qualquer tipo de alternativa de locar um quarto ou cama que seja compartilhado. Não há áreas oficiais para camping, tampouco é possível encontrar um lugar para dormir na praia (você poderia até ser multado por isso). Por outro lado também não existem grandes resorts, cadeias de hotéis ou vilas privativas, existem sim pousadas de altíssimo nível, tal como a Triboju ou ainda a Teju Açu. Acredito que a pousada escolhida pode ser fator crucial e determinante para a qualidade da sua estadia em Fernando de Noronha. Pode ser interessante reservar uma graninha extra para pagar as diárias das pousadas (com diárias a partir de R$ 400 para o quarto de casal) e garantir o conforto nas horas de descanso.

Quem não se preocupa com a qualidade da estadia e prefere investir as reservas financeiras da viagem para os tours, passeios, festas e afins, pode optar por se hospedar em casas mais simples de famílias que alugam quartos. Nos arredores do supermercadinho Breakfast no centro da Vila dos Remédios existem diversas casas e soluções de hospedagem de baixo custo. Outra alternativa é com Dona Maria de Gouvéia e Dona Uênes [(81) 3619-1827], que possuí ótima localização e um dos valores mais acessíveis da ilha (quartos com TV, frigobar, banheiro com água quente). Como a casa dela costuma ser lotada sempre, é bom ligar e agendar com antecedência. Caso não exista disponibilidade, a Dona Uênes ou a Juliana podem tentar encontrar uma outra alternativa de baixo custo com outros moradores da ilha. Enfim, a minha dica de ouro neste quesito, é que SIM, é possível ficar em Noronha pagando barato e tendo qualidade na estadia (diárias começam em R$ 150 o quarto de casal).

Alimentação

Café da Manhã na Pousada Teju Açu
Prato de Café da Manhã na Pousada Teju Açu

Outro ponto que costuma ser responsável por boa parte dos recursos financeiros de uma viagem a Noronha: decidir onde, quando e como comer. Eu já fiz tantas refeições de formas inusitadas e interessantes que poderia com toda certeza dizer que é possível levar uma vida normal neste arquipélago talvés gastando menos com comida do que se gastaria em um dia de rotina normal na sua cidade de origem. Porém o diferencial de estar em Noronha é poder desfrutar da qualidade dos temperos e pratos orquestrados pelos restaurantes nativos, o nível da gastronomia é altíssimo em lugares como o Mergulhão ou ainda no Restaurante Beijupirá, pode valer a pena guardar uma grana extra também para fazer uma ou outra refeição nos melhores restaurantes da ilha, porém vamos às dicas para quem não quer gastar com comida e precisa se alimentar de uma forma ou de outra para conseguir fazer as atividades do dia a dia!

A escolha da pousada pode ser determinante neste ponto também. Os cafés da manhã de lugares como a Dona Filó, ou ainda a belíssima Pousada Tribojú podem ser verdadeiras refeições que até dispensam a necessidade do almoço! Sério! Isso sem contar que em lugares como a Pousada da Carmô eles ainda servem um belíssimo café da tarde para os hóspedes que optam por dar um prazinho do sol intenso às 3 ou 4 da tarde antes de irem curtir o pôr do sol em algum lugar da ilha. Porém se mesmo assim você optou por ficar em um lugar mais econômico, talvés também precise arcar com custos extras de café da manhã. Na pousada da Dona Maria por exemplo todos fazem questão de preparar suas próprias refeições independentemente (bônus: você pode fazer seu almoço, jantar e afins por poder usar a cozinha!). Porém é um gasto a parte!

Existem restaurantes populares na ilha que podem ser ótimas alternativas para fugir dos altos custos das refeições dos restaurantes mais requintados no dia a dia no arquipélago. Dois lugares me atraem sempre: o Restaurante do Valdênio, na Vila do 30 e o Jacarezinho, na Vila dos Remédios, que fica ao lado do Banco Santander. O Valdênio possui um dos melhores filés de cavala que já comi na vida e além de tudo isso ainda tem o bônus de fazer entrega de marmitas em qualquer ponto da ilha. dica de ouro: ligue pro Valdênio (81) 3619-1872 da sua praia predileta e faça-o entregar a sua refeição com os pés na areia (eu amo fazer isso no Porto!), além de ser um belo tira-gosto você vai conseguir alimentar umas 4 pessoas com apenas uma das marmitas! Também sempre tem um ilhéu abrindo uma nova barraquinha de guloseimas, fique de olho!

Peixe na Folha de Bananeira com um amigo noronhense
Peixe na Folha de Bananeira com um amigo noronhense

Outra dica aqui é a seguinte, essa é para profissionais: eu gosto muito de peixes de água salgada, sempre que vou a Noronha faço questão de comer praticamente carne branca sempre. Existem vários pescadores que vendem peixe fresco tanto no porto pelas manhãs, como peixe congelado nos finais de dia (uma casinha à direita no caminho para o porto!). Eu comprei alguns xaréu-pretos (dois peixes robustos por 30 reais), fui ao supermercado comprei alguns pimentões, tomates e temperos pro recheio, encontrei algumas folhas de bananeira no fundo do quintal e nós mesmos preparamos uma refeição na churrasqueira por menos de 50 reais onde mais de 5 pessoas se serviram com fartura. Maneiras de se alimentar independentemente é o que não falta em Noronha, mas caso sua pousada não te deixe sapecar o peixe na folha da bananeira, você ainda poderá consumir um em vários pontos da ilha (como na Barraca das Gêmeas, na praia da Cacimba do Padre, começando em R$ 90,00 para o casal).

Passeios

Passeio de Barco em Fernando de Noronha
Passeio de Barco em Fernando de Noronha

Sobre os passeios a melhor dica que posso lhe oferecer é que faça tudo independente. É claro que se você gastar uma grana vai conseguir conhecer mais, vai obter mais informações, experiências, fará novos amigos e tantas outras alternativas, mas para quem está procurando fazer uma viagem ao modo mega econômico, então eu poderia recomendar que você leia as matérias do blog e se inspire a caminhar e conhecer as trilhas de Noronha da maneira mais independente possível. Tem como fazer ilhatur praticamente de maneira independente, mas é claro que os recursos financeiros destinados à viagem também impactarão no próximo item desta lista: como se locomover no paraíso.

A minha dica de ouro pra quem quer economizar nos passeios é ler todos as matérias que já publicamos, conhecer a ilha e os melhores lugares antes e viajar com um plano em mente distribuindo os atrativos para a quantidade de dias da viagem. Uma boa alternativa pode ser também contar com a ajuda de um guia para fazer passeios diferentes, eles poderiam te levar direto ao ponto em muitos lugares. Eu conheci um ótimo guia nesta última oportunidade e ele pode ser uma boa referência para quem quiser a ajuda de alguém para organizar passeios. O nome dele é João Paulo e tem uma empresa independente chamada Noronha Adventure (81) 8318-0131, tentei fazer alguns tours com o João nesta oportunidade mas acabei não conseguindo; porém ele me ajudou correndo atrás da reserva para a trilha do Atalaia e também fez questão de jogar alguns momentos de conversa fora comigo sobre as atividades dele na ilha. É importante frisar que para certos passeios o acompanhamento do guia é obrigatório.

Locomoção

Buggy alugado em Noronha - R$ 150 a diária em baixa temporada
Buggy alugado em Noronha - R$ 150 a diária em baixa temporada

Pode até parecer que Fernando de Noronha é um arquipélago pequenino no meio do Oceano Atlântico. A menor rodovia do Brasil - BR-363 - pode até levar o visitante a acreditar que pode vencer as distancias que conectam as principais atrações de Noronha facilmente. Pois não é fácil se deslocar em Noronha. As principais formas são com a ajuda do coletivo local (R$ 3 por trecho); aluguel de bicicletas - ainda insuficientes, dependendo de caronas - o que acontece bastante - porém a melhor forma na minha opinião é ter um veículo alugado. E quando falamos em alugar um carro em Noronha, estamos falando de pagar caro e ter algo de péssima qualidade.

Boa parte da frota de veículos para aluguel em Noronha está em péssimo estado de conservação. Em sua grande maioria são buggys que possuem um histórico quase secular perambulando pelas ladeiras de Noronha. Em época de alta temporada já vi turistas pagando cerca de exorbitantes R$ 500 pela diária de um buggy melhorzinho (com motor "AP"). Porém o preço normal em baixa costuma ser R$ 150,00. Com o veículo na mão é hora de amargar no preço do combustível, um dos mais caros do Brasil (neste última visita estava próximo aos R$ 5,50 o litro de gasolina).

Dica de ouro? Fazer um mix de cada uma das formas de se locomover. Se contratar algum passeio (ou mergulho) use e abuse dos transfers destas empresas (boa parte delas oferecem transfers grátis para qualquer lugar da ilha). Use o coletivo para os dias que for passar mais tempo apenas em uma praia. Aproveite as caronas eventuais para se deslocar rapidamente enquanto o coletivo não chega. Utilize o buggy apenas por alguns dias para focar os seus esforços e maximizar a quantidade de lugares a serem visitados (que estão mais distantes um do outro). Afinal de contas ir pro Sancho de buggy é bem melhor do que enfrentar a estrada de terra até chegar na BR para pegar o buzão novamente. Para alugar um buggy bem barato eu recomendo o China (81) 9970-5207 / (81) 8570-4383 - ele está sempre no começo da praça da Vila dos Remédios e costuma ter veículos bons e um dos melhores preços de aluguel da ilha.

Mergulhos

Mergulho no Buraco do Inferno com a Atlantis Divers em Noronha
Mergulho no Buraco do Inferno com a Atlantis Divers em Noronha

Sobre os mergulhos eu sou suspeito para falar, pois sou 100% parceiro da Altantis Divers, que na minha opinião possui a melhor estrutura, o staff mais camarada e competente e que entrega um custo benefício bem interessante, porém existem outros operadores de mergulho na ilha, tal como a Noronha Divers e a Águas Claras. A Atlantis está na Vila dos Remédios, um pouco acima da Noronha Divers (que fica ao lado do Bar do Cachorro). Já a Águas Claras está na Vila do Boldró, próxima ao ICMBio. É preciso ser certificado par poder desfrutar dos mergulhos da maneira mais independente possível, sempre em grupo, sempre com um instrutor. As 3 operadoras citadas anteriormente oferecem mergulhos embarcados partindo do Porto Santo Antônio.

Nesta oportunidade descobri que existem duas novas operadoras de mergulho partindo da praia do porto, uma é a Sea Paradise, comandada por dois ícones do mergulho em Noronha (o Dougg que inclusive trabalha para o Canal Off e o Fernando Cabeção, um dos monstros do mergulho em FN). Dica de Ouro: antes de viajar, se quiser desfrutar bem das possibilidades que o oceano proporciona, é bom já possuir o certificado. Mesmo assim se não pode investir o custo requerido pelos mergulhos, leve seu equipamento pessoal e desfrute ao máximo do mergulho livre com snorkel e nadadeira! Boa parte dos animais que vejo nos mergulhos profundos também acabo conseguindo ver apenas boiando nas águas das praias mais incríveis de Noronha.

Bônus: Festas, diversão e eventos

Evento na Praia do Meio em Noronha
Evento na Praia do Meio em Noronha

Além de lugar de natureza exuberante, Fernando de Noronha também é conhecida pela agitação de sua vida noturna e de vários eventos que costumam acontecer frequentemente. O réveillon em Noronha é considerado um dos melhores do Brasil. Existem várias festas que bombam na ilha de segunda a segunda, então para não se ver completamente desprovido da possibilidade de se divertir, pode valer a pena reservar uma graninha também para o consumo de bebidas e entrada em alguns desses eventos. Dica de ouro: ao chegar informe-se da programação e opte por eventos que não cobram entrada/consumação. Tem forró no Bar do Cachorro, tem Reggae na Pizzaria Muzenza, costuma ter também a feirinha da Vila nos sábados a noite, agitação não costuma faltar!

Concluindo, espero que este guia de dicas lhe auxilie bastante em sua visita ao paraíso. É um lugar distinto e que merce ser vivido da melhor maneira possível. Aguardo seu comentário logo a seguir!

Luiz Jr. Fernandes
Autor

Luiz Jr. Fernandes

Analista de TI, empresário, fotógrafo e viajante.
Perfil do autor no , facebook e twitter.

Veja nossas últimas matérias
Clique para ver mais matérias